Quanto custa a vacina contra gripe

Separamos algumas das principais informações sobre onde tomar e quanto custa a vacina contra gripe, tanto para o setor público quanto o privado de saúde.

Quanto custa a vacina contra gripe
Os tipos e custos para se proteger do vírus nesse verão.

Uma preocupação em todo país, especialmente nas grandes cidades por conta dos altos indices populacionais, a vacina contra gripe é o principal antídoto para um vírus bastante frequente especialmente durante o verão, e que costuma pegar a todos de surpresa.

A fim de reduzir o número de pessoas infectadas pelo vírus, tanto o Sistema Único de Saúde (SUS) quanto hospitais particulares correm pra manter seus estoques abastecidos nessas épocas para dar conta de toda crescente demanda de casos na época.

Onde tomar e quanto custa a vacina contra gripe

No primeiro semestre de 2016 houve uma campanha nacional de vacina contra gripe em que foi oferecida a vacina trivalente, que protege contra três subtipos do vírus da gripe (A/H1N1, A/H3N2 e influenza B). Porém, na rede pública, a vacinação gratuita foi liberada apenas para os principais grupos de risco: crianças de seis meses a cinco anos, idosos, profissionais de saúde, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, índios, doentes crônicos e funcionários do sistema prisional.

A vacina contra gripe quadrivalente já foi aprovada para bebês a partir de seis meses de idade, mas por enquanto só está disponível nas redes de hospitais e clínicas privadas. Desenvolvida pelo laboratório Sanofi Pasteur, a vacina chama-se Fluquadri e promete proteção mais completa as pessoas que possuem o virus do tipo B, além da opção já disponível no sistema público de saúde nacional. A vacina quadrivalente, ainda disponível apenas na rede privada, custa em torno de R$120,00 (20% mais que a vacina contra gripe trivalente, já disponível pelo SUS).

Embora os dois tipos de vacina contra gripe - a trivalente e a quadrivalente - sejam diferentes, especialistas garantem que a eficácia de ambas é bastante equivalente. A sugestão é de que a vacina seja tomada anualmente para que o indivíduo esteja realmente protegido do vírus da gripe em todas suas variações.

Há pessoas que afirmam que a vacina provoca ao invés de curar a gripe. Quanto a isso médicos afirmam que a vacina demora cerca de 15 dias para surtir efeito e nesse período é necessário ter cuidado redobrado por estar ainda exposto ao vírus.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Tabata Franco Tabata Franco

Paulistana, formada em Comunicação e Multimeios e em Produção de Áudio e Vídeo. Transita por produções e projetos nas áreas de cinema/vídeo, fotografia, redação e artes em geral. Comunicativa, ama a palavra, se encanta pelas linguagens.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar