Onde deve haver mais trabalho no exterior para brasileiros em 2016?

Onde há mais oportunidades de trabalho no exterior para brasileiros em 2016? Saiba um pouco mais sobre a obtenção de vistos para trabalhar legalmente no exterior.

Onde deve haver mais trabalho no exterior para brasileiros em 2016?
Veja os países menos burocráticos se você procura trabalho no exterior para brasileiros em 2016

Quais são os países que mais oferecem trabalho no exterior para brasileiros? Obviamente, os países para os quais mais brasileiros emigram atualmente estarão no topo da lista. Mas você sabia que existem países em que dá para se candidatar para obter a residência e autorização de trabalho, consoante as suas qualificações? Falando sobre as contratações legais e países menos burocráticos de obter o visto remotamente, elaboramos uma lista em que figuram as melhores oportunidades de trabalho no exterior para brasileiros.

Trabalho no exterior para brasileiros 2016: para onde ir?

Alguns países, como Canadá e Nova Zelândia, têm uma política de povoamento preparada em que é possível se candidatar para emigrar, mas é preciso conhecer o idioma e ter qualificação profissional e acadêmica adequadas. Outros países, como Irlanda e Austrália, não exigem a qualificação, mas há muitas chances de obter uma oferta de trabalho em posição subalterna. Quem trabalha com TI tem demanda em praticamente todo o mundo. Quer saber quais são os países que mais oferecem trabalho no exterior para brasileiros? Veja a seguir.

Canadá

Canadá
 

O país já é conhecido por estar de braços abertos aos imigrantes e oferecer trabalho no exterior para brasileiros (e demais imigrantes). Especialmente agora, em que o Partido Liberal venceu as eleições e promete facilitar a contratação de estrangeiros no país. Depois do novo processo de aquisição de vistos “Express Entry”, implantado em 2015, é ainda mais fácil encontrar trabalho remotamente e já sair do Brasil com o visto adequado. Basicamente, é uma plataforma em que um candidato qualificado manifesta o interesse de trabalhar no Canadá. Assim que tiverem uma alta demanda por este tipo de profissional, os melhores rankeados são chamados para uma entrevista. Saiba mais sobre o Express Entry clicando aqui

Austrália

Com cerca de 1 habitante por 20km², ir para trabalhar na Austrália é mudar-se para um país que incentiva a imigração para povoamento do país que é relativamente novo, mas muito promissor. É possível entrar no país por meio de um programa de aulas de inglês combinado ao trabalho e, se alcançar um cargo de gerência ou executar uma atividade em que há demanda por profissionais no país durante o período de validade do visto, é possível estender a estadia sem permanecer ilegal. Além disso, após 6 anos de visto ininterrupto, é concedida a residência permanente no país.

APRENDA
INGLÊS
E GANHE O MUNDO
comece já a estudar

Nova Zelândia

É um dos países em que se pode aproveitar a praia, a montanha e a neve num só lugar. A Nova Zelândia é um país que precisa de mão-de-obra qualificada e capaz de se manter sem precisar de ajudas do governo. Se você tem bom nível de inglês, experiência de trabalho e graduação completa, há grandes chances de ser selecionado pelo programa de imigração do país que oferece trabalho no exterior para brasileiros e demais nacionalidades. Antes de tudo, é necessário fazer um teste no site da imigração neo-zelandesa clicando aqui, para verificar se você atinge o mínimo da pontuação. Se atingir, é elegível a dar entrada na manifestação de interesse em emigrar, por meio do Skilled Migrant Category, e ser selecionado pelo governo para mudar-se para o país.

Noruega

Noruega
 

O país com um dos maiores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo precisa de mão-de-obra nas áreas de medicina, enfermagem, automação, mecânica, mecatrônica e educação. Tal mão-de-obra não consegue ser suprida pelos trabalhadores locais, por isso para quem deseja trabalhar na Noruega saiba que o país está de portas abertas à imigração legal e tem a intenção de contratar cerca de 14 mil profissionais estrangeiros.

Irlanda

Para quem deseja trabalhar na Irlanda, saiba que este é um país que precisa de mão-de-obra brasileira para áreas que não requerem formação acadêmica específica, como o trabalho em restaurantes, lojas de conveniência, baby sitting e limpeza. No entanto, há também grandes oportunidades em TI e em empregos que exigem o domínio da língua portuguesa: é na Irlanda onde fica a sede europeia do Google, uma unidade da SAP e diversas outras empresas de tecnologia da informação que procuram profissionais qualificados e fluentes em português com frequência. Uma ótima oportunidades de trabalho no exterior para brasileiros.

Uruguai

Importante ressaltar que não adianta partir para o Uruguai com um portunhol e uma classificação no idioma do tipo “sei me virar”. Da mesma maneira que uma empresa brasileira não contrataria um uruguaio que não falasse português em nível intermediário, a recíproca também é verdadeira. Ainda assim, existem vagas em telemarketing para lidar com clientes brasileiros, que podem ser uma solução a quem quer aprender o idioma e trabalhar ao mesmo tempo.

Chile

Chile
 

Com qualidade de vida de primeiro mundo e um IDH semelhante ao de Portugal, trabalhar no Chile significa ir para um país em pleno desenvolvimento que tem muito a oferecer aos imigrantes e é muito amigável com os brasileiros. O país tem boas opções de educação básica e superior e as oportunidades de trabalho no exterior para brasileiros estão nas áreas de mineração, engenharias e tecnologia da informação. A diferença é que lá as férias são de 15 dias úteis e não existe décimo terceiro.

Trabalhar no Mercosul

Existe um acordo de circulação no Mercosul, mas não é só a possibilidade de viajar portando apenas o RG, ao invés do passaporte. Em países-membro do Mercosul, é possível pedir a Autorização de Residência para quem tem a intenção de se mudar e ter a autorização para trabalhar em qualquer um dos países integrantes do acordo: Uruguai, Brasil, Colômbia, Paraguai, Argentina, Bolívia, Equador, Peru e Chile. Acesse o link e saiba mais sobre a concessão de autorização de residência em países integrantes do Mercosul. E mais uma dica: pesquise sobre a legislação trabalhista antes de emigrar. Apesar de o Brasil não estar em sua melhor forma no que diz respeito à economia, ainda é um país que aplica as leis trabalhistas e concede muitos benefícios aos trabalhadores.

Aumente as suas oportunidades profissionais com o curso certo. Confira essa oportunidade!

Veja também: 

Gostou? Compartilhe!
Gabriela Ventura Gabriela Ventura

Natural de São Paulo, estudante de Publicidade e Propaganda na USP. Não tem hobbies fixos nem rotina, é apaixonada pelo imprevisto. Foi fazer intercâmbio em Lisboa e... estendeu a estadia por tempo indeterminado.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar