Tudo que você precisa saber antes de viajar de cruzeiro na Europa

Quer viajar de cruzeiro na Europa? Veja por que esse tipo de viagem é mais prática do que pegar um avião e conheça os prós e contras dessa opção em alto mar.

Tudo que você precisa saber antes de viajar de cruzeiro na Europa
Saiba as vantagens e desvantagens de viajar de cruzeiro na Europa

Levar o hotel junto com você, não precisar se preocupar com traslado e check-in, são algumas das vantagens quando se opta por viajar de cruzeiro na Europa. Está pensando em viajar de cruzeiro e não sabe por onde começar e não sabe se é mais vantajoso que o avião? Listamos os possíveis prós e contras de optar por viajar de navio.

Vantagens e desvantagens de viajar de cruzeiro na Europa

Saiba por que escolher viajar de navio e quais são os prós e contras quando se toma a decisão de viajar de cruzeiro na Europa.

Vantagens

Se pensarmos nos valores gastos em passagens entre cidades, hotelaria por tantos dias, alimentação, lazer, viajar de cruzeiro na Europa é mais vantajoso porque o investimento é único, que pode ser parcelado e, normalmente, fica menor depois de soma de todos os itens a cima.

O hotel fica dentro do navio, pois isso o viajante fica mais confortável e não precisa abrir e fechar malas, enfrentar check-in em vários estabelecimentos. Já a alimentação, esta é bem farta e de qualidade, pois os cruzeiros oferecem muitas opções tipo buffet servidas ao longo da viagem - alguns chegam a oferecer 15 refeições diárias.

As viagens de cruzeiros oferecem intensa programação social que abrange shows, música, mágica, dança, variedades, festas, jogos, academia, pista de corrida, entre outros. Oferecem também vários serviços complementares, como SPA, manicure, cabelereiro e sauna. Além de serviços para cuidados com crianças e adolescentes.

Desvantagens

Viajar de cruzeiro na Europa não é recomendado para quem se sente mal em alto mar, alguns sentem insegurança na água (sensação de afogamento iminente), claustrofobia (sentir-se preso no navio) ou não ficam desconfortáveis com balanço das águas.

Normalmente não há possibilidade de mudanças de cabine. Se o viajante não ficar bem acomodado na que escolheu, provavelmente terá que permanecer nela até o final da viagem. Outro ponto contra está no sistema de telefone e internet disponível dentro do navio, que funcionam mal e são muito caros.

As paradas nos portos são um pouco rápidas (normalmente entre 6 e 8 horas), impossibilitando o passageiro a fazer visitas demoradas nas cidades.

interior cruzeiro

Como funciona

Se optar por viajar de cruzeiro na Europa a compra do pacote pode ser feito direto em uma agência de turismo, assim o turista não terá nenhum trabalho, apenas decidir em qual cabine quer ficar e depois efetuar o pagamento.

Mas se deseja comprar sozinho, o viajante terá que realizar quase o mesmo procedimento de uma compra de passagem aérea. Ele terá que escolher a data, o número de passageiros e qual cabine nos sites que oferecem o serviço de cruzeiro.

Entretanto, antes de embarcar, é necessário preencher todos os seus dados no site da companhia. É uma espécie de check-in online. Trata-se de um procedimento é obrigatório, também para fins imigratórios. Depois disso, o turista deverá imprimir o documento enviado pela companhia que já vem com o número da sua cabine e a identificação interna.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Elisabete Machado Elisabete Machado

Brasileira, natural de São Paulo, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-graduada em Fundamentos da Cultura e das Artes pela Universidade Estadual Paulista. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar