Como fazer o vale refeição render até o fim do mês

Como o vale refeição é um benefício bônus acoplado ao salário, muitos trabalhadores perdem o controle de seus gastos. Saiba como fazê-lo durar por 30 dias.

Como fazer o vale refeição render até o fim do mês
Controle seu vale refeição para a fome não apertar no dia 20

A recessão na economia brasileira vem deixando os trabalhadores cada vez mais preocupados com a passagem de períodos de 30 dias. Quem depende de vale refeição para almoçar no horário de trabalho pode se enrolar depois do dia 20, o temido e sempre difícil final do mês. Nesse período, não é difícil observar o saldo do ticket (como também é conhecido o vale refeição) minguar dramaticamente.

Como fazer o vale refeição durar o mês todo

Como tudo que envolve finanças, garantir que o ticket de fato cubra todos os gastos mensais com alimentação no trabalho exige controle e informação. Confira nossas dicas para que você não precise apelar para a marmita quando o mês estiver chegando no fim:

Mapeie os restaurantes da região do seu trabalho

Normalmente, quem recebe o vale refeição se sente tentado a comer no restaurante mais frequentado pelos colegas de trabalho, ou o mais próximo. Esse hábito pode implicar em gastos diários acima do limite permitido, ou seja, se você recebe R$ 400,00 de crédito por mês e trabalha 20 dias, quer dizer que pode gastar no máximo R$ 20,00 diariamente. Projete seu gasto em cima do valor diário e tente encontrar um local que ofereça refeições dentro desse limite.

Quentinha delivery, sempre uma boa opção

Não é difícil encontrar um serviço de entrega de refeições em locais onde existam escritórios e empresas. Geralmente, os próprios colegas de trabalho informam, mas se ninguém conhecer, uma boa pesquisa na internet ou em aplicativos de delivery de comida podem ajudar.

Fique de olho nos “extras”

Há quem não abra mão de fazer uma refeição completa no almoço, incluindo sobremesa e com direito a bebida. Das duas, uma: ou tais luxos são eliminados, ou você reduz na refeição principal para poder gastar com bebidas ou doces no fim do almoço. Uma opção é procurar por self services onde as 100 gramas na balança sejam mais baratas.

Uma esbanjanda controlada não faz mal

Claro que ninguém precisa se alimentar num regime espartano para sempre. De vez em quando, uma ida àquele restaurante mais caro com os colegas que ganham melhor ajuda a socializar e massageia o ego. Para tanto, procure se programar, compensando com almoços mais baratos nos outros dias do mês.

Cuidado ao usar o vale refeição fora do trabalho

Usar o vale refeição nos finais de semana é um hábito para muitos trabalhadores, e que pode fazer com que o final do mês seja um verdadeiro sufoco nos dias úteis. Não há nada de errado em fazer isso, desde que os devidos ajustes sejam feitos previamente, seguindo os passos expostos anteriormente.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar