O que é tributação simples ? Saiba se é melhor que lucro presumido

Saiba como funciona a tributação simples e o lucro presumido, mostrando as regras de cada um e quando é melhor optar pela tributação simples.

O que é tributação simples ? Saiba se é melhor que lucro presumido
Entenda as diferenças entre as tributações e escolha a melhor

Muitos empreendedores ficam na dúvida se devem adotar a tributação simples ou o lucro presumido para trabalhar as taxações de seus negócios. Saber a diferença entre essas duas formas de tributação ajuda muito na hora de fazer a melhor escolha para a empresa, além de evitar burocracias com planos errados.

O que é tributação simples

A tributação simples, também chamada de Simples Nacional, é um regime tributário facultativo voltado para micro e pequenas empresas. Ele permite o recolhimento de todos os tributos federais, estaduais e municipais em um único documento (guia), o que facilita bastante o processo.

Essa tributação é aplicável às microempresas e empresas de pequeno porte, conforme a Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006. Para escolher a tributação simples, a empresa em questão deve ter um faturamento anual de até R$ 3,6 milhões.

O objetivo da tributação simples é facilitar a vida dos micro e pequenos empresários na hora de arrecadar os tributos necessários. Além disso, o Microempreendedor Individual (MEI) também podem aderir.

Desde de 2015 a tributação simples inclui atividades de serviços profissionais (clínicas, corretores e outras profissões liberais), com alíquotas um pouco mais elevadas. Outro detalhe é que as alíquotas são progressivas

Observe-se, também, que determinadas atividades exigem o pagamento, além do percentual sobre a receita, do INSS sobre a folha. Diante destes fatos, o melhor é comparar as opções do Lucro Real e Presumido, antes de optar pelo Simples Nacional.

Além de unificar os tributos, a tributação simples também funciona como quesito de desempate para empresas que concorrem a licitações públicas.

Outras regrinhas para as empresas que vão adotar a tributação simples é estar isenta de débitos da Dívida Ativa da União ou do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

É melhor que o lucro presumido?

O lucro presumido é uma forma de tributação que determina a base do cálculo do imposto de renda e da CSLL das pessoas jurídicas que não estiverem obrigadas à apuração do lucro real.

No caso, o empresário faz o pagamento da primeira ou única quota do imposto correspondente ao primeiro período de apuração de cada ano-calendário.

Quais impostos uma empresa paga?

Para saber qual o melhor para o seu negócio é preciso avaliar as regras de cada um. Por exemplo, empresas que têm um faturamento maior que R$ 3,6 milhões não podem optar pela tributação simples.

Recomenda-se que os administradores façam os cálculos estimando receitas e custos, devidamente ajustados às expectativas realistas de seus negócios. A melhor opção é a que acaba sendo mais econômica, claro, e que também atenda às regrais legais de cada regime.

Para o micro e pequeno empreendedor, a tributação simples acaba sendo quase sempre mais vantajosa que o lucro presumido.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar