8 dicas para viajar pelo mundo com pouco dinheiro

Viajar é a única coisa que compramos e que nos deixa rico, mas não é preciso gastar muito! Confira dicas importantes para viajar pelo mundo com pouco dinheiro

8 dicas para viajar pelo mundo com pouco dinheiro
Realizar o sonho de viajar pelo o mundo é possível sem gastar muito

O que acha de viajar pelo o mundo com pouco dinheiro, conhecer novas culturas, lugares e gastronomia sem comprometer o orçamento? Será que essa façanha é possível, afinal tudo parece tão caro que quando colocamos na ponta do lápis, muitas viagens parecem um sonho impossível. Entretanto, sabendo onde poupar é possível reduzir muito os custos de uma viagem. Porém, para conseguir otimizar os investimentos e viajar pelo mundo com mais tranquilidade, é preciso ser regrado e ter em mente alguns pontos fundamentais. Nós do E-konomista receitamos algumas dicas importantes para conseguir viajar sem dores de cabeça em termos financeiros. 

Dicas para viajar pelo mundo com pouco dinheiro

1. Planejamento

Confira se o passaporte está dentro da validade (mínimo 6 meses de validade) e se for preciso solicite os vistos (existem 66 países que não exigem visto para brasileiros). Faça orçamentos em diferentes empresas de seguro viagem e opte pelo melhor custo x benefício. Dedique-se a realizar pesquisas sobre os destinos, e monte o roteiro evitando datas de altas temporadas, para que possa economizar. 


2. Passagens aéreas

Para economizar a melhor opção é comprar as passagens  por conta própria, já que os pacotes de agências de turismo cobram taxas. Pesquise as cias áereas low cost e que possuam datas flexíveis, lembrando que vôos noturnos com escalas e de classe econômica são as mais baratas, fique de olho.


3. Malas 

Nada de levar mais de uma mala para percorrer vários países, lembre-se que vôos Low Cost limita a quantidade de malas por passageiros e o excesso de bagagem não é barato.  A maioria da companhias áereas Low Cost só aceitma bagagem de mão com no máximo 10 quilos e dimensões bastante restritas. O mais  indicado é levar uma única mala ou mochilão,  leve poucas peças em todos os lugares possui lavanderias e você vai poder sempre ter peças limpas.  


4. Hospedagem

Opte por se hospedar em hostel, os valores das diárias são bem inferiores e aproveite para conhecer pessoas novas de diferentes culturas.  No site Booking você pode consultar os valores e disponibilidade de hostel em diferentes países. Outra opção boa e grátis é o CouchSurfing, nesse site tem pessoas de diversos lugares no mundo oferecendo sem custo o “sofá”, para os turistas que procuram hospedagem na cidade. Além da ecônomia adquire conhecimento em novas culturas e costumes.

5. Alimentação

Não é possível economizar comendo todos os dias em restaurante, mas caso queira provar os pratos típicos, procure os restaurantes que  ficam fora da área turística, o  almoço é sempre mais barato que o jantar. Caso a hospedagem escolhida não tenha o café da manhã incluso, explore os supermercados da região e assim conheça um pouco da cultura gastronomica sem gastar muito. 


6. Transporte

Os transportes públicos são a melhor opção, alguns países tem bilhetes ilimitados para alguns dias, válidos em qualquer transporte público. Dependendo de onde estiver vale a pena conferir aproveitar o UBER ou até táxi, e sempre que possível vá a pé para os lugares, além de economizar você conhecer melhor a região. Existem apps de mapas offline para te ajudar a andar sem se perder. Atenção: nem sempre os bilhetes turísticos válidos por 24h ou por 3 dias, por exemplo, são as opções mais baratas. Antes de optar pelas soluções direcionadas para turistas, veja quanto cobram pelos bilhetes locais. 


7. Passeios

Consulte os sites dos museus, teatros e casas de apresentação para ver se possui algum dia da semana com valores mais baratos ou entrada gratuita. Muitos museus da Europa oferecem entrada gratuita no primeiro domingo do mês, outros estão fechados ás segundas, mas e a terça-feira pode ser um bom dia para conseguir preços mais baratos para entrar. Aproveite as cidades, passeie a pé, sente para tomar um café e desfrutar a vista. Curta a beleza natural dos lugares, além de ser de graça você terá boas lembranças da viagem, pesquisar é a melhor opção para conhecer muito gastando pouco.


8. Internet

O mais indicado é usar o Wi-Fi gratuito, já que é oferecido na maior parte dos lugares e não precisará gastar com pacotes de dados. Caso queira realizar ligações pode optar pelo Skype, Facebook Messenger e até as mensagens de voz do Whatsapp.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Fabiane Fernandes Fabiane Fernandes

Brasileira, graduada em Publicidade e Propaganda com extensão em Marketing de Relacionamento, com intercâmbio em Limerick na Irlanda, blogueira, morando no Porto (Portugal).

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar