Que tipo de profissional você é? Descobrir é fundamental para carreira

Identificar que tipo de profissional você é vai tornar mais fácil suas próximas ações. Faça o teste e descubra qual é o seu perfil.

Que tipo de profissional você é? Descobrir é fundamental para carreira
Primeiro passo para crescer profissionalmente começa aqui

Dando uma boa observada no escritório, você se deu conta que seus colegas de trabalho se comportam de formas diferentes. Isso porque, felizmente, não somos todos iguais. Analisando mais de perto, chegou à conclusão de que são profissionais totalmente diferentes apesar de, muitas vezes, exercerem funções similares.

Muitas das nossas características pessoais convergem para o setor profissional e acabam por moldar a nossa personalidade corporativa. Assim, originam-se perfis distintos no ambiente de trabalho. Alguns, seja pelo dinamismo ou pela disposição em arregaçar as mangas, têm muito mais probabilidade de galgar os degraus do sucesso do que outros.

Qual é o seu perfil?

Saiba em qual categoria você se encaixa.

1- O Estrategista

Como o nome já explicita, é bastante dado a estratégias e excelente em fazer planejamentos. O estrategista tem um foco no futuro e trabalha para alcançar resultados a longo prazo. A sua forma de conseguir isso é ser bastante perfeccionista e esforçar-se para cumprir suas tarefas com exímio. Não gosta de interrupções e dedica-se a apenas um projeto de cada vez. Concentra-se naquilo e vai até o fim, garantindo que tudo sairá na perfeição e que o feedback será o melhor possível.

No ambiente social da empresa, pode até ser introspectivo, mais calado, tímido porque prefere manter o foco no trabalho. Tem alguns problemas com prazos por ser muito detalhista, mas é dotado de um excelente raciocício lógico. Esse profissional bastante batalhador tem grandes chances de sucesso na carreira. Para que tudo aconteça, só é preciso trabalhar um pouco mais nas relações interpessoais. Afinal, networking é uma parte importante da vida corporativa.

OPORTUNIDADE DE EMPREGO
O E-Konomista não brinca em serviço, e vai te ajudar a encontrar a oportunidade certa. Faça o cadastro gratuitamente e receba vagas no Brasil e no exterior.

2- O Inovador

Se é um profissional cheio de energia e que gosta dese envolver com novas ideias, este pode ser o seu perfil. Ao contrário do estrategista, o inovador não tem o menor interesse em seguir apenas um projeto por vez e muito menos trabalhar sempre na mesma coisa. É muito dinâmico, carismático, conquista as pessoas com a sua criatividade, mas não gosta muito de ser contrariado. Quer ter liberdade para criar e ousar.

Não são muito dados a detalhes e o que interessa é o contexto geral. Excelentes em cumprir deadlines, pela rapidez com que trabalham, mesmo que isso signifique fazer alguns ajustes depois. Necessita de estímulos constantes para não se sentir insatisfeito com o ambiente de trabalho. Para o inovador, é preciso um pouco mais de paciência e perceber que algumas tarefas mais maçantes também são necessárias. Não deixe a motivação cair e mais rápido chegará ao topo.

3- O Diplomata

Saque aquele amigão da galera, que se esforça pra manter a paz com todo mundo e gosta, acima de tudo, de ajudar? É o diplomata. Esse profissional é capaz de sacrificar umas horas do fim do dia, um feriado ou o fim de semana para auxiliar os colegas em um projeto ou na resolução de problemas. É muito prestativo e para trabalhar por bons resultados tem que se sentir bem fazendo parte do grupo. Acaba por misturar relações pessoais e profissionais.

Tem dificuldade em pedir ajuda, questionar e detesta conflitos. Por isso, muito facilmente abdica de posições para não entrar em confronto direto com os outros. A passividade torna o diplomata propenso a ter uma ascensão profissional lenta. Um bom caminho é separar o joio do trigo e não levar para o lado pessoal as questões do trabalho. Defenda as suas opiniões se realmente acreditar nelas e deixe claro que tem um posicionamento a ser levado em conta. Baixar a cabeça sempre não vai te ajudar a chegar aonde quer.

4- O Dominador

Geralmente, os chefes se encaixam nessa categoria. Os dominadores são líderes natos, objetivos, ágeis e muito determinados. Têm um ritmo à parte e espera que todos o acompanhem. A meta desse tipo de profissional é dar sempre resultados. Não valorizam muito detalhes, o foco é atingir o que foi proposto não importa como.

Para eles, o ambiente de trabalho é para trabalhar. Joguinhos, demonstrações de afetos, piadinhas e brincadeiras mais pessoais não cabem aqui. São ótimos em fazer cobranças e às vezes pouco tolerantes com desculpas dadas para prazos não cumpridos. Por ter uma grande iniciativa, o dominador facilmente alcança o sucesso, está destinado a ser bem sucedido. Só precisa é de alguma sensibilidade com os colegas de trabalho, não a ponto de aceitar tudo, mas para facilitar a convivência na empresa.

5- O Intuitivo

O intuitivo foi feito para resolver problemas. Quando há um abacaxi daqueles, é só chamar que ele resolve. Se não solucionar a questão, coloca tudo no caminho certo e o desfecho acaba sendo positivo. É preparado para lidar com as situações mais inusitadas e tem o dom da improvisação aliado ao pensamento estratégico, o que acaba por ser muito positivo.

Normalmente, possui hábitos ou pequenos amuletos que acredita serem imprescindíveis para que um dia de trabalho corra bem. Pode ser tomar o café na mesma caneca à mesma hora ou sentar na mesma cadeira na sala de reuniões . Esse profissional precisa acreditar mais no seu potencial e um pouco menos na sorte. Não é a caneta que ele usa que fará diferença e sim as suas aptidões e empenho.

6- O Acomodado

Não é que o acomodado seja preguiçoso ou que faça um péssimo trabalho, mas, para ele, está bom do jeito que está, passar bem, muito obrigada. Esse profissional não é nada receptivo a mudanças, atualizações. Se as coisas continuam a render bem assim, por que mudar? Podem estar no cargo de chefia ou não, dependendo da posição podem render alguns problemas.

São muito competentes, alguns já contam, inclusive, com longos anos de trabalho na mesma posição e na mesma empresa. A estabilidade, nesse sentido, acabou por ser a raiz do comodismo. Se você acha que está nessa posição, invista em formações e cursos de atualização , por exemplo. Além de ampliar o leque de competências, sentirá mais disposição para dinamizar no trabalho, aumentando consideravelmente as chances de sucesso.

7- O Ambicioso

O ambicioso age sempre pensando no futuro. Isso pode ser feito de uma forma positiva ou negativa. Boas doses de ambição fazem avançar na carreira, crescer e despertam a admiração dos colegas de trabalho e do chefe. Um profissional positivamente ambicioso não gosta de inércia e confia na importância do seu trabalho.

Por outro lado, aquele negativamente ambicioso utiliza-se de métodos nenhum pouco construtivos para conseguir a tão desejada ascensão na carreira. É capaz de denegrir a imagem de colegas, mentir e copiar ideias. Certamente, um comportamento antiético não será recompensado e surtirá o efeito contrário. A ambição só funciona quando bem intencionada e fundamentada.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar