Para que serve whey protein?

Conheça os tipos de whey protein e quais os benefícios de seu consumo, tanto para manutenção de massa muscular quanto como suplemento alimentar.

Para que serve whey protein?
Conheça os benefícios, efeitos colaterais e modos de uso da proteína

O ideal de vida fitness está muito mais presente em nosso dia a dia, com o crescente abandono do sedentarismo e a adesão de um estilo de vida mais saudável e um corpo que transmita esse esforço. Sendo assim, reformulamos nossa rotina e principalmente nossa alimentação, de modo que produtos como a whey protein chamam a atenção e geram dúvidas sobre a promessa de eficiência e praticidade entre os complementos alimentares. Veja como funciona e para que serve.

Aulas de academia: qual a ideal para atingir os seus objetivos

O que é whey protein e para que serve

A whey protein é um suplemento de proteína extraída do leite, mais precisamente de seu soro. Com o consumo dela, apresenta-se uma forma mais prática e pura de conseguir uma maior ingestão de proteína – necessária em maiores quantidades entre os praticantes de atividades físicas -, pois se apresenta em forma de pó a ser misturado com água em um shake. Outra grande vantagem, talvez a que mais chame a atenção dos que buscam esculpir o corpo é a possibilidade de ter um maior consumo de proteína sem que isso signifique a ingestão concomitante de carboidratos e gorduras. Isso é possível devido a um tipo concentrado de whey protein com quantidades pequenas ou insignificantes de tais ingredientes secundários.

Usada também por outro público que não os praticantes de atividades físicas, a whey protein pode servir como complemento na dieta em diversos casos clínicos de desnutrição ou restritivos no consumo de determinados alimentos. Suas propriedades, além da concentração proteica, envolvem um alto valor biológico, o qual oferece mais aminoácidos essenciais que muitos alimentos como a carne e outros legumes, grãos e vegetais.

Entre os demais benefícios, a whey promove uma maior retenção de nitrogênio pelo organismo, facilitando assim a manutenção da massa muscular. É utilizada também por pessoas que tenham alguma deficiência em desenvolvimento muscular, mantendo o sistema imunológico mais fortalecido e exercendo um efeito antioxidante no organismo, prevenindo a ação de radicais livres.

GANHE UM INCENTIVO EXTRA PARA ficar mais bonitasaiba como

Existem basicamente 3 subdivisões de whey protein; concentrada, isolada e hidrolisada, diferenciadas perante o processo de filtração entre elas. Veja a diferença:

A Whey Protein Concentrada é a opção mais comum no mercado e também a que se apresenta como a mais econômica, já que sua produção se baseia no processo mais simples, resultando em um produto com concentração proteica de 70% a 80% e grande concentração de aminoácidos essenciais, como a glutamina;

A Whey Protein Isolada, como o próprio nome diz, tem uma concentração muito maior de proteínas, atingindo cerca de 95% e, em alguns casos, apresenta 0% carboidratos ou gorduras, mantendo ainda sua alta concentração em aminoácidos;

Por fim, temos a Whey Protein Hidrolisada, a qual recebe este nome pois, além dos processos de filtragem, ainda passa por um processo de hidrólise onde são quebradas as cadeias de proteína em partes menores que fazem com que o organismo a absorva de maneira mais eficiente e rápida.

Como tomar

A forma de se consumir a whey protein pode variar muito de acordo com as necessidades individuais. Quando o objetivo é suprir as demandas de um treino físico intenso, as formas mais comuns de consumo são após a atividade combinados com algum outro suplemento (como dextrose, maltodextrina, entre outros).

Muitos profissionais recomendam a ingestão matinal, até mesmo antes do café da manhã. Tal recomendação se dá pois, ao acordamos, o corpo se encontra sem alimento durante um longo período e, sendo assim, ingerir uma proteína de rápida absorção pode garantir uma melhor nutrição.

O mais indicado em qualquer caso é que um médico seja consultado antes de iniciar o consumo. Durante a consulta, serão avaliadas sobre as necessidades e prescritas as quantias e horários corretos para administração do produto, de acordo com a dieta recomendada.

Efeitos colaterais

Por se tratar de um suplemento alimentar, ela não tem nenhum efeito colateral propriamente determinado. Os efeitos que podem se apresentar são determinados pela forma em que cada organismo reage a ingestão dos ingredientes nas quantidades presentes em cada tipo de whey protein. Entretanto, uma problemática pode surgir para indivíduos alérgicos à lactose, por exemplo, pois a mesma tem extração proveniente do leite.

Obs.: Este conteúdo tem caráter informativo e não substitui a ajuda médica. Para mais informações procure um profissional.

Fique em forma e com saúde como você sempre quis. Veja como é fácil.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar