Vale a pena comprar um iPhone? Veja se ainda compensa adquirir o aparelho

Quer saber se vale a pena comprar um iPhone e que modelo adquirir para as suas necessidades? Confira aqui.

Vale a pena comprar um iPhone? Veja se ainda compensa adquirir o aparelho
Quer tecnologia de ponta ou um modelo anterior com desempenho avançado?

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como







Será que ainda vale a pena comprar o iPhone 5s ou é melhor investir no 6? Apesar de o penúltimo modelo ter sido lançado em 2013, ainda tem muita gente que o prefere, seja pelo design, pelo tamanho da tela ou pela autonomia da bateria. Afinal, o que há de novo no modelo 6 que o distancia do 5s?

Você também pode particupar da promoção e ganhar um iPhone

Vale a pena comprar um iPhone? Qual modelo?

Depois do lançamento da última versão do iPhone, a fabricante americana decidiu manter as vendas do modelo anterior, como uma opção mais acessível a quem ainda não pode bancar o 6 ou o 6s. Quais são os motivos que podem te levar a optar entre um e outro? Veja o comparativo de decida se vale a pena comprar um iPhone e qual é o melhor modelo para as suas expectativas.

Design

O modelo 5s é mais parecido com o iPhone 4, como se fosse uma versão maior e mais achatada. As versões 6 voltaram a arredondar os cantos, lembrando o design do iPhone 3, mas também mais fino. Há quem prefira o design quadrado, e por isso deve seguir pela linha de comprar um 5s. Por outro lado, quem quer ficar por dentro das tendências e preferir um modelo mais arrendondado – e mais ergonômico, mas maior e menos “portátil” – vai querer ficar com o 6.

Atualizações

Obsolescência programada. Esse é o nome da estratégia que a Apple usa para engajar os seus consumidores a atualizarem sempre os seus produtos, mantendo-se fiéis à marca. A obsolescência programada é uma estratégia para tornar o produto obsoleto – fora de moda ou sem uso. Isso aconteceu com o iPhone 3, lançado em 2009, que já não roda praticamente nenhum app devido à incapacidade de atualizar o iOS.

Embora a versão 4 do aparelho já tenha 5 anos, a tendência é que também se torne obsoleto na nova atualização do sistema. Logo, quem pretende adquirir um iPhone para durar muito tempo deve escolher o 6, para garantir pelo menos 4 anos de uso. Mas quem não pretende ficar muito tempo com o mesmo aparelho, ainda pode apostar na versão 5 e resolver muitos dos seus problemas, já que é a primeira versão do iPhone que usa a arquitetura 64-bit, que parece que não será abandonada tão cedo pela marca.

Para 2016, está prevista uma atualização do iOS, o sistema operacional, de 10 para 11. As funcionalidades mais avançadas, é claro, vão contemplar o iPhone 6 e 6s, como o Apple Pay e o 3D Touch. Por outro lado, a versão 5 ainda terá direito à atualização, com a manutenção dos recursos presentes no aparelho no lançamento.

Smart Batery Case: a capa do iPhone que aumenta a bateria em até 25 horas

Memória

FIQUE DE OLHO NAS SUAS FINANÇAS
Encontre a melhor solução de conta bancária com o custo benefício perfeito para as suas finanças. Confira!

Um ponto a menos para o iPhone 5. No Brasil, este aparelho conta com um máximo de 32GB de armazenamento interno, enquanto o iPhone 6 e o 6s têm até 64GB de armazenamento. Logo, para quem quer mais espaço de armazenamento, vale a pena comprar um iPhone 6 ou 6s.

Fotografia

O iPhone 5S tem um sensor iSight de 8 megapixels com Flash LED True Tone. O que isso faz? Segundo a fabricante, promete melhorar o desempenho da câmera em ambientes com baixa luminosidade. O iPhone 6 não tem novidades nesse quesito e permanece com os mesmos componentes. Mas quem pretende investir no 6s Plus vai perceber uma diferença gritante na qualidade de imagem.

Além disso, os amantes de selfies vão querer ontem o iPhone 6s: com a nova função Retina Flash que contribui em ambientes escuros e uma resolução de 5MP na câmera frontal, contra os 1.2 da versão anterior, o iPhone 6s dispara à frente do seu antecessor.

Autonomia da bateria

Um assunto batido quando falamos de smartphones da Apple é a pouca autonomia da bateria. Enquanto o iPhone 5s tem uma duração de bateria de 10 horas, conectado à rede 3G, a sua versão mais atual promete 14 horas de bateria. Mas isso é muito relativo: se o dono do aparelho for um heavy user de redes sociais, não vai interessar muito se a bateria dura 7 ou 8 horas. O fato é que as baterias da Apple duram pouco.

Como uma possível solução para esse impasse, a própria Apple comercializa uma capinha com bateria extra que pode ser acoplada ao modelo 6s. As capinhas já existiam no mercado paralelo há mais de 2 anos, e o que a Apple fez foi lançar a sua própria. Quem quiser encontrar essa capinha para modelos anteriores não vai contar com um acessório oficial da marca, mas uma boa opção são as capinhas da Mophie.

Os melhores aplicativos para iPhone, segundo a Apple

Tela

O que vai mudar entre o modelo atual e os modelos anteriores da Apple é o display e como as informações são organizadas. Em relação a resolução, apesar de o iPhone 6s ter uma quantidade superior de pixels (mas não muito), a densidade dos pixels permanece nos 336 ppi. Isso significa que, em termos gerais, a nitidez vai ser a mesma.

Outro ponto a levantar é o tamanho da tela do iPhone 5s, em que o polegar de um usuário comum consegue alcançar todos os cantos da tela. É mais ergonômico do que a nova versão, mas vai deixar a desejar caso o usuário goste muito de jogar, ler ou ver filmes no aparelho.

Preços

O 5s ainda está disponível nas lojas e no site oficial da Apple no Brasil por um preço ainda salgado, considerando que foi lançado há mais de 2 anos. A versão de 16GB no site da Apple sai por R$ 2.299,00, enquanto a de 32GB está R$ 2.499,00. A quem ainda pondera comprar a versão 5s, é aconselhável que aproveite a baixa diferença de preços para o dobro de armazenamento e que adquira a versão de 32GB.

Já em relação ao iPhone 6 e 6s, os preços são os seguintes:

  • iPhone 6s: a partir de R$ 3.999,00
  • iPhone 6s Plus: a partir de R$ 4.299,00
  • iPhone 6: a partir de R$ 3.199,00

Conclusão: e então, vale a pena comprar um iPhone ou não?

Com os preços altos do modelo anterior que já tem mais de 2 anos, o consumidor precisa avaliar se é essa mesmo a escolha que quer fazer. Dependendo do orçamento, se só for possível comprar o 5s, é melhor observar as novidades de última geração da concorrência com lançamentos que têm valor igual ou inferior ao penúltimo modelo da Apple. É o caso do Moto Maxx, lançado em 2015. O aparelho promete máximo desempenho, autonomia de bateria de 40 horas e ainda é R$ 700 mais barato do que o iPhone 5s.

Por outro lado, quem quer investir no iPhone 6, 6s ou 6s Plus vai contar com tecnologia de ponta e praticamente nenhuma concorrência com o mesmo valor. Ainda assim, é preciso ponderar o investimento e analisar se compensa. A vantagem aqui é um mercado de segunda mão que favorece muito a venda de um iPhone 6 usado: se o usuário enjoar, ainda dá para cobrar um bom preço, que facilita a troca por um modelo posterior ou por um celular da concorrência com ótimo desempenho.

Encontre a conta corrente ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar