Antes de viajar, conheça os tipos de tomadas e voltagens do destino

Vai viajar? É preciso ter um adaptador de tomadas para seus eletrônicos. Confira tipos de tomada e voltagens nos destinos mais procurados pelos brasileiros.

Antes de viajar, conheça os tipos de tomadas e voltagens do destino
Veja as tomadas e voltagens dos destinos mais comuns para viajar

Quando vamos viajar, precisamos ficar atento aos tipos de tomadas e voltagens da cidade destino, pois podemos queimar nossos aparelhos eletrônicos ou levar um peso desnecessário em caso de incompatibilidade. Veja no nosso artigo os padrões de tomada e voltagens no Brasil e no mundo.

Tipos de Tomadas – o padrão brasileiro

O padrão brasileiro de tomadas – aquele com 3 pinos – não é muito popular no resto do mundo, por causa da adaptação: eles são compatíveis somente com as tomadas brasileiras mais recentes. A verdade é que esse padrão é mais seguro, pois o terceiro pino faz conexão com o fio terra evitando que o utilizador sofra um choque elétrico ao ligar aparelhos que estejam em curto-circuito. Além disso, o padrão brasileiro de tomadas tem concavidade, ou seja, o plugue encaixa-se em uma pequena concavidade dentro da tomada, fica mais protegido e garante a maior segurança.

Se é mais seguro, o melhor é aceitar, trocar as tomadas de casa e fazer uso dos aparelhos com segurança. Mas e ao viajar, o padrão brasileiro se adapta aos demais países? Não. O padrão que utilizamos no Brasil é chamado de Tipo N e só é usado aqui e na África do Sul. Mas esse não é um problema exclusivo do Brasil, existem 14 tipos diferentes de tomadas diferentes patenteadas em todo o mundo. O tipo mais impopular é o padrão H, utilizado somente em Israel.

10 truques para economizar muito ao fazer reservas de hotéis

As diferenças nos tipos de tomadas – por que não padronizaram?

Existiu uma reunião agendada com cientistas, engenheiros e representantes dos países para definir um padrão unificado de tomadas. No entanto, nesse mesmo período estourou a Segunda Guerra Mundial e o assunto foi deixado de lado. Como a conversa não foi retomada, cada país criou o seu padrão, de acordo com as suas normas técnicas e de segurança.

O padrão americano – aquele com dois pinos achatados – é o mais comum atualmente porque cerca de 40 países imitaram esse padrão para se adaptar melhor aos eletrônicos produzidos nos Estados Unidos. No entanto, os engenheiros elétricos não concordam com a padronização do plugue americano pois não há provas que ele seja mais seguro do que os outros, ao contrário, ele parece ser mais inseguro do que o padrão europeu e o brasileiro, por exemplo.

Tipos de tomadas dos países dos países mais visitados por brasileiros

Se você vai fazer uma viagem internacional, fique atento ao tipo de tomada que eles têm por lá. Lembramos que a maioria dos países utiliza mais de um padrão de tomadas. Veja a descrição dos padrões e os países que as utilizam abaixo:

Padrão A e B: o padrão A é o clássico americano de dois pinos achatados, e o B é semelhante mas com o pino redondo que liga ao fio terra formando um triângulo. Esses dois padrões são utilizados: nos Estados Unidos, no Canadá, no México, na Venezuela, na Colômbia e no Peru. A China e a Bolívia utilizam o padrão A, mas não o B.

Padrão C: este padrão são dois pinos redondos e afastados (mais afastados e mais largos do que os nossos do padrão brasileiro). Eles são comuns em muitos países que os brasileiros visitam, como: Peru, Bolívia, Paraguai, Chile, Uruguai, Argentina, China, Holanda, Alemanha, França, Portugal, Espanha, Suíça e Itália.

Padrão E: é um padrão francês, semelhante ao C e ao F, mas que só é utilizado e fabricado na França.

Padrão F: este é uma padrão comum na Europa. Ele é semelhante e compatível ao padrão C mas o plugue é mais largo, encaixa perfeitamente à concavidade, o que dá mais firmeza, segurança e estabilidade ao pluge. É utilizado no Uruguai, Alemanha, Holanda, Portugal, Espanha e Itália.

GANHE
UMA VIAGEM
veja como concorrer

Padrão G: é o padrão inglês, que não é compatível com nenhum dos outros padrões comuns citados acima. Ele também é utilizada na Irlanda.  Ou seja, vai pra Londres ou Dublin? Todo mundo tem que comprar um adaptador. Mas eles custam barato e muitos hoteis oferecem.

Padrão I: é um padrão pouco usado, com o fio terra fino e centralizado. Mas como dois países que os brasileiros vão muito os utilizam, ele está aqui na lista: é usado na Argentina e na China.

Padrão J: você vai encontrar o padrão J na Suíça. O padrão mais utilizado por lá é o tradicional europeu C, mas há muitos eletrônicos suíços que usam o padrão J.

Padrão L: utilizado no Uruguai, no Chile e na Itália.

Padrão N: utilizado no Brasil e na África do Sul.

Os demais tipos de tomada não foram citados por não serem utilizados em países que os brasileiros visitam com frequência.

Adaptador Universal de Tomadas

Existem adaptadores que podem ser utilizado em todos os tipos de tomada de mais de 150 países. Eles são grandes e pesados, mas se você viaja para vários países vale a pena adquirir. Eles custam entre R$ 14,99 como este da Walmart, até R$ 28,90, como este do Extra.

Voltagens

Mesmo em viagens dentro do Brasil, precisamos ficar atento às voltagens. Em território nacional, há regiões que utilizam 110V ou 220V, e mesmo algumas cidades que utilizam voltagem diferente do resto do Estado. É preciso ficar atento pois utilizar em voltagem errada pode danificar o seu aparelho eletrônico.

Dentro do Brasil

Como não há um padrão exato, divulgamos aqui uma lista das voltagens de cidades turísticas do Brasil, em ordem alfabética, para você verificar a voltagem utilizada por lá antes de fechar as malas:

110 V Angra dos Reis, Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Búzios, Cabo Frio, Campo Grande, Campos do Jordão, Corumbá, Cuiabá, Curitiba, Foz do Iguaçu, Guarapari, Guarujá, Ilha Bela, Ilha do Mel, Ilha Grande, Macapá, Manaus, Ouro Preto, Paraty, Porto Alegre, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, Santarém, São Paulo, Tiradentes, Vitória.

220 V – Balneário Camboriú, Blumenau, Brasília, Caldas Novas, Canela Fernando de Noronha, Goiânia, Gramado, Jericoacoara, João Pessoa, Maceió, Maragogi, Morro de São Paulo, Natal, Palmas, Parnaíba, Porto de Galinhas, Porto Seguro, Recife, São Luís,  Teresina

Como funciona o transporte de animais em viagens de avião

No Exterior

Também há variações dentro dos países do exterior. Utilizamos esta lista feita pelo site CI Intercâmbios que dá uma noção geral das voltagens praticadas pelos países que os brasileiros mais visitam, dê uma olhada:

  • América do Sul: A maior parte dos países adota 220 volts. A Colômbia e o Equador são as exceções, com 120V, e o Brasil utiliza as duas.

  • América do Norte: Os Estados Unidos, Canadá e México utilizam o mesmo padrão variável, de 110V a 127V.

  • Europa: Também segue padrão unificado, de 220V a 240V.

  • Oceania: As Austrália e Nova Zelândia usam somente a voltagem 230V.

  • Ásia: O Japão adota 110V, enquanto China e Índia são 220V.

  • África: Na África do Sul, a voltagem é 220V.

Fique por dentro de dicas para economizar nas suas viagens nacionais e internacionais.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar