10 'verdades' sobre a Austrália contadas por brasileiros

Conheça 10 verdades positivas e negativas sobre a Austrália na visão de 6 brasileiros que moram ou já moraram na terra do canguru. Você vai se surpreender!

10 'verdades' sobre a Austrália contadas por brasileiros
Saiba pontos positivos e negativos da Austrália na visão de brasileiros

qual seu nível de inglês?faça um teste online e descubra



A Austrália é um país incrível, com clima agradável e que atrai muitos brasileiros, seja para trabalhar ou para estudar. Conheça 10 características positivas e também negativas do país e do povo australiano na visão de 6 brasileiros que moram ou já moraram por lá.
 

As verdades sobre a Austrália que ninguém desconfia

 

1. Os australianos bebem muito

australia


Apesar de a bebida alcoólica ser um item muito caro dentro da Austrália e não ser vendida em supermercados – é preciso ir a lojas especializadas (bottle shopping) para comprar – os australianos bebem muito.


Para se ter uma ideia, a brasileira Sarah Vicentini que morou em Perth disse à Equipe E-konomista que uma jar de cerveja, que tem aproximadamente 500 ml custava mais ou menos $20 dólares australianos – o equivalente a R$53,28 dependendo do bar, e um maço de cigarros chegava a $25 – ou seja, R$66,60.  Muito caro para os padrões brasileiros.
 

Mas isso não impede que os australianos abusem do álcool e do cigarro. Todos os nossos entrevistados mencionaram esse “defeito” da população. “Quando o australiano bebe, ele sai do controle. É normal vê-los andando crazy pela rua, fazendo algazarra e ainda costumam brigar. É horrível de se ver” lamentou Talita Fiacadori, que mora há um ano na Austrália.


 

2. As leis australianas funcionam muito bem

australia


As leis australianas são levadas a sério pela sua população e quem é pego burlando as leis leva multa na certa. Por causa disso, o país tem um bom funcionamento e todos contribuem para o bem estar social. Multas que para nós brasileiros parecem impraticáveis são realmente aplicadas por lá, como: pedestre que atravessa fora da faixa, leva muita. Jogar bituca de cigarro no chão também, assim como qualquer outro lixo. Bebidas alcoólicas não podem ser consumidas na rua, nem na praia, se a polícia pegar, a multa é alta.


 

3. A higiene dos australianos é.... diferente da nossa!

australia


Nós brasileiros somos conhecidos por ser um povo higiênico, tomar banho todos os dias para nós é algo natural. Na Austrália não é bem assim, eles não têm o costume de tomar banho todos os dias o que para nós parece um pouco de desleixo. A lavagem da louça também é estranha para nós. “Quando a louça não é lavada na máquina de lavar louças, eles enchem duas bacias de água (uma delas com sabão), e usam a mesma água para lavar todos os pratos usados durante uma mesma refeição. Alguns australianos nem usam a segunda bacia, e deixam a louça com sabão a secar para economizar água” disse Letícia Menezes*, brasileira que fez intercâmbio na Austrália. Estranho não?


Outro ponto interessante sobre a limpeza foi ressaltado por Henrique: “Eles tem mania de tirar os sapatos pra entrarem na casa das pessoas”. Nesse ponto, os australianos são mais higiênicos que nós brasileiros, já que evitam levar sujeiras da rua para dentro de casa. Por isso dizemos que a higiene deles é diferente da nossa, nem melhor nem pior.

 

 

4. Qualquer tipo de trabalho é valorizado

australia


Aqui no Brasil e também em muitos outros países algumas profissões são encaradas como subalternas enquanto outras são supervalorizadas. Infelizmente a maioria dos brasileiros encara de forma diferente uma pessoa que se declara como médica e outra que se diz garçom de um café. Na Austrália, todo tipo de trabalho é valorizado.
 

“Todos os meus colegas tinham empregos após o colégio e funções como empacotadores de compras em supermercado, garçonete e atendente são muito comuns e razoavelmente remuneradas. Não há preconceito com  o trabalho que se faz” elogiou Suzanne Oliveira, que viveu 11 meses em Mildura, na Austrália. Talita Fiacadori também destacou essa qualidade dos australianos: “Algo bacana aqui é ver que eles valorizam qualquer tipo de trabalho. Se você é faxineira pode ganhar um salário equivalente ao de uma pessoa que tem ‘um bom emprego’ no Brasil, não tem essa diferenciação”, garantiu.


 

5. A maioria das pessoas tem medo dos aborígenes australianos

australia

 

QUER VIAJAR SEM GASTAR MUITO?
Faça o cadastro no site do E-konomista e receba no email as melhores dicas, ofertas e informações sobre viagens no Brasil e no mundo. 

Muitas pessoas que moram na Austrália voltam com uma péssima impressão dos aborígenes australianos. Os primeiros cidadãos de terras australianas sofrem discriminação da própria população desde a sua independência em 1901. Desde 1976, o governo da Austrália desenvolve políticas com o intuito de integrar os aborígenes à sociedade, além de fornecer subsídio como salários, casas e carros e dar prioridade a eles em muitos casos. Mas, apesar de representar apenas 1% da população australiana, representam a maioria nos presídios do país. É comum encontrar pela cidade, aborígenes embriagados, drogados e muitas vezes envolvidos em confrontos com a polícia.

 

“Uma péssima experiência que tive lá foi uma vez que peguei o ônibus para ir à faculdade e uma aborígene olhou pra mim e me mandou sair do ônibus, disse que eu queria o " homem dela". Um detalhe: ela estava sozinha. Minha reação foi sair do ônibus no primeiro ponto que ele parou e entrar em uma loja. A maioria das pessoas tem medo dos aborígenes, eles costumam ser brutos, andam pelas ruas bêbados e drogados em sua maioria, e tive até um amigo que levou uma garrafada no nariz, dentro do trem, porque ele estava falando em português e o aborígene achou que ele estava falando alguma coisa sobre ele”, relatou Sarah Vicentini.

 



6. A segurança é garantida

australia


Todos os nossos entrevistados apontaram a segurança do país como um ponto positivo a ser destacado sobre a Austrália, que é um dos países mais tranqüilos do mundo em questão de segurança. Nossos entrevistados que moram ou já moraram no país nunca tiveram qualquer problema quanto a isso em terras australianas. “A Polícia está em todos os lugares, inclusive disfarçada para evitar qualquer tipo de problema”, disse Henrique Teles, elogiando o sistema de segurança do país. 

 

Sarah apontou como notória a qualidade da segurança do país, já que durante o tempo que morou lá nunca presenciou qualquer situação suspeita. “As casas possuem muro baixo e isso é visto em pleno centro da cidade, e as pessoas costumam deixar as portas abertas sem problema algum. Você pode ir pra praia com um grupo de amigos, deixar todos seus pertences na areia e entrar no mar, quando você voltar, tudo vai estar no mesmo lugar”. Aqui no Brasil infelizmente isso parece impossível para nós.

 

Talita também não pôde deixar de comparar a diferença entre a segurança da Austrália com a do Brasil: “Andar com seu celular independente de ser Iphone ou Samsung ou qualquer eletrônico sem medo de ser roubado é fantástico, acho que quando voltar para visitar o Brasil terei que fazer um treinamento de segurança!”, brincou.  


 

7. A comida é... digamos, esquisita

australia


Quando estamos acostumados com a nossa comidinha brasileira de todos os dias, fica difícil adaptar a outras, e a comida australiana não é das mais apreciadas do mundo! O choque cultural de Suzanne aconteceu logo no primeiro dia: “Logo quando cheguei participei de um churrasco e assim as primeiras diferenças culturais apareceram. A falta de tempero e sal na comida foi muito impactante pra mim, que sou mineira. Não consegui comer nada naquele dia, porque pra mim tudo que era servido era doce. Lembro de ter mandado um e-mail pra minha mãe contando que não era possível viver em um país onde o churrasco era doce”, revelou.


Eles não têm uma rotina de café da manhã, almoço com “comida de verdade”, lanche e um jantar. Segundo nossos entrevistados, no café da manha eles costumam comer torrada com manteiga e vegemite (uma pasta de vegetais que tem um gosto horrível mas eles adoram) ou cereais, acompanhado de café, chá ou leite. E eles têm o costume de tomar chá com leite dentro. No almoço eles comem um sanduíche leve que levam de casa – o que nossos brasileiros tiveram dificuldade em acostumar e a noite a janta costuma ser uma refeição mais pesada: macarrão, assados ou comida asiática.


Eles não têm muitas comidas típicas. Sarah experimentou carne de canguru, que segundo ela tem um gosto muito forte. “A comida foi a parte mais difícil do meu intercâmbio, eu detestava a comida australiana, então vivia comendo hambúrguer ou indo em um restaurante português que encontrei por lá”.


 

8. Os australianos aproveitam muito a vida ao ar livre

australia


Os australianos têm como parte de sua cultura o hábito de aproveitar as praças, parques, praias e principalmente o costume de acampar. “É muito comum ver famílias em parques com filhos fazendo piquenique e curtindo a natureza”, disse Henrique. Segundo Letícia, “todos os parques nacionais tem infraestrutura muito boa e a maioria tem área de acampamento. Até mesmo as pracinhas na beira da praia ou parques na cidade têm churrasqueira de uso comum”.


Sarah também comentou sobre o hábito de fazer churrasco em lugares públicos e reunir os amigos e a família. “As chapas para churrasco podem ser encontradas em parques públicos e até mesmo nas praias, e você pode usar livremente e sem precisar pagar, apenas deve deixar limpo para que a próxima pessoa possa usar também”. Enfim, os australianos aproveitam bem as áreas ao ar livre e não são um povo que ama shopping, eles preferem os parques e praias.


 

9. Os tubarões são uma realidade nas praias do país

australia

Você já ouviu falar da presença de tubarões nas praias australianas pela TV? Sim, eles são realmente comuns por lá, não é exagero da mídia. Segundo Pedro Andrade*, brasileiro que hoje mora em Adelaide, “no verão existem helicópteros, botes no mar e salva vidas na areia o tempo todo. Quando o helicóptero avista um tubarão, eles acionam um alarme muito alto para que todos os banhistas saiam da água. Os botes espantam os tubarões pra longe, e os salva-vidas então permitem a entrada dos banhistas no mar novamente quando a situação já está controlada”.


 

10. Os australianos são solidários e receptivos

australia


Nossos entrevistados tiveram boa relação com os australianos em sua estada no país. Henrique declarou-se impressionado positivamente por uma situação que presenciou no país: “Passei por uma experiência incrível em janeiro de 2011, quando morava em Brisbane. Houve uma inundação na cidade e várias casas foram destruídas, inclusive a que eu morava. Os australianos fizeram filas quilométricas pra ajudar as pessoas a retirarem seus pertences e depois da inundação a limpar as casas”. Atos solidários que realmente nos impressionam. Suzanne voltou com uma ótima impressão do povo australiano: “Os australianos são muito acolhedores e talvez por isso tive a sorte de fazer grandes amigos!”.

 

*Todos os brasileiros que pediram para não ser identificados tiveram seus nomes trocados por pseudônimos.
 

Quer fazer um intercâmbio para Austrália? Aumente as suas chances ao aprender inglês online.


Veja também:
 

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar