Novas vagas no ProUni, Fies e Pronatec são suspensas

Ministério da Educação suspende novas vagas nos programas de incentivo à educação e à profissionalização Pronatec, Prouni e Fies.

Novas vagas no ProUni, Fies e Pronatec são suspensas
Governo promete honrar vagas já contratadas pelos programas

Os programas de incentivo à educação e à profissionalização Pronatec, Prouni e Fies – tiveram novas vagas suspensas pelo novo Ministro da Educação, Mendonça Filho. A medida faz parte de ações de contenção previstas pelo novo governo para este ministério.

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, o novo Ministro garante que quem já é beneficiado pelos programas não perderá seus direitos. No entanto, novas vagas só devem ser abertas em 2017 ou, em previsões otimistas, no fim deste ano. O novo governo considera um desafio dar continuidade a esses que foram os carros-chefes do governo Dilma, pelo fato do orçamento do Pronatec já estar zerado para 2016.

A decisão de quando abrir novas vagas para Pronatec, Fies e Prouni dependerá do resultado do balanço financeiro que será realizado pelo Ministro. Em 2015, 2 milhões de estudantes se matricularam em universidades privadas graças ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que contou com R$ 17,8 bilhões de investimento do governo.

APRENDA 
inglês e vá longe

comece agora

A preocupação de Mendonça Filho é o fato de que a taxa bancária anual que o MEC paga às instituições para a administração do Fies chega a R$ 1,3 bilhão. O objetivo é "renegociar" o valor e reverter parte dele para outros programas durante o próximo ano.

Bolsistas do Prouni

Segundo O Estado de S. Paulo, que apurou com funcionários do Ministério da Educação, o Ministro fez críticas ao que ele define como "desorganização e pulverização" dos sistemas de bolsas destinadas aos estudantes socialmente vulneráveis. A intenção seria unificar os critérios de seleção para as bolsas e Prouni. Para ele, os beneficiários que recebem dinheiro público para estudar deveriam "apresentar resultados" e não apenas ter aproveitamento mínimo de 75% das disciplinas cursadas, como acontece atualmente.

Saiba como fazer uma faculdade de qualidade com baixas mensalidades!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Tati Barros Tati Barros

Tati Barros é jornalista por formação e por vocação. Mineira apaixonada pelas palavras, gosta de escrever sobre viagens, assuntos que envolvem o universos feminino e tudo o mais que a inspira.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar