Usar ou não usar o cartão de crédito na próxima compra?

Parcelas comprometem 10% da renda dos brasileiros de baixa renda

Usar ou não usar o cartão de crédito na próxima compra?
Veja as vantagens e desvantagens do uso do cartão de crédito

Para uns o cartão de crédito pode ser o vilão das finanças, mas para outros o problemas está no uso do recurso que pode viabilizar também muitos benefícios, como o parcelamento de compras, aquisições online, além de poder socorrer o consumidor numa situação de emergência. Veja abaixo algumas das vantagens e desvantagens do cartão de crédito, que atualmente compromete a renda de 10% da população brasileira com ganhos até 5 mil reais por mês, segundo pesquisa do Guia Bolso. 

Compras num passe de mágica


Compras online - Quando se trata de compras realizadas pela internet, o cartão de crédito é o recurso mais utilizado, totalizando 73% das compras, segundo o relatório WebShoppers da E-bit, datado de 2012. Neste caso, o boleto bancário, o cartão de débito ou mesmo outras opções de pagamento online, como o PayPal, são deixadas em segundo plano.

Compre agora, pague depois - Quando se tem um cartão de crédito em mãos é difícil resistir à tentação de comprar mesmo sem ter dinheiro no momento. Isso pode ser uma vantagem se couber dentro do orçamento do consumidor e não comprometer o pagamento de outros parcelamentos. O usuário do cartão de crédito deve estar atento à data de pagamento da fatura e se a melhor opção é parcelar ou pagar à vista no crédito, para evitar juros. 

Situações de emergência - Quem já passou por uma situação de aperto já deve ter desejado um empréstimo para resolver uma série de problemas e essa é mais uma vantagem do cartão de crédito. O dispositivo pode ser utilizado para resolver imprevistos, como o pagamento de uma consulta no hospital, a compra de um medicamento ou mesmo uma viagem por motivo de urgência.  

Conveniência - O cartão de crédito já é aceito em grande parte dos estabelecimentos e é muito mais fácil carregá-lo do que uma grande quantia de dinheiro, e provavelmente mais seguro, já que em caso de roubo o cartão pode ser cancelado e seu uso bloqueado. No caso do dinheiro, uma vez levado, dificilmente retorna. 

Descontos - As bandeiras e emissoras de cartão de crédito não se cansam de criar programas de pontos e promoções para seus clientes. Descontos em cinemas, shows, restaurantes e viagens aéreas são cada vez mais frequentes e muitas vezes são exclusivos aos titulares de determinados tipos de cartão. 

Parcelamento - Parcelar é uma das maiores vantagens de recorrer ao cartão de crédito na hora de realizar a compra. Um substituto mais prático que o cheque, o cartão de crédito pode ser usado para parcelar compras no tempo permitido pelo estabelecimento. É preciso apenas estar sempre atento à existência de juros. Muitas vezes esses só são cobrados se o valor da compra for dividido em muitas parcelas, como acima de 10 mensalidades.

Nem tudo são rosas


Taxas e juros - Todo cartão de crédito possui taxas de manutenção e muitas das compras parceladas possuem juros, por isso, nem sempre o uso do cartão de crédito é bem-vindo. 

Fraudes -  O problema mais grave de se ter um cartão de crédito talvez seja o risco deste ser clonado e o consumidor vítima de uma fraude. Seja no mundo físico ou virtual, é recorrente o número de golpes aplicados por quadrilhas que fazem muitos titulares passarem por maus bocados. No entanto, em geral, a instituição financeira emissora do cartão, assim que detecta a fraude, procede de modo a ressarcir o cliente, mas isso pode levar algum tempo.

Aquisição de dívidas - Nem tudo são flores no uso do cartão de crédito e o uso consciente desse pedaço de plástico que pode possibilitar tantas compras é primordial para quem não quer adquirir dívidas. O fato de poder realizar uma compra num momento em que não se dispõe da quantia requisitada não significa que ela foi de graça e é aqui que mora o perigo. 
 
Consumismo - O fato de ter em mãos um cartão de crédito que pode realizar compras, muitas vezes ilimitadas, pode influenciar compras desnecessárias. É importante ficar atento para não usá-lo como forma de escape para frustrações ou outros problemas, pois a fatura pode se tornar mais um problema no fim do mês.


Veja mais:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar