Quer financiar um carro?

Receba já uma cotação com a melhor solução de crédito para você

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Seguinte

Como transferir o financiamento do seu carro

Desde mudar de banco até transferir para outra pessoa: conheça formas de transferir o financiamento do seu veículo.

Saiba como transferir o financiamento de um veículo

Acompanhe suas séries preferidas. Assine a TV a cabo sob medida para você.
 
Na hora de comprar um carro, buscar a melhor forma de pagar é importante para manter as contas da família equilibradas. Como dificilmente comprar um carro à vista é uma opção, recorrer a um financiamento de veículo pode ser uma alternativa.
 
 
Quer comprar um carro?
Faça já uma simulação e encontre a melhor solução de crédito para comprar o seu veículo sem se endividar.
 
Mas, infelizmente, nem sempre sai tudo como o planejado, e algumas situações fazem com que pagar o carro não seja mais possível. Se no meio do caminho você percebeu que não vai mais conseguir pagar as prestações, saiba que pode transferir o financiamento para outra pessoa ou até mesmo para outro banco ou financeira.
 
Não caia em desespero, tente solucionar este problema da melhor forma possível. Conheça duas formas de transferir o financiamento do seu veículo e saia do aperto.
 

Saiba como melhorar o desempenho do seu carro.
 

Transferir o financiamento para outra pessoa

  • Como em qualquer situação, o primeiro a ser avisado precisa ser o banco ou financeira para terem conhecimento do interesse de repassar as parcelas a outra pessoa.
 
  • Após isso, e para que o processo seja rápido, é importante que veículo esteja sem débitos como multas, IPVA, DPVAT, licenciamento e inspeções.
 
  • De forma geral, essa transferência não é muito difícil para ser aceita. O que as financeiras exigem são provas de que a pessoa que vai assumir o financiamento tenha condições de honrar o contrato. Exigir a comprovação de renda, por exemplo, por ser uma forma de atestar as condições do novo devedor.
 
  • Mas como a análise de troca de financiamento varia de acordo com o banco, é importante ver as condições da empresa escolhida e analisar bem para fazer o melhor negócio para todos.

Álcool ou gasolina: saiba o que compensa mais.
 

Transferir o financiamento para outro banco ou financeira

  • Desde maio de 2014 foi regulamentada uma regra que permite a portabilidade de dívidas, dando o direito a um devedor de transferir um empréstimo ou financiamento para outro banco a fim de obter taxas de juros menores.
 
  • Esta portabilidade aplica-se à migração de linhas de crédito como financiamentos de imóveis, crédito consignado, financiamentos de carros, entre outras.
 
  • Embora já existisse, a portabilidade de crédito era pouco realizada e não regulamentada. Para fazer a transferência, é preciso solicitar junto à instituição financeira para onde o devedor quer migrar sua dívida, e a própria instituição entra em contato com o banco ou financeira onde o crédito foi originalmente concedido.
 
  • É importante salientar que esta mudança visa alterar as taxas de juros. O valor do empréstimo ou financiamento e o prazo devem permanecer os mesmos na nova instituição financeira.

 

Já pensou em poupar fazendo um consórcio de carros? Veja como é fácil.

 

Leia também:

Gostou? Compartilhe!
Carolina Benevides Carolina Benevides

Jornalista brasileira, Carolina Santarosa é formada pela Universidade de Fortaleza desde 2011. Atualmente cursa o 2º ano do Mestrado em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto. A profissional já trabalhou no marketing da Red Bull, foi Assessora de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação de Fortaleza e do North Shopping Fortaleza. Fez intercâmbio acadêmico nos Estados Unidos e atualmente mora no Porto (Portugal).