8 dúvidas mais frequentes sobre consórcio de carros

Antes ou depois de fazer um consórcio, muitas são as dúvidas que surgem, e nós respondemos algumas. Confira.

8 dúvidas mais frequentes sobre consórcio de carros
Veja quais são as principais dúvidas sobre consórcio esclareça também as suas.

O consórcio de carro é uma alternativa viável para muitas pessoas que querem comprar um veículo, mas não têm dinheiro para comprar à vista ou para dar uma entrada substâncial, e ainda para quem quer fugir das altas taxas de juros de um financiamento. Mas depois de faze rum consórcio, nem tudo sai como o esperado. Veja as dúvidas mais frequentes dos nossos leitores e esclareça também as suas.  

1. Estou inadimplente e quero desistir do consórcio. Preciso esperar todos os consorciados do grupo serem contemplados para recuperar o dinheiro das parcelas? 

José Maria Vieira, Espírito Santo

Resposta: Se o seu contrato de consórcio é posterior à nova lei de consórcio, ou seja 06 de fevereiro de 2009, você não precisa esperar. Logo que for sorteado, poderá recuperar o seu dinheiro, mas deverá pagar a multa prevista.  

2. Posso transferir o consórcio para o nome de outra pessoa?

Eduardo Matos, Piracicaba

Resposta: Sim. A venda de uma cota de consórcio é legal. Leia o seu contrato de consórcio e veja quais são os termos e condições. Normalmente, o novo consorciado deve ser aprovado em assembléia pela grupo.  

3. Como saber que a administradora do consórcio é de confiança?

Claudete Oliveira, Rio Branco

Resposta:  O órgão que regula e fiscaliza as administradoras de consórcios no Brasil é o Banco Central. Consulte a página de consórcios no site do Banco Central e averigue se a sua administradora tem algum tipo de impedimento e se está autorizada a criar novos grupos de consórcio de carro.

4. A minha administradora cobrou taxa de adesão pelo meu consórcio de carro. É permitido?

Paula Fonseca, Recife

Resposta: Se o seu contrato de consórcio de carro foi feito depois de 06 de fevereiro de 2009, não. De acordo com a nova lei de consórcios, as administradoras não podem mais cobrar taxa de adesão. 

5. Quais são as taxas do consórcio de carro?

Lucilene Araújo, Goiânia 

Resposta: As taxas mensais cobradas num consórcio de carro são: fundo de reserva, fundo comum e taxa de administração. 

6. Como comprar um carro por meio de consórcio?

Adalberto Souza, Teresópolis

Resposta: O primeiro passo é escolher o carro, depois definir em quantos meses pretende pagar, e escolher a administradora financeira. Hoje em dia, muitas marcas oferecem sistemas de consórcio de carro próprios. Pesquise para escolher a que oferece as melhores condições para você.  

7. Como calcular as parcelas de um consórcio de carro?

Júnior Abadia, Ituiutaba

Resposta: Para calcular a parcela do consórcio de carro, divida o valor total da cota pelo número de meses, assim terá o valor do fundo comum, some o fundo de reserva (5% da cota total, sendo que este valor varia de acordo com os termos do contrato), mais o valor da taxa de administração (10% da cota total, sendo que este valor varia de acordo com a administradora). Por exemplo, se você comprou uma cota no valor de R$20 mil em 50 meses a sua parcela seria:

R$20 mil dividido por 50= R$400,00 mensal

+ 10% do valor total da cota dividido por 50 meses (R$2000/50)= R$40,00 mensal 

+ 5% do valor total da cota dividido por 50 meses (R$1000/50)= R$20,00 mensal

TOTAL: R$460,00 mensal

8. Posso usar o meu FGTS para complementar o valor do carro que quero comprar com o meu consórcio?

Mariana Silva Pereira, Tocantins

Resposta: Não. O FGTS somente pode ser usado em consórcio de imóveis residenciais.

*Atenção: Os valores apresentados foram citados a título de exemplo e não representam de modo preciso valores particados no mercado.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Na Web: