Como trabalhar em bares e pubs no exterior. Salários atigem R$ 5 mil

Você já se imaginou trabalhando no exterior ganhando até R$5 mil por mês? É possível. Descubra como trabalhar em bares e pubs fora do Brasil. 

Como trabalhar em bares e pubs no exterior. Salários atigem R$ 5 mil
Fora do Brasil, trabalhar em bares e pubs pode te render um bom salário

Trabalhar em bares ou pubs provavelmente não foi seu sonho de infância e nem deve ter passado pela sua cabeça muitas vezes no Brasil. Isso porque é uma profissão pouco valorizada, mas se você quer estudar e trabalhar no exterior, pode ser uma profissão para se pensar. Isso porque em países como a Irlanda, os salários chegam até R$ 5.000 por mês para profissionais da área.

 

MAIS VAGAS
Faça agora o cadastro gratuito no E-Konomista e receba diariamente oportunidades e vagas no Brasil e exterior. Vamos te ajudar na sua trajetória profissional! 

Veja a lista que o E-konomista separou com os melhores países para se trabalhar em bares e pubs no exterior.

 

Países para trabalhar

 

Itália

Aposto que sempre que você pensou na Itália, nunca pensou em um lugar com muitos bares. Mas acredite, tem muitos e ficam cheios! Os bares costumam abrir bem cedo, por que servem desde o café da manha e almoço, até os aperitivos tarde da noite para acompanhar um bom vinho ou cerveja. É importante lembrar que para trabalhar na Itália é preciso estar estudando italiano e ter um inglês intermediário, por que com certeza vai atender muitos turistas.


Um fato curioso é que a Itália não tem um salário mínimo por hora estipulado por lei, por isso é pago um salário médio que para esse tipo de trabalho varia entre os € 600 e € 800 (é possível ganhar até R$2.800) dependendo da sua experiência e/ou da cidade que está trabalhando. Em Roma por exemplo, se pagam melhores salários por ter um custo de vida superior as demais cidades.

 

 

 

 

Estados Unidos

Nos Estados Unidos, o conceito de bar é um pouco mais parecido com o brasileiro. Pessoas sentadas em mesas de amigos, tomando cerveja e sempre acompanhado de algum tipo de comida e assistindo futebol americano. O mais comum é comer batata frita com queijo e bacon. Uma vantagem para os trabalhadores americanos, é que os bares raramente ficam abertos depois das 2h da manha.


Para trabalhar nos EUA, é preciso primeiramente um visto e um passaporte, e claro, o inglês no mínimo intermediário. Quem trabalha no tão sonhado Estados Unidos, recebe por hora de trabalho cerca de US$7,25 o que pode lhe render ao fim do mês no mínimo US$1.212 (quase R$3.500). Além do salário, é muito normal na maior parte dos estados americanos pagar gorjetas entre 15% e 20% do valor da conta, o que geralmente garante quase um salário extra ao fim do mês.

 

 

Irlanda

Na Irlanda, os pubs fazem parte da cultura local. Existem centenas deles espalhados por todos os lados, e os mais tradicionais estão em Dublin no famoso bairro The Temple Bar. Normalmente os pubs ficam lotados do meio da semana, até o final de semana, e pode ainda atrair mais pessoas em época de jogos de rugby.


Para trabalhar em bares e pubs na Irlanda, você vai aprender tirar um perfeito pint de Guinness e servir o tradicional Jameson. O que é mesmo necessário é ter um inglês intermediário e distribuir seu currículo pessoalmente, isso faz toda diferença. O salário mínimo é calculado por hora: € 9.40, o que pode lhe render ao fim do mês no mínimo € 1.461,85 (quase R$5.000).

 


Como elaborar o CV

A melhor maneira de encontrar vagas para esse tipo de trabalho é a internet, mas se engana se pensa que é melhor maneira de enviar seu CV. O contato pessoal é importante nesse caso para que o proprietário veja que você fala bem, é preciso mostrar atitude e não ter vergonha, uma vez que você vai trabalhar com o público. No CV, só coloque informações relevantes para esse trabalho, esqueça aquele cursinho de excel que você fez. Se possível colocar uma foto no CV, a aparência conta muito nesse tipo de contratação.


Estudar e trabalhar

Trabalhar em pubs e bares no exterior pode ser um bom negócio financeiramente falando, mas você precisa ter perfil. Ficar acordado de madrugada e trabalhar aos finais de semana pode ser um pesadelo para algumas pessoas, enquanto parece o trabalho dos sonhos para aqueles que gostam de uma vida agitada, sempre com boa música e conhecendo pessoas novas. É uma ótima oportunidade para aprimorar seu conhecimento no idioma local e guardar dinheiro, uma vez que é muito valorizado em relação ao real.

 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Fabiane Fernandes Fabiane Fernandes

Brasileira, graduada em Publicidade e Propaganda com extensão em Marketing de Relacionamento, com intercâmbio em Limerick na Irlanda, blogueira, morando no Porto (Portugal).

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar