Vacina de gatos: quais são e quando aplicar

Saiba mais sobre o calendário de vacinas de gatos e quais são as principais doenças que as vacinas protegem.

Vacina de gatos: quais são e quando aplicar
Respeite o calendário de vacinação e previna doenças no seu pet

Você sabia que as vacinas de gatos devem ser aplicadas anualmente no seu pet? Quando escolhemos um bichano para fazer parte do nosso convívio, temos que estar atentos à sua saúde e fazer esforços no sentido de prolongar a permanência deles conosco. Isso começa nos primeiros meses de vida do animal, no período de vacinação.

Veja o calendário de vacinas para cães

Vacinas de gatos: quais são e quando aplicar

As vacinas de gatos mais importantes, que devem constar no calendário de vacinação todos os anos são a Polivalente (V3 ou V4) e a antirrábica. Antes da vacinação, é importante que o bichano esteja saudável e sem sinais de febre e diarreia, além de vermifugado. Caso contrário, pode ocorrer uma falha vacinal que inibe o efeito da vacina e deixa o pet vulnerável.

A vacina tríplice, ou V3, previne os gatos de Panleucopenia, Rinotraqueíte e Calcivirose. A diferença entre a vacina tríplice e a polivalente (V4) é que esta última também protege o felino da Clamidiose. Outra diferença está na quantidade de antígenos. Seja como for, o ideal é escolher um profissional experiente para aplicar as vacinas de gatos no bichano. Abaixo, confira o período ideal para aplicação das vacinas e o intervalo mais comum entre cada uma delas:

  • Aos 60 dias: 1ª dose de V3 ou V4;
  • Aos 90 dias: 2ª dose de V3 ou V4;
  • Aos 120 dias: 3ª dose de V3 ou V4 e antirrábica.
GANHE UM INCENTIVO EXTRA PARA ficar mais bonitasaiba como

Vacinas de gatos com menos de 60 dias

Antes dos 60 dias de vida, não é aconselhável aplicar vacinas de gatos quando a mãe dos filhotes já foi vacinada. Isso porque a mãe transmite anticorpos para os gatinhos, que ficam presentes em seus organismos até os 60 dias de vida. Se a vacina for aplicada antes desse período, o seu efeito pode ser inibido e o filhote fica desprotegido.

Depois da vacinação

É normal que o seu pet fique amuado, cabisbaixo e apresente febre após a vacinação. Esses efeitos costumam durar cerca de 24 horas. Se reparar que o pet continua com febre e apresenta quadros de diarreia após a aplicação das vacinas, consulte o veterinário. Muitas vezes, as reações provocadas pelas vacinas em gatos alérgicos vão exigir que o dono ministre anti-histamínicos antes da reaplicação da dose.

Como desparasitar gatos

Antes de cada vacinação, é importante fazer uma desparasitação interna do seu gato, ministrando um comprimido de vermífugo cerca de 10 dias antes. Como efeito colateral, é normal que o bichinho fique com diarreia, principalmente quando há um parasita no seu estômago. Aplicar vacinas de gatos sem uma vermifugação prévia é outro fator que pode anular o efeito das vacinas e deixar o pet vulnerável.

Fique em forma e com saúde como você sempre quis. Veja como é fácil.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar