Quanto custa uma viagem para Bariloche em 2016

Conhecido como um cantinho da Europa na América Latina, fazer uma viagem para Bariloche é o sonho de muitos brasileiros. Veja os custos para o destino.

Quanto custa uma viagem para Bariloche em 2016
Prepare suas malas e veja quanto custa conhecer a Europa da América Latina.

É um dos destinos mais procurados pelos brasileiros que querem sentir o gostinho da Europa sem sair da América Latina, a viagem para Bariloche é uma escolha completa para quem busca os mais diversificados programas, seja a prática de esportes radicais, a gastronomia, vida noturna, belezas naturais e, claro, para quem deseja ver neve pela primeira vez.

Veja quanto custa viajar para este badalado destino localizado em nossa vizinha Argentina no ano de 2016.

Preço médio de uma viagem para Bariloche

Se viajar para Bariloche está em seus planos de próximo roteiro pelo mundo, é importante ter em mente – e no bolso – as estimativas de gastos no local para não passar vontade nem gastar mais do que devia. Em média, para se tirar um bom proveito do local, são recomendados entre 6 e 8 dias o que, de acordo com o site Quanto Custa Viajar terá custo total de R$ 1.870 para um perfil mochileiro, R$ 2.186 para os econômicos e R$ 3.016 aos que buscam um maior luxo e conforto. A cotação inclui hospedagem, alimentação, passagens aéreas, transporte local e um determinado número de atrações.

Para maiores detalhes sobre cada um dos tópicos cotados, acompanhe as informações e veja quanto será necessário poupar ou reservar para realizar a viagem.

Transporte

A começar pelas passagens aéreas, o custo de uma viagem para Bariloche pode se equiparar a muitos destinos nacionais, sendo este bastante acessível diante de todos diferenciais que o local proporciona. De acordo com as cotações do ViajaNet , os períodos mais baratos estão entre o final do mês de Agosto e a primeira quinzena de Novembro, custando a média de R$ 865 (a incluir taxas), partindo de São Paulo. A alta temporada (que acontece durante o inverno) tem custos entre R$ 1.025 e R$ 1.588.

Na cidade, os gastos com transporte novamente estão em vantagem, principalmente levando em consideração a valorização do Real perante a moeda Argentina. O ticket único para transportes públicos tem custo de R$ 1,45 e a tarifa dos táxis começam em R$ 5,33. Há também a possibilidade de alugar um carro, com diárias a partir de R$ 295; fazer um City Tour por R$ 75; ou ainda pagar por um remise, que consiste em uma espécie de táxi que estabelece seu preço total previamente, por R$ 9,68 a cada 5km percorridos.

GANHE
UMA VIAGEM
veja como concorrer

Alimentação

Com uma gastronomia de afrouxar as roupas, a viagem para Bariloche proporciona uma vastidão no cardápio de cervejas artesanais e nas fábricas de chocolate, com opções de diversos tipos da guloseima e ainda bolos e sorvetes.

Já para as refeições básicas, os valores costumam variar de acordo com o perfil do visitante, se este busca por menus econômicos ou com algum luxo. Para o café da manhã, pode-se gastar entre R$ 12 e R$ 22; no almoço, de R$ 24 a R$ 53; e no jantar, de R$ 29 a R$ 69.

Hospedagem

Também variável com perfis, podendo ser desde mochileiros a visitantes 5 estrelas, a hospedagem pode ser cotada em hotéis, apartamentos ou albergues. De acordo com o site Booking.com, os custos podem partir de R$ 38 em três estrelas na baixa temporada e chegar aos R$ 884 por dia, como é o caso do luxuoso Llao Llao Hotel & Resort, Golf-Spa, em períodos de maior fluxo de turismo.

Lazer

Em questões de lazer, Bariloche permite a diversão gastando pouco e com acesso a paisagens e atrações inesquecíveis. As atrações turísticas, em geral, são gratuitas, o que inclui a Catedral de San Carlos de Bariloche, o Parque Nacional Nhuel Huapi, o Centro Cívico e o Museu do Lago Gutierrez. Outras atrações, como o Cerro Campanário e o Ski Resort do Cerro Catedral têm custo de R$ 52 e R$ 33, respectivamente.

Se optar por passeios guiados, os tours e excursões podem começar em pouco mais de R$ 100 para um turismo mais simples pela cidade e chegar a valores até os R$ 5 mil, que incluem pacotes de 4 ou 6 dias para esquiar com acomodação inclusa no Village Condo.

Pacotes radicais, como excursões de caiaque e caminhada no Lago Mascardi e aventura de tirolesa em Cerro Lopez, também podem ser encontradas na cidade, custando R$ 1.091 e R$ 322, respectivamente.

Fique por dentro de dicas para economizar nas suas viagens nacionais e internacionais.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar