Vale a pena vender Mary Kay?

Vale a pena vender Mary Kay quando se dispõe de tempo para se dedicar ao negócio. Além de ter jeito para as vendas é preciso muito esforço e dedicação.

Vale a pena vender Mary Kay?
Vale a pena vender Mary kay quando há tempo para se dedicar ao negócio

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Para saber se vale a pena vender Mary Kay primeiro é preciso saber se o seu perfil é adequado para as vendas. Ser revendedora é uma maneira de obter uma renda extra nos tempos livres, mas as revendedoras de sucesso são aquelas que se dedicam totalmente ao negócio.

A Mary Kay está espalhada por todo o mundo e o sucesso que tem deve-se, além da qualidade dos produtos, às regras e políticas da empresa. Uma das quais é que é expressamente proibida a venda de produtos da Mary kay em lojas. A revenda deve ser feita por intermédio da consultora, seja pelo catálogo ou a pronta entrega.

A política da empresa determina que sejam realizadas sessões de consultoria de beleza, em que as clientes possam conhecer e experimentar gratuitamente os produtos da marca. É nas sessões que as vendas acontecem e isso requer tempo e dedicação. Se não tem tempo para fazer sessões frequentes, e vai estar sempre esperando que as clientes batam à sua porta, então não vale a pena vender Mary Kay. 

Como ser uma revendedora Natura: veja qual a média de remuneração

Vale a pena vender Mary Kay: como funciona a remuneração 

A Mary Kay, à semelhança de outros catálogos, oferecem uma comissão da venda à consultora. A remuneração funciona da seguinte maneira: a revendedora faz compras no site da marca com descontos que variam entre 25% e 40%. Sendo que para ter descontos é preciso atingir o mínimo de R$ 620 em compras, que correspondem aos 25%. Para obter o máximo de desconto é preciso comprar no mínimo R$ 2.800 em produtos. Assim a revendedora terá o máximo de lucro possível.

Para ter uma ideia de quanto ganha uma consultora, imagine que suas vendas atingiram os R$3.000 e, assim, terá direito aos 40% de desconto no site. Desse valor das vendas, R$ 1.200 é a comissão e o restante, R$1.800, é o que terá de pagar pelos produtos no site. A medida que for comprando, a revendedora vai acumulando pontos que, depois, servem para obter ainda mais descontos. 

Existem depoimentos de consultoras da Mary kay que afirmam terem deixado o emprego fixo e estarem a ganhar mais com a revenda comissionada. Algumas afirmam que não é preciso vender muito para alcançar uma remuneração razoável, por exemplo, com a venda de um Sistema Anti-idade TimeWise por dia, em um mês terá vendido R$ 7.098,00. Aplicando o desconto de 40% do site, a comissão nesse caso seria de R$2.839,20.

12 formas de ganhar dinheiro para além do trabalho fixo

Como se tornar consultora da Mary kay? 

Se chegou à conclusão de que vale a pena vender Mary kay, então veja como pode se tornar uma consultora. A primeira coisa a fazer é contactar uma consultora cadastrada e manifestar o seu interesse, para que ela faça o seu cadastro no site. Depois será preciso comprar o kit inicial que custa R$ 160,00 o mais básico. Mas se comprar apenas o básico, não terá direito a desconto, por isso o normal é um investimento inicial que ronda os R$ 2.000 em produtos.

QUER INICIAR O SEU PRÓPRIO NEGÓCIO?
Cadastre-se e receba as melhores dicas, informações e oportunidades para investir no negócio próprio.

O próximo passo é estudar sobre os produtos e começar a fazer as sessões de beleza. As clientes ficam a conhecer os produtos da marca, experimentam e escolhem pelo catálogo aquilo que pretendem comprar. Lembrando que, também é sempre bom ter produtos de pronta entrega. 

Com os pedidos feitos, a revendedora vai ao site e faz a encomenda, podendo parcelar o total no cartão de crédito. Conforme os pedidos aumentam, também aumentam os pontos que dão direito a mais descontos.

Vantagens  

  • Para quem prioriza a flexibilidade de horário e a independência profissional, vale a pena vender Mary kay.

  • Não existem horários e metas estipuladas e toda a organização do tempo e das tarefas fica por conta da consultora.

  • O seu ganho é proporcional ao seu trabalho. Quanto mais sessões fizer, mais chances de vender terá e, consequentemente, maior será o seu lucro.

  • As revendedoras da marca garantem que vale a pena vender Mary Kay e dão um grande apoio para as iniciantes.

  • A Mary Kay reconhece o desempenho de suas consultoras, oferecendo descontos, pontos e prêmios. Outra maneira de premiar o desempenho é fazendo desafios trimestrais em que oferecem um presente a quem atinge uma determinada quantidade de pontos.

Desvantagens 

  • O investimento inicial pode ser alto, em torno dos R$ 2.000, e corre-se o risco de não conseguir vender nada se não sair de casa para fazer uma sessão.

  • Outra desvantagem é que se a revendedora optar por vender “fiado” e for vítima de inadimplência ou atraso no pagamento, o prejuízo será dela e nunca da marca.

  • Não há segurança, não há plano de saúde, vale-transporte, vale-alimentação ou seja, a consultora trabalha por conta própria e é responsável por todos esses gastos.

  • A Mary Kay é uma marca de cosméticos relativamente caros e, portanto, corre-se o risco de fazer um grande investimento e ficar com os produtos estocados.

  Dicas

  • Não venda fiado em hipótese nenhuma. Esse é o primeiro passo para começar a perder o controle do negócio. Além disso, perde-se tempo a cobrar dívidas e gera um stress desnecessário.

  • Invista, mas com riscos calculados. Para arrancar bem, claro que é preciso ter um bom investimento inicial. Mas não invista mais do que pode, porque não há garantia de retorno rápido.

  • Faça sessões, quantas mais melhor, pois é assim que uma consultora da Mary kay ganha dinheiro. As pessoas conhecem os produtos e compram.

  • Se esforce e trabalhe muito, não pense que vai vender muitos produtos ficando em casa esperando que as clientes apareçam.

  • Tenha produtos para pronta entrega. Aproveite as promoções e os pontos para ter em estoque aqueles tipos de produtos que têm boa saída. 
Encontre a conta bancária ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Poliana Oliveira Poliana Oliveira

Nasceu em Brasília, cresceu em Goiânia e vive há oito anos em Portugal. Formada em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social, em Lisboa. Trabalha na área de Marketing Digital. Adora cães, cinema, dança e viagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar