5 bancos com taxas de juros mais baixas

Antes de fechar contrato para um empréstimo pessoal é preciso estar atento às taxas de juros para não pagar, ao final do período, um valor exorbitante. Confira as dicas.

5 bancos com taxas de juros mais baixas
Compare as taxas de juros entre as instituições financeiras

O empréstimo pessoal é uma modalidade de concessão de crédito e portanto possui taxas de juros sobre o valor adquirido. É esta taxa que vai determinar qual valor será pago ao final. Atualmente, a taxa média mensal do empréstimo pessoal é de 6,37% ao mês.

Onde encontrar taxas de juros baratas

Antes de fechar o contrato com uma instituição financeira (ou uma agência bancária) confira e compare as taxas de juros e condições do empréstimo pessoal. Leia atentamente todos os termos do documento e tire todas as suas dúvidas com o responsável.

Para garantir que não haja alterações ao longo da quitação da dívida, peça o documento CET, que significa Custo Efetivo Total. Neste você terá toda a descrição das taxas cobradas e como elas deverão decorrer ao longo do prazo contratado para quitação da dívida.

 

As 5 instituições financeiras com menores taxas de juros para empréstimos pessoais não conssignados:

  Raking

Instituição

Juros ao mês

Juros ao ano

1

Banco CCB Brasil S.A

0%

0%

2

Banco Tricury S.A.

1,20%

15,39%

3

Banco Luso Brasileiro S.A.

1,75%

23,09%

4

Banco Bonsucesso S.A.

1,94%

25,86%

5

Bancoob

2,20%

29,85%

 

Os 6 principais bancos do Brasil e suas respectivas taxas de juros:

Raking

Instituição

Juros ao mês

Juros ao ano

13

Banco Citybank S.A.

3,73%

55,21%

17

Banco Santander S.A.

4,53%

70,08%

19

Banco do Brasil

4,98%

79,13%

22

Itaú Unibanco

5,49%

89,79%

27

Bradesco

6,74%

118,70%

28

Banco Mercantil do Brasil

7,27%

132,23%


As informações foram retiradas da última tabela divulgada pelo site do Banco Central do Brasil, referente ao período entre 05/01/2017 a 11/01/2017, para crédito pessoal não consignado.


Veja também: Como fazer empréstimo com o nome sujo.

 

Dicas para contratar um empréstimo pessoal

Antes de comparecer a uma instituição para solicitar o empréstimo pessoal, faça as contas em casa. Coloque no papel quanto você necessita e quais são as suas condições de pagamento mensais. Isso porque as instituições costumam oferecer uma linha de crédito maior e mais tempo para pagar.


Mas lembre-se que a taxa de juros cobrada é mensal. Ou seja, quanto menor for o valor do empréstimo e mais rápido você consiga quitar as divas, menor será o valor do juros cobrado.


5 estratégias para economizar dim dim! 


Quem pode solicitar um empréstimo pessoal?
Depois de ter analisado quais são as melhores taxas de juros e condições de pagamento, o próximo passo são os documentos e pré-requisitos necessários para concessão do crédito:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Apresentar documentos pessoais como RG e CPF;
  • Ter uma conta corrente ativa (em caso de empréstimo em bancos);
  • Comprovar renda (em caso de empréstimo em financeiras);
  • Ter residência fixa no Brasil;
  • Possuir um número de contato telefônico fixo e celular.


Essas são as principais exigências na hora de assinar o contrato. Porém, algumas instituições podem solicita documentos específicos. Por isso vale a pena conferir o que é necessário apresentar.

A partir do momento em que o crédito é aprovado, o dinheiro é depositado na conta corrente ou então poderá sacá-lo em algum caixa. Já com relação ao pagamento, são feitas em parcelas mensais, de acordo com o prazo determinado em contrato. É possível utilizar esse dinheiro para compra de qualquer bem ou serviço.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar