3 razões para começar a substituir o pão pela tapioca hoje mesmo

Saiba como a tapioca pode ser uma opção leve e saudável para o seu dia a dia. Aprenda a deixá-la menos calórica e mais gostosa!

3 razões para começar a substituir o pão pela tapioca hoje mesmo
Conheça razões para comer tapioca diariamente de forma gostosa e saudável

Você já comeu tapioca? Está na moda comer essa delícia típica da culinária indígena do norte do Brasil. Essa nova mania surgiu com a ideia de que trocar o pãozinho pela tapioca ajuda a emagrecer. Mas será que é verdade? Vamos te mostrar 3 (reais) razões para substituir o pão pela tapioca sem prejudicar a sua saúde.

1. A tapioca pode ser menos calórica

Atenção: Pode ser, mas pode não ser também. Como assim? A tapioca é feita de farinha de mandioca, que tem alto índice glicêmico. Portanto, se você tem o costume de comer um pão de 50 gramas e troca por uma tapioca de 50 gramas, vai trocar 6 por meia dúzia. Os nutricionistas alertam: entre uma tapioca e um pão integral, o pão integral é uma melhor escolha. O que você pode fazer é trocar por uma tapioca mais leve ou uma crepioca.

Como fazer isso?

tapioca


Tapioca leve e saudável: Nas embalagens de goma de mandioca, indica-se usar 5 colheres (de sopa) para fazer uma tapioca. Você pode substituir e colocar 3 colheres de goma para tapioca e acrescentar 1 colher de alguma outra semente, como a chia por exemplo. Ao fazer isso, você reduz o índice glicêmico da sua tapioca e ainda acrescenta as fibras e as gorduras saudáveis presentes nas sementes. Aí sim a tapioca fica mais saudável e menos calórica do que o pãozinho branco.

Crepioca: A crepioca é uma excelente saída pois fica menos calórica do que a tapioca tradicional (com 5 colheres de goma) e ainda nem precisa rechear, ela sozinha é gostosa e alimenta bem. Basta misturar 2 claras de ovo com 2 colheres (sopa) da goma de tapioca e 1 pitada de sal. Acrescente sementes, ervas e temperinhos a gosto. O sabor é delicioso, a textura é mais macia, tem menos calorias, mais proteínas e mais fibras.

E também não pode abusar do recheio! Não adianta você se esforçar na preparação da sua tapioca leve ou crepioca e fazer um recheio cheio de calorias. Você deve usar recheios leves e com baixa quantidade de calorias e gorduras se quer emagrecer. 

Sugestões:

  • Tomate, queijo cottage, azeite e sal – fica delicioso
  • Queijo branco, presunto de peru e orégano
  • Banana aquecida no microondas e canela – para uma opção doce
  • Geleia light e queijo branco


Mas se você não precisa perder peso, não conta as calorias e quer adicionar a tapioca no seu cardápio, aproveite! Dá para fazer as maiores delícias com ela! Pasta de amendoim, chocolate com morango, manteiga com mussarela, carne seca com requeijão, leite condensado com côco, e muito mais!

2. A tapioca não tem glúten

tapioca


E essa é uma excelente notícia para... os intolerantes ao glúten! Quem sofre da doença celíaca tem na tapioca um excelente aliado na alimentação, porque é deliciosa, fácil de fazer e não é tão cara quanto os pães livres de glúten.

Mas se esse não é o seu caso, se você quer substituir o pão pela tapioca para emagrecer, ela ser livre de glúten não te ajuda em nada. Muitas dietas livres de glúten (e também de lactose) estão na moda, muita gente entrou nessa, mas não existe nenhuma comprovação científica de que retirar glúten da alimentação ajuda a emagrecer. Nem aquela história de que comer glúten ajuda a favorecer o acúmulo de gordura abdominal tem sentido, segundo os nutricionistas.

Quem tira o glúten da alimentação costuma emagrecer. Por quê?

O que acontece é que: quem tem intolerância ou doença celíaca, sente realmente esse inchaço na barriga devido à dificuldade de digerir a proteína do trigo, da cevada e de outros alimentos. Portanto, quando detectado por um médico a doença celíaca ou a intolerância, o tratamento é não ingerir alimentos com glúten. E por que tanta gente diz que emagreceu cortando o glúten da dieta? Por que os alimentos que têm glúten normalmente são aqueles que têm alto índice glicêmico, como o pão, a massa de pizza, os biscoitos, bolos e etc. Retirando esses alimentos da alimentação é natural que a pessoa emagreça, mas a ausência do glúten não influencia.

Não caia nessa, a abolição do glúten da dieta só é recomendada para quem tem intolerância. Substituir na sua alimentação os produtos com glúten pelos produtos gluten free irá pesar no seu bolso (pois são mais caros), não vai te emagrecer e pode até te engordar, pois muitos deles são ainda mais calóricos do que os produtos convencionais. Há relatos de pessoas celíacas que confirmam que após aderir a uma dieta sem glúten por indicação médica, se sentem melhores (pois não têm dores e desconforto abdominal causados pela doença) mas ganham peso.  

3. Porque é deliciosa e versátil

tapioca


Essa sim é uma excelente razão para trocar o pãozinho pela tapioca! A tapioca é uma delícia, fácil de fazer e muito versátil. Combinado com tudo, doce ou salgado. Você pode comer tapioca como um lanche antes de ir à academia ou no café da manhã, e pode também transformá-la em uma refeição. Basta juntar um recheio com uma carne da sua preferência desfiada, e acompanhar com uma bela salada! É gostoso, leve, saudável e te dá múltiplas opções de recheio.

E você? Com que costuma rechear as suas tapiocas? E tem sentido diferença no seu corpo após adotar essa delícia na sua alimentação? 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar