Inadimplência cresce 40% no varejo e telecomunicações

Desemprego, aumento da inflação, taxas de juros elevadas, e aumento do preço dos serviços básicos e impostos são os responsáveis pelo crescimento da inadimplência. Telecomunicações e varejo são as áreas com maior taxa de inadimplentes.  

Inadimplência cresce 40% no varejo e telecomunicações
O grupo de inadimplentes idosos foi o que teve maior crescimento.

Ganhe um tablet para aprender inglês online e melhore o seu currículo.
 

 

A inadimplência no Brasil tem aumentado nos últimos meses, mas na área de varejo e telecomunicações o percentual de inadimplentes teve um aumento médio geral maior do que outras áreas, como o setor bancário e de serviços públicos.

 

No setor de telecomunicações, o aumento da inandimplência ficou em 39,5% e no varejo 38,2% no acumulado dos quatro primeiros meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado.

 

De acordo com o levantamento do Serasa, os principais fatores que levam à inadimplência são: desemprego, aumento de taxas de tarifas públicas, como água, luz e impostos, inflação e alta dos juros. Na hora de pagar as contas, ao perceber que o orçamento não paga todas as despesas, o consumidor acaba por dar prioridade aos serviços de utilidade básica, por isso telefonia e os créditos do varejo ficam inadimplentes.



Veja qual a banda larga mais barata.

 

Segundo o Serasa, os idosos são o grupo com maior crescimento na taxa de inamplência, chegando a 12,9% nos últimos quatro meses, um aumento 5% no período de um ano. O aumento do preço dos remédios e reajustes nos planos de saúde têm contribuído para este número.

 

Números da inadimplência por faixa etária



 

10 Dicas para economizar

Num cenário com adversidade econômicas, o consumidor precisa fazer malabarismo com o orçamento para conseguir pagar todas as contas. Com uma tendência para o aumento da inandimplência para os próximos meses, uma solução, é rever os hábitos de consumo e analisar o que é possível cortar nas despesas.
 

Tome medidas para economizar no dia a dia. Simples mudanças nos hábitos diários podem lhe ajudar a cortar gastos e conseguir pagar todas as contas no fim do mês.

1. Em vez de comer fora todos os dias no trabalho, leve marmita.

2. Corte os desperdícios! Veja o que vai para o lixo nas compras do supermercado e compre menos unidades. Se a cebola ou tomate estão apodrecendo na geladeira, é sinal de que está comprando mais do que precisa.

3. Se a TV a cabo está ficando cara, pode ser preciso cortar por alguns meses até normalizar o orçamento. 

4. Não deixe as contas atrasarem! os credores estão sempre dispostos a negociar. Se as contas começam a acumular, tente negociar e parcelar as dívidas, é sempre melhor do que pagar juros por inadimplência.

5. Avalie o seu plano de celular e faça as contas. Pode ser que o seu plano pré-pago esteja saindo mais caro do que você imagina porque a tarifa para este tipo de plano é mais alta. Procure uma solução que se encaixe melhor no seu orçamento.

6. Se está com contas atrasadas, não faça compras! É hora de pagar, não de comprar.

7. Se você tem colegas do trabalho que moram perto da sua casa, tentem fazer rodízio de carona. 

8. Faça você mesmo coisas que está acostumado a pagar. Economize com as idas ao salão, com a roupa para passar e com a faxina.

9. Troque marcas mais caras por produtos de marca branca.

10. Não assuma novos comprosmissos financeiros até quitar as suas dívidas.   



 

Já pensou em poupar fazendo um consórcio de carros? Veja como é fácil.


 

Veja também:
Em 20 anos, real perdeu 80% do seu valor de compra
Made in China mais vendidos no Brasil

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar