Ainda vale a pena comprar automóveis novos sem airbag e ABS?

Desde 1º de janeiro, todos os automóveis fabricados no Brasil devem ter, obrigatoriamente, ABS e airbag. As últimas unidades disponíveis sem estes itens de segurança estão sendo vendidas com desconto. Veja se vale a pena aproveitar.

Ainda vale a pena comprar automóveis novos sem airbag e ABS?
Automóveis nacionais com novos itens de segurança obrigatórios
  • Saiba se o desconto para a compra dos últimos automóveis novos sem ABS e airbag é vantajoso.

Em vigor desde 1º de janeiro, a nova lei de trânsito ampliou os itens se segurança obrigatórios para os automóveisfabricados no país. Agora todos os automóveis já devem vir com airbag e freios ABS. Entenda melhor: Freio ABS e airbag obrigatários em automóveis nacionais.

 

Mas as montadoras ainda possuem muitas unidades que foram produzidas em 2013, ainda sem os novos itens obrigatórios de segurança, e que só podem ser vendidas até março deste ano. Para escoar as vendas, as concessionários estão dando descontos nesses modelos, e principalmente nos modelos de automóveis de que vão sair de linha, como é o caso da Kombi e do Ford Ka. Mas afinal, aproveitar o desconto é um bom negócio para o consumidor?

 

O DESCONTO PARA OS AUTOMÓVEIS SEM OS ITENS DE SEGURANÇA VALE A PENA?

Além de perder em segurança, num trânsito a cada dia mais caótico, o consumidor também deve considerar que os automóveis sem airbag e freios ABS sofrerão maior depreciação.

 

Os novos itens de segurança fizeram a tabela de mercado de automóveis novos aumentar entre 4% e 8%. Isto faz com que os modelos do ano passado se tornem ainda mais baratos.

 

Faça um seguro auto e tenha mais tranquilidade no trânsito. Simule já.

 

De acordo com os especialistas, é preciso ponderar. Primeiro, deve-se sempre pensar na falta dos itens de segurança e dos riscos a mais que o motoristas pode sofrer no trânsito. Depois, é avaliar se o desconto é, de fato, significativo para o modelo que o consumidor pretende comprar.

 

Para os carros populares, com preço entre R$25 mil e R$35 mil, o desconto gira em torno de R$3 mil. Já no automóveis de carros mais caros, na faixa dos R$50, mil como é o caso do Corolla XLi, o desconto pode chegar até R$8 mil. Mas isso também depende do consumidor, que neste momento ganha poder de negociação.

 

Alguns dos modelos que vão sair de linha, já se prepararam para voltar ao mercado, em novas versões, totalmente remodeladas, como é o caso do Ford Ka. 

 

O custo para, as fabricantes, para inserir os novos itens de segurança nos carros deve girar em torno de R$1.500 a R$2.000. O consumidor também deve levar isso em consideração na hora de comprar o carro com desconto. Se o desconto for mesmo na faixa dos R$3 mil, não vale a pena.  

 

Veja o preço de alguns modelos 2013, sem airbag e freios ABS:

» Sandero 1.0
Antes: R$ 34.000
Agora: R$ 29.300
» Gol G5 1.6
Antes: R$34.900
Agora: 29.900
» Ford Ka:
Antes: R$29.000
Agora: R$24.200
» Toyota Corolla XLi
Antes: R$69.000
Agora: R$60.800

 

Leia também » Venda de automóveis em 2013 é maior do que em 2012.

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar