Companhias aéreas estrangeiras buscam pilotos brasileiros

Companhias aéreas internacionais vivem momento de expansão e buscam no Brasil pilotos para completarem suas equipes.

Companhias aéreas estrangeiras buscam pilotos brasileiros
Diante da crise na avião brasileira, a carreira internacional é alternativa atraente

Enquanto a aviação brasileira vive um período de crise e está dispensando seus pilotos, as empresas aéreas internacionais estão em um momento de expansão e recrutam profissionais no Brasil para completar suas equipes.

As ofertas são tentadoras, com salários atrativos, especialmente com a alta do dólar. Companhias aéreas da China, por exemplo, chegam a pagar U$27 mil mensais. Para quem tem interesse em fazer carreira no Oriente Médio, as vantagens são muitas: os pilotos têm casa, carro, plano de saúde e educação garantida para os filhos até completarem 21 anos.

Segundo o Sindicato Nacional dos Aeronautas, 1,2 mil pilotos brasileiros trabalham no exterior atualmente.

Companhias aéreas brasileiras reduzem frota

Se nos últimos anos a aviação brasileira se acostumou com um crescimento acentuado, este ano promete ser bem diferente. A expectativa é de que o setor tenha uma retração, sendo a primeira desde 2003. E para se adaptar a esse novo contexto econômico, restou às empresas a opção de reduzir suas frotas e voos.

APRENDA
INGLÊS
E GANHE O MUNDO
comece já a estudar

A Azul e a Gol, por exemplo, devem reduzir ao longo do ano uma média de 20 aviões, em média, o que inevitavelmente resultará em um aumento na taxa de desemprego entre pilotos e comissários.

De acordo com o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), foram demitidos cerca de 150 pilotos desde o início de 2016 e há cerca de 400 pilotos desempregados no Brasil, no momento.

Para evitar demissões, a Azul lançou mão de um intercâmbio para seus pilotos. Cem deles irão passar três anos em uma empresa aérea na China, que pertence ao grupo HNA, dono de 23,7% da Azul. Ao fim do programa, esses profissionais terão seus empregos na empresa brasileira garantidos. Essa é uma aposta da companhia de que a crise irá passar neste período.

Aumente as suas oportunidades profissionais com o curso certo. Confira essa oportunidade!

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Tati Barros Tati Barros

Tati Barros é jornalista por formação e por vocação. Mineira apaixonada pelas palavras, gosta de escrever sobre viagens, assuntos que envolvem o universos feminino e tudo o mais que a inspira.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar