Orçamento doméstico: 37% dos brasileiros gastam mais do que ganham

Ganhando menos do que gastam, o desafio das famílias brasileiras é cortar despesas e tentar fugir do endividamento. Mas para complementar o orçamento doméstico, muitas já consideram o limite cartão de crédito e o cheque especial parte dos rendimentos.

Orçamento doméstico:  37% dos brasileiros gastam mais do que ganham
Diminuir despesas é o maior desafio para ajustar orçamento doméstico
  • Atualmente, 85% dos brasileiros têm o orçamento doméstico comprometido com algum tipo de dívida, e 40% não sabem exatamente o valor das dívidas.

A pesquisa recente da Proteste, mostrou que 37% das famílias brasileiras gastam cerca de mil reais a mais do que aquilo que ganham. Isso faz com que o orçamento doméstico fique apertado e haja dificuldades para pagar as despesas mensais.
 
A renda mensal de uma família de classe média brasileira gira em torno de R$3.600 reais, e de acordo com o estudo, só com as despesas básicas, como moradia, alimentação, transporte, educação, saúde, cerca de 80% do orçamento já fica comprometido. As despesas adicionais, com seguro de automóvel, por exemplo, prestações diversas e viagens já afogam completamente o orçamento doméstico.

Encontre uma solução de plano de saúde mais barato, faça uma simulação.
 
A solução encontrada para pagar as contas mensais, é recorrer ao cartão de crédito e ao cheque especial, que já são considerados em muitos casos, como parte do rendimento. E a dificuldade de pagar as contas das compras a crédito e financiamentos é uma das principais dificuldades financeiras dos brasileiros, o que leva muitos ao endividamento.
 
Saiba como usar o cartão de crédito sem comprometer as finanças pessoais.
 
Hoje, 85% dos brasileiros possuem algum tipo de dívida, seja planejada, como o financiamento de uma casa ou carro, ou não planejada, como um empréstimo feito para cobrir um imprevisto, ou compras por impulso. Com os ganhos menores do que os gastos, o desafio é ajustar diminuir as despesas para  orçamento doméstico, mas também não é fácil saber o que cortar. 
 
A falta de educação financeira é um fator que atrapalha a organização das finanças pessoais e o equilíbrio do orçamento doméstico. Mais de 40% dos inadimplentes não sabe o valor das suas dívidas e nem exatamente como as fizeram, e acabam vivendo numa situação de endividamento crônico.
 
Leia também » Confira 6 dicas para equilibrar o orçamento doméstico.

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar