Como funciona o transporte de animais em viagem de avião

Para viajar com animais de estimação é preciso estar atento às regras de transporte de animais das empresas e também prezar pela saúde do bichinho.

Como funciona o transporte de animais em viagem de avião
Tudo o que você precisa saber para viajar com pets

Você já viajou de avião com o seu pet? Atualmente, as 4 principais empresas aéreas brasileiras já aceitam o embarque de animais vivos em suas aeronaves. Essa é uma uma ótima oportunidade para você levar os seus bichinhos de estimação durante as viagens e não ter aquele velho problema de não ter com quem deixá-los. As regras para o transporte de animais em avião são muitas, e é preciso seguí-las à risca. Mas é algo perfeitamente viável, e depois da primeira experiência você e seu pet vão tirar de letra e estar prontos para as próximas. Veja quais são as regras e como preparar o seu bichinho para viagens aéreas.

Transporte de animais em avião – passo a passo para respeitar as regras e preservar a saúde do seu pet

Confira abaixo dicas para fazer o trajeto aéreo com segurança e tranquilidade.

 Trajetos Curtos Se você for voar com seu bichinho de estimação pela primeira vez, escolha trajetos curtos. Você ainda não sabe como ele vai reagir à experiência, então é melhor que a adaptação seja feita em um vôo que dure pouco tempo.

 Atenção às regras Consulte as regras e restrições da empresa aérea que você vai voar antes de comprar a passagem. A Gol, Tam, Azul e Avianca Brasil permitem o embarque de animais, mas existem regras e restrições que precisam ser cumpridas.

 Documentação do Pet em dia – as companhias aéreas exigem que os animais tenham documentos que comprovam a saúde do bichinho antes do embarque. Normalmente são exigidos um atestado sanitário (documento emitido por um veterinário que comprova que o animal está saudável) com validade de 10 dias após a emissão e a carteira de vacinação atualizada (que certifique que os cães possuem a vacina antirrábica aplicada há no máximo um ano). As exigências mudam de acordo com a companhia, tenha toda a documentação em mãos antes de embarcar.

10 truques para economizar muito ao fazer reservas de hotéis

4º Embalagem adequada – você deve providenciar uma embalagem de tamanho adequado para transportar o seu animal. Ele tem que poder ficar em pé e dar a volta em torno de si mesmo (360 graus) dentro da embalagem, que deve ser resistente, ventilada e própria para o transporte de animais. Leve as especificações da companhia aérea para medir e comparar as dimensões na loja e pesar a embalagem + o pet. Utilize um tapete higiênico para forrar a embalagem e deixe uma pequena peça/pedaço de roupa com ele dentro da caixa, caso ele sinta frio.

5º Visita ao Veterinário – Cerca de uma semana antes do dia do embarque, leve seu bichinho ao veterinário. Ele fará uma inspeção no animal para saber se ele está bem de saúde e em condições de viajar. Peça a ele que emita o atestado sanitário. Indicamos uma semana de antecedência pois o atestado tem validade de 10 dias em todas as companhias aéreas, e 7 dias é tempo suficiente para tratar o bichinho caso ele tenha alguma doença leve.

6º Evite dar calmantes – Não dê calmantes ao seu pet a não ser que essa medida seja expressamente indicada por um veterinário de confiança.  Os calmantes podem gerar sedação excessiva, relaxamento muscular exagerado, excitação e ansiedade paradoxal e podem contribuir para a desidratação, processo que já acontece naturalmente nos pets em avião.

7º Dê banho – na véspera da viagem, dê um bom banho e apare as unhas do seu pet. É importante que ele esteja limpinho e asseado. Ofereça somente alimentos leves no dia da viagem, e a última refeição deve ser feita 2-3 horas antes do embarque, para evitar enjôos. Antes de entrar no avião, passeie bastante com o bichinho para estimulá-lo a urinar e defecar.

8º Identificação do animal – tanto o bichinho quanto a embalagem devem estar devidamente identificadas, principalmente se o animal for no porão. Na coleira, deixe o nome do animal, o seu e o seu contato. Na embalagem, deixe o seu nome, contato e as informações do seu vôo.

9º Evite embarcar com muita antecedência – quanto menos tempo o bichinho ficar confinado, melhor. Portanto, evite embarcar com muita antecedência, a não ser que ele se moste muito nervoso ou ansioso no aeroporto. Brinque com ele, ofereça carinho e ajude-o a relaxar.

Ranking das melhores cias aéreas para viajar dentro do Brasil

O transporte de animais no porão da aeronave

Os animais de estimação de grande porte precisam ser transportados no porão. Somente a Tam e a Gol levam pets grandes (de no máximo 30 a 45 quilos) no compartimento de bagagens do avião, eles não podem ser transportados na cabine. No porão, as embalagens do pet são presas por cintos de forma que ela fique firme e não balance durante o vôo. O local fica iluminado durante todo o vôo. Na hora do desembarque um funcionário da empresa aérea retira o animal do porão e leva até a sala de desembarque, ele não é colocado na esteira junto das malas.

Como preparar o animal para a viagem

Esta é uma etapa muito importante no transporte de animais em avião. Mesmo que o seu pet seja muito tranquilo, ele precisa se preparar para a experiência da viagem, para que não fique estressado e não cause tumulto no vôo. A preparação deve começar 15 dias antes do embarque.

GANHE
UMA VIAGEM
veja como concorrer

Adapte o animal à embalagem

O bichinho tem que se habituar a estar dentro da embalagem sem ficar tenso ou estressado. Por isso, compre a embalagem com antecedência, deixe-a aberta em um lugar onde o pet está na casa e torne-a familiar ao bichinho: dê comida lá dentro, coloque brinquedos dentro da embalagem, coloque mantas para ele gostar de estar lá dentro.  Em seguida, quando ele já estiver se habituando com ela, começe a levá-lo de um lugar para outro com a portinha fechada. Nas primeiras vezes ele vai estranhar o confinamento, mas logo depois se habitua. Portanto, faça esse transporte de portinha fechada algumas vezes antes do vôo.

Gradativamente, aumente o tempo que ele fica dentro da embalagem. Ele vai precisar estar dentro dela fechado por um bom tempo, então passe a utilizá-la não só para transportar, mas deixá-lo fechado por um certo tempo para ele se habituar. Se o seu animal for viajar no porão, ele precisa se habituar a estar dentro da embalagem fechada sem que ninguém esteja por perto.

Regras básicas das companhias aéreas para o transporte de animais

Avianca Brasil

Você pode embarcar com um animal de estimação na cabine desde que ele tenha até 8 quilos (peso do animal + embalagem). A taxa de transporte animal é de R$200 e você não pode levar o animal no porão, só na cabine. Você precisa avisar a Companhia Aérea que irá levar o animal com você no mínimo 2 horas antes do vôo. Confira todas as regras e restrições da Avianca para o transporte de animais aqui.

Os melhores cartões de crédito para acumular milhas

Azul

Você pode embarcar com animal de até 5 quilos (somado o peso do animal + embalagem) na cabine da aeronave, não é permitido levar animais no porão. A taxa de transporte animal é de R$200 e você precisa avisar à Azul que irá levar o seu pet com 24 horas de antecedência ao vôo. Mais informações no site da Azul.

Gol

Você pode embarcar com animais nas aeronaves da Gol na cabine ou no porão. Para voar na cabine, o peso do animal + embalagem deve ser no máximo 10 quilos, e o custo é de R$150. Para voar no porão, o peso do animal + embalagem deve ser até 30 quilos e o custo é calculado da seguinte maneira: R$90 + o peso da animal e da embalagem multiplicado por 1% da tarifa cheia. Você precisa informar a companhia que irá voar com o seu pet no mínimo 3 horas antes do vôo. Mais informações sobre o transporte de animais da Gol, no site oficial da empresa.

Tam

É permitido embarcar com animais domésticos na cabine e no porão das aeronovas da Tam. Para voar na cabine, o peso do animal + embalagem deve ser no máximo 7 quilos, e o custo é de R$200. Para voar no porão, o peso do animal + embalagem deve ser até 45 quilos e o custo é calculado da seguinte maneira: R$90 + o peso da animal e da embalagem multiplicado por 0,5% da tarifa cheia. Para embarcar com o animal na cabine, você precisa avisar à companhia com 24 horas de antecedêmncia. Para embarcar com o animal no porão, a antecedência deve ser de 48 horas. Saiba mais informações no site da Tam.

Fique por dentro de dicas para economizar nas suas viagens nacionais e internacionais.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar