Você sabe o que é treino funcional? Veja no que difere da musculação

É possível substituir a musculação pelo treino funcional? Saiba a resposta e conheça os benefícios e vantagens da prática desta modalidade de resistência.

Você sabe o que é treino funcional? Veja no que difere da musculação
Conheça os benefícios e resultados que o treino funcional pode proporcionar

O treino funcional é uma modalidade que tem como objetivo central trabalhar o corpo como um todo, focando principalmente no trabalho cardíaco. Tal proposta, inicialmente famosa em academias ao redor do mundo, vem também conquistando os brasileiros em busca da boa forma, apresentando-se tanto em espaços fechados, quanto em praças e parques pelas cidades.

Muitos municípios, devido a demanda de praticantes da modalidade, têm contribuído para o incentivo da prática, disponibilizando instalações em parques aos seus moradores, como barras em diferentes alturas e bancos para exercícios variados e também abdominais. Tais iniciativas visam tirar proveito do excelente clima do país, que favorece a prática de exercícios ao ar livre praticamente durante o ano todo.

Treino Funcional: o que é?

O treino funcional tem seus movimentos baseados no corpo como forma de resistência ao exercício; essa é, aliás, uma das grandes vantagens do treinamento funcional, uma vez que são necessários poucos ou mesmo nenhum equipamento para a realização das rotinas de treino. Isso quer dizer que a maioria dos movimentos são baseados em atividades como pular, correr, puxar, agachar, girar e empurrar, onde o peso do corpo do praticante junto à gravidade cria o esforço. Desta forma, o grau de dificuldade do exercício passa a ser gerenciado não pelo acréscimo de peso, mas pela forma de execução, a qual deve ser muito bem orientada para que não ocorram lesões.

GANHE
UM INCENTIVO EXTRA PARA ficar mais bonita
veja mais

Benefícios

Os benefícios do treino funcional são muitos, começando principalmente pela facilidade de ser realizado em praticamente qualquer situação, o que permite seguir sua rotina fitness mesmo durante viagens, otimizando períodos onde não haverá uma academia nas proximidades. Esse treinamento ainda é uma boa opção para quem está querendo fugir das rotinas tradicionais da academia por se tratar de exercícios mais dinâmicos.
Da mesma forma que toda atividade física, a modalidade funcional também deverá ser orientada por um profissional para que não ocorram acidentes, porém, a ausência de altas cargas nos exercícios reduz consideravelmente o risco de lesões. O trabalho cardiovascular gerado pelos exercícios também representa grandes porcentagens dos benefícios, proporcionando um excelente gasto calórico, resultando em redução no percentual de gordura e aumento da definição muscular.

7 aparelhos de ginástica baratos para malhar em casa

Uma das principais diferenças do treino funcional com relação às rotinas já conhecidas está no trabalho dos músculos estabilizadores, como os localizados no abdômen, quadris e região lombar, responsáveis por estabilizar os movimentos dos exercícios. Como os músculos são trabalhados em movimentos naturais e não concentrados, tais estabilizadores são mais recrutados, contribuindo para a tonificação dos mesmos, bem como um benefício para a boa postura.

Treino Funcional vs. Treino de Força (musculação)

As diferenças entre o treino funcional e o treino de força tradicionalmente realizados em academias, fica de certa forma bem clara quando se conhece melhor a modalidade, mas ainda gera dúvida sobre a possibilidade de substituir um pelo outro. A resposta para essa questão não é única e vai depender de uma profunda análise de um profissional responsável, já que as modalidades têm objetivos, metodologias e resultados diferentes.

O ideal indicado por muitos treinadores é que se combine as duas atividades; o método funcional tem como objetivo trabalhar o core do corpo e manter uma estética harmoniosa mas, apesar de proporcionar volume muscular não apresenta os mesmos resultados que a musculação nesse quesito.

Existe ainda o fator de condicionamento físico anterior ao início da prática. Indivíduos que tiveram pouco ou nenhum contato com atividades físicas podem sentir muita dificuldade ao iniciar um treino funcional, tanto pelo grau de resistência corporal quanto risco de agravar lesões já existentes e que devem ser consideradas antes de iniciar a rotina.

Quanto custa fazer um treino funcional?

Ainda que a modalidade possa ser praticada gratuitamente ao ar livre por indivíduos que já possuam determinada familiaridade com a rotina, o preço do treino funcional nas academias é muito variável de acordo com o lugar e o pacote que se contrata.

Atualmente, muitas academias já oferecem pacotes que incluem tanto o treino funcional quanto a musculação tradicional. Para se ter uma ideia, quem deseja iniciar e se focar na atividade, o preço para duas aulas semanais de 50 a 60 minutos, em turmas reduzidas na cidade de São Paulo sai em média R$ 170 ao mês. Lembrando que muitas academias incluem nos valores - ou por pequenos acréscimos -, o acesso às atividades tradicionais de musculação.

Fique em forma e com saúde como você sempre quis. Veja como é fácil.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar