10 vícios ao volante que encurtam a vida do carro

A forma correta de dirigir passa pela observação das boas práticas de segurança e por evitar os vícios de direção que comprometem a integridade do veículo

10 vícios ao volante que encurtam a vida do carro
Todo vício é prejudicial, os que se desenvolvem ao volante também afetam seu carro

Os famigerados vícios ao volante, tão combatidos por profissionais de autoescolas e responsáveis por prejuízos materiais e até acidentes, são uma constante causa de problemas mecânicos. Tornam-se um grave problema quando não são corrigidos, e podem levar um carro prematuramente para o “estaleiro”. Se você desenvolveu algum dos vícios listados abaixo, é hora de se reeducar, se não quiser amargar pesadas despesas com a manutenção do seu carro:

Descansar o pé na embreagem

Um dos vícios mais comuns na direção, descansar o pé na embreagem pode causar o desgaste do platô antes do tempo previsto. No geral, tal prática reduz pela metade a vida útil de todos os componentes da embreagem.

Descer ladeiras “na banguela”

Pode parecer uma inofensiva forma de poupar combustível, mas trata-se de uma das mais nocivas práticas ao volante. Isso porque superaquece os freios, acelerando o desgaste das pastilhas e fazendo com que os discos de freio empenem ao serem molhados. Um desastre.

Dirigir usando calçado que não esteja totalmente fixado aos pés

O chinelo de dedo é um companheiro inseparável do brasileiro que deve ser deixado de lado na hora de dirigir. A lei número 252 do CTB proíbe dirigir sem usar calçado totalmente firmado nos pés. Pés descalços podem deslizar ao pisar nos pedais, por isso são uma verdadeira temeridade. Além do perigo, dirigir sem calçado adequado dá multa de R$ 85,13, e perda de 4 pontos na CNH por infração média. Mulheres, por sua vez, devem evitar dirigir de salto alto.

Acelerar no aclive para manter o carro na posição

Um dos mais terríveis vícios de direção é utilizar o acelerador para que o carro permaneça na mesma posição quando está numa subida. Tal procedimento abominável faz com que a temperatura da caixa de marcha aumente, fazendo um verdadeiro estrago nas válvulas solenoides e discos de acoplamento. Use os freios ou o freio de mão para manter o carro parado, a não ser que você esteja disposto a desembolsar cerca de R$ 15.000 por uma caixa de marcha nova.
Seguro Auto Caixa SeguradoraCote, personalize e contrate online

Dar uma acelerada ao desligar

Hábito já há muito ultrapassado - vem da época jurássica dos motores de dois tempos - dar uma acelerada antes de desligar só aumenta o consumo de combustível, uma vez que, atualmente, a grande maioria dos carros é equipada com injeção eletrônica.

Estacionar apenas com o câmbio na posição P

Engana-se quem pensa que o P do câmbio dispensa o acionamento do freio de mão ao estacionar. Motorista que insistir nesse vício pode vir a ter problemas futuros no engate das marchas. O correto é, ao parar, engatar aposição N, puxar o freio de mão, e só então engatar a posição P.

Subir calçadas sem rampas

Hábito que pode causar sérios danos aos pneus, principalmente se não estiverem corretamente calibrados, subir calçadas “na marra” pode até causar problemas na direção e na suspensão, caso seja um costume recorrente. Se não houver outro jeito, deve-se subir de frente, com as duas rodas dianteiras ao mesmo tempo.

Tire a chave da ignição

Pode ser que, em algum momento da vida, o motorista precise apelar para a famosa chupeta para reviver a bateria do carro. No entanto, para carros com chaves codificadas, deve-se ter o cuidado de retirá-las da ignição se tal procedimento for feito, para não torrar o chip da chave e ter que arcar com o custo de uma nova, estimado em cerca de R$ 2.000.

Forçar o volante até o fim

Outro vício que parece inofensivo, mas potencial causador de grandes estragos, forçar o volante até que não haja mais para onde virar desgasta a bomba da direção hidráulica. Para não diminuir a vida útil desse componente tão importante, manobre sem forçar, preferindo movimentos mais suaves.

Descansar a mão no câmbio

Esse hábito tão inocente e corriqueiro pode acarretar danos ao trambulador do câmbio,dificultando a passagem de marcha. Há modelos que podem apresentar folga na alavanca com o tempo, por isso, deixe suas mãos onde elas devem estar, que é ao volante.

Youse é o Seguro Auto Online da Caixa Seguradora. Barato, rápido, sem burocracia.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Julio Benck Julio Benck

Jornalista em permanente formação, entende que toda profissão tem sua arte e uma beleza característica, é só saber encontrar.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar