Como vender salada no pote: tudo que você precisa saber

As pessoas têm buscado cada vez mais opções de alimentação saudável, e é nesse cenário que vender salada no pote surge como uma solução prática. Veja como.

Como vender salada no pote: tudo que você precisa saber
O grande negócio da era da alimentação saudável

Felizmente as pessoas estão cada dia mais preocupadas com a saúde e com isso cresceu a preocupação e o interesse por consumir produtos saudaveis. E é nesse cenário promissor que surge a possibilidade de vender salada no pote para ganhar dinheiro.

Ainda que o interesse pela alimentação saudável esteja crescente há muitas pessoas que não possuem tempo ou habilidade de preparar esse tipo de refeição e acabam optando por adquirir o produto pronto. Ainda que se trate de algo simples de preparar vender salada no pote exige diversos cuidados, especialmente relacionados a higiene em sua montagem e cuidados de armazenamento dos potes.

Dicas para vender salada no pote

Aparentemente simples, vender salada no pote exige cuidados a detalhes essenciais para o sucesso do negócio. Portanto, separamos a seguir tudo que você precisa saber para produzir e vender potes de salada saborosos, de excelente qualidade e, claro, que gerem o lucro já experimentado por diversos outros empreendedores desse negócio - que teem somado ganhos que variam de R$ 500,00 a R$ 4.000,00 mensais.

Cuidados e preparo da salada no pote

Antes de mais nada é importante decidir em que tipo de recipiente (pote) a salada será montada e entregue. O mais recomendado são os potes de vidro, porém os de plástico quando bem esterilizados também são ótimas opções - além de práticas, mais econômicas. Sugerimos potes em tamanho médio de 200 ml.

O molho vai ser sempre o principal diferencial das saladas de pote e deve ser justamente ele o primeiro a ser adicionado na montagem do pote. Em seguida os demais ingredientes devem ser inseridos já picados, secos e sem calda. As folhas devem ser as últimas a serem inseridas no pote já que não devem entrar em contato com nada líquido para não murchar - quando as pontas das folhas começam a ficar escurecidas é sinal de que a salada não está mais própria para consumo. Após preparadas as saladas devem ser armazenadas na geladeira por um tempo máximo de 6 dias.

Delivery de salada no pote

Uma fase essencial ao ingressar na atividade de vender salada no pote é decidir qual tipo de modelo de trabalho irá adotar, e isso vai desde o local onde as saladas serão produzidas - o recomendável seria produzí-las em cozinha industrial apropriada, porém, de início, uma cozinha comum bem higienizada é ideal - a como serão vendidas e entregues - se via telefone ou internet, se pessoalmente ou entregas a domicílio.

Cada detalhe influencia tanto no custo de produção das saladas e repasse ao consumidor como no próprio alcance que a empresa terá de público - geralmente o contato via internet e redes sociais, por exemplo, atinge muito mais público para vendas, porém é necessário ter uma produção suficiente para lidar com a possível grande demanda de pedidos online.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Tabata Franco Tabata Franco

Paulistana, formada em Comunicação e Multimeios e em Produção de Áudio e Vídeo. Transita por produções e projetos nas áreas de cinema/vídeo, fotografia, redação e artes em geral. Comunicativa, ama a palavra, se encanta pelas linguagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar