Vale a pena comprar carro sinistrado?

O que é carro sinistrado? Por que ele é mais barato que os outros? Clique aqui e descubra se vale a pena comprar esse tipo de carro.

Vale a pena comprar carro sinistrado?
Descubra qual é o significado dessa palavra tão odiada pelos vendedores de automóveis.

já fez um test drive? veja como é fácilagende grátis

Quais detalhes você fica atento ao procurar por um carro usado? Geralmente ficamos atentos a detalhes na pintura, motor, estofado etc. Mas o que acontece se no documento estiver escrito “Sinistro/Recuperado”? Não é difícil ver carro sinistrado nas garagens, hoje em dia. Mas o que isso significa? Por que isso acontece? O sinistro é o termo usado pelas seguradoras para descrever um prejuízo no veículo. Cada apólice de seguro tem os tipos de sinistros cobertos descritos no contrato. Existem dois tipos de sinistro: parcial e total. 

O primeiro acontece quando o veículo é roubado e recuperado ou que tenha sofrido algum acidente no qual o valor de reparo foi menor que 75% do seu valor de mercado. Já os veículos que sofreram a perda total são aqueles considerado inapto para trafegar ou quando o reparo supera 75% de seu valor na tabela FIPE. Em ambos os casos, o carro recebe as palavras “Sinistro/Recuperado” no documento.

O que é carro sinistrado

À PROCURA DO CARRO IDEAL?
Antes de comprar, informe-se, teste e compare. Receba no seu email as melhores dicas e ofertas imperdíveis para você encontrar o carro dos seus sonhos.

Um carro sinistrado pode ter sofrido não só um acidente de trânsito (envolvendo ou não outro veículo), como também aqueles que passaram por situações de enchente, inundaram e até mesmo pegaram fogo. A seguradora é acionada e então marca-se o carro como sinistro parcial ou perda total. Isso implica algumas complicações para o carro. No caso de sinistro parcial, o segurado paga a franquia e tem seu carro consertado, inspecionado pelo INMETRO e o documento fica marcado. Na próxima renovação ou novo seguro, essa marcação geralmente encarece o valor da apólice de 30% até 70% do valor. Caso tenha sido perda toral (PT), o veículo precisa ser reparado e certificado pelo INMETRO como apto a trafegar. Mas mesmo se o carro passar, é praticamente impossível encontrar uma seguradora que fará um contrato para esse carro, visto que uma vez ele já foi dado com destruído.

Vale a pena comprar carro sinistrado?

Geralmente esses veículos são 30% mais baratos que os normais. Mas será que vale a pena? Para aqueles que acompanham os leilões de carro, tanto pela internet como pessoalmente, financeiramente pode parecer interessante comprar um Honda Civic LXL automático 2010 com a frente batida por R$ 9 mil, imagine que o custo para consertar seja R$ 15 mil, no total são R$ 24 mil, praticamente metade do valor de mercado do veículo. O problema é que se você conseguir fazer seguro, vai ser bem acima do valor normal. Além da maior dificuldade em vender esse veículo.

Para uso pessoal é um negócio “mais interessante”, mas se a sua ideia é restaurar para vender, esta pode não ser a melhor opção. Como citei anteriormente, o documento do carro fica marcado e essa informação não pode ser omitida na hora da venda. Omissões podem ser passíveis de processos previstos no código de defesa do consumidor. A recomendação dos especialistas em direito e mecânica é evitar carros sinistrados. Se você planeja ganhar dinheiro com esses automóveis, a opção mais viável é salvar as peças em bom estado e revender.

Antes de comprar experimente. Agende um test drive online e gratuito.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar