As técnicas de memorização mais eficientes. Confira

Vestibulares, concursos públicos, exames escolares, entre outros momentos decisivos colocam à prova nossas técnicas de memorização. Saiba como aperfeiçoá-las.

As técnicas de memorização mais eficientes. Confira
Repetições, anotações e organização estão entre as melhores técnicas de memorização

Vestibulares, concursos públicos, exames escolares, entre outros momentos decisivos sempre colocam à prova as técnicas de memorização que desenvolvemos para tais processos. No entanto, as horas a fio com o foco nos livros, noites mal dormidas, alimentação deficiente e uma série de desgastes físicos e psicológicos podem comprometer esse desempenho.

Conheça algumas técnicas mais eficientes para se sair bem em todas as situações que precisar se lembrar do que leu, releu e aprendeu.

Técnicas de memorização e bons hábitos

Manter-se saudável durante o período que antecede os exames é essencial para evitar lapsos de memória. Portanto, antes de se sacrificar por um bom resultado e técnicas de memorização, é importante dedicar-se para uma boa noite de sono, assim como uma alimentação equilibrada.

O ideal seria, ao menos, oito horas de sono por noite, uma vez que o cansaço atrapalha a memorização. Já quanto a alimentação, é importante que o estudante não pule refeições, pois quando isso acontece o metabolismo é reduzido e ele perde a concentração. Melhor do que lutar contra o sono, é ceder ao descanso. Ainda que pareça perda de tempo, o resultado é mais positivo quando o corpo e a mente estão descansados.

FIQUE POR DENTRO
Cadastre-se para receber todas as novidades e informações publicadas no site. É gratuito!

Dessa forma, a tríade boa alimentação, excelente noite de sono e horas de lazer são imprescindíveis para quem quer, de fato, memorizar todos os conceitos até o dia da prova.

Veja como ser mais produtivo com o método Pomodoro

Os métodos mais eficientes

De fato, a memorização é construída a partir do conhecimento. Por isso, uma vez que decorar fórmulas e macetes não tenham como base a compreensão da lógica por trás delas, de nada adiantará o esforço. Conheça algumas técnicas de memorização para se sair bem nos exames.

Questionamento

Antes de qualquer outra técnica a ser exercitada em casa, a memorização começa ainda em sala de aula. Procure ficar posicionado em locais que auxiliem a concentração, como carteiras nas primeiras fileiras.

Estreite a relação entre aluno e professor. Questione, seja curioso, aborde o professor e saia da sala de aula realmente sabendo o conteúdo.

Repetição

Já é mais que sabido que a repetição das informações é uma excelente técnica para memorizar conteúdos e fórmulas. Ainda que o completo entendimento do assunto seja ainda mais eficaz para a memorização, algumas temáticas exigem que a informação também seja absorvida de maneira decorada ou assimiladas de modo mais claro se lidas mais de uma vez.

Reler e pesquisar o conteúdo que foi passado nas aulas ainda no mesmo dia ajudam a assimilar o aprendizado, além de serem técnicas de memorização bastante eficazes, uma vez que a primeira leitura é apenas superficial; já a segunda dá início à melhor fixação do conteúdo.

No caso de questões que envolvem a memorização de uma fórmula, por exemplo, a melhor maneira de fixa-la é fazer um cálculo que utilize essa fórmula a cada cinco horas durante quatro dias. Realizar simulados e testes de anos anteriores também é uma excelente maneira de exercitar a mente.

Aprenda a estudar para concurso público

Resumos e marcações

Ainda frisando as técnicas de repetição, alia-la a resumos, palavras-chave e marcações de conteúdo podem tornar sua memorização ainda mais eficaz.

A primeira maneira sugerida é, durante a leitura, ir fazendo o fichamento do conteúdo, escolhendo palavras-chave a cada parágrafo. Ao final, tente explicar a si mesmo, de preferência em voz alta e com gestos – para estimular a memória auditiva e sinestésica – e as informações lidas com base nas palavras grifadas.

Outra sugestão é utilizar as marcações para a confecção de um resumo logo após ter realizado a explicação do conteúdo em voz alta. Deste modo, quando precisar revisar a informação, vai ser muito mais fácil associar todo o processo de aprendizado e memorização.

Organização

Assim que o edital ou a matéria da prova tenha sido divulgada, comece a listar e separar todo o material que irá utilizar para estudar, separando os assuntos que exigem uma revisão ou estudo mais aprofundado.

Faça um teste de quanto tempo vai precisar para estudar cada matéria e divida o número de páginas pela quantidade de dias ou horas que tem disponível até o momento da prova. Não se esqueça de fazer o mesmo para os conteúdos que necessitarem apenas de revisão.

Aprenda inglês com quem sabe de verdade e seja professor.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar