Sistema de amortização de veículos: como calcular

Entenda a diferença entre os dois tipos de sistema de amortização e como são calculados mediante a um empréstimo financeiro para veículos. 

Sistema de amortização de veículos: como calcular
Existem dois tipos de sistema de amortização, a Tabela Price e Constante. Entenda a diferença.

Ao financiar um veículo, é possível escolher qual será a forma de pagamento dos juros da dívida. Esse é chamado de sistema de amortização, que por sua vez podem ser de dois tipos diferentes.

Quando o pagamento dos juros é feito através de parcelas decrescentes, chama-se Sistema de Amortização Constante (SAC). E, quando realizado a partir de parcelas fixas, denomina-se Sistema de Amortização Francês, mais conhecido como Tabela Price.

Sistema de Amortização Constante

Por terem parcelas decrescentes, esse tipo de sistema evita surpresas no decorrer do pagamento da dívida, uma vez que, a cada mês, o valor da dívida reduz. Porém, se houver reajustes (correção da inflação) ao longo do período de financiamento, por exemplo, pode ser que a diferença não seja tão significativa.

Fuja das taxas abusivas, aprenda a calcular financiamento de veículos

Como Calcular

Supondo que o financiamento em questão é de R$ 10.000,00 com juros de 1% ao mês, a serem pagas em 6 meses:

Fórmula: Prestação = Amortização + Juros (sobre o saldo devedor)

Prestação

Valor

Amortizações

Juros

Saldo Devedor

1

1.766,66

1.666,66

100

8.333,33

2

1.750,00

1.666,66

83,33

6.666,66

3

1.733,33

1.666,66

66,66

5.000,00

4

1.716,66

1.666,66

50

3.333,33

5

1.700,00

1.666,66

33,33

1.666,66

6

1.683,33

1.666,66

16,66

0

10.350,00

10.000,00

350

TOTAIS

Neste caso, as parcelas do sistema de amortização são fixas, ao passo que as parcelas a serem pagas do financiamento são decrescentes. Já o valor total, final, referente aos juros é de R$ 350,00.

Consulte a Tabela Fipe antes de comprar um carro

Sistema de Amortização Francês – Tabela Price

Esta é uma opção que pode surpreender, principalmente se o valor das parcelas for o limite da renda mensal. Com os reajustes, pode haver aumento das parcelas, mesmo que em sistema decrescente.

Como Calcular

Será utilizado as mesmas informações acima, com um financiamento de R$ 10.000,00 a 1% de juros ao mês, a serem pagas em 6 parcelas, para que seja possível a comparação:

Fórmula: Prestação = Amortização + Juros (sobre o saldo devedor)

Prestação

Valor

Amortizações

Juros

Saldo Devedor

1

1.725,48

1.625,48

100

8.374,51

2

1.725,48

1.641,73

83,74

6.732,77

3

1.725,48

1.658,15

67,32

5.074,62

4

1.725,48

1.674,73

50,74

3.399,88

5

1.725,48

1.691,48

33,99

1.708,39

6

1.725,48

1.708,39

17,08

0

10.352,90

9.999,99

352,9

TOTAIS

Neste exemplo é possível notar que o processo é inverso, no qual as parcelas da prestação do financiamento do veículo são fixas e as do sistema de amortização variam. Já o juros final a ser pago é de R$ 352,90.

Para facilitar o cálculo, em ambos os casos, é possível utilizar calculadoras online, como por exemplo a do site Faz Conta.

Lembre-se! Quanto maior for o valor e o prazo do financiamento (meses), maior é o juros pago pelo financiamento de veículo.

Como escolher o sistema de amortização ideal?

Não existe uma regra fixa para tal e a melhor maneira para acertar na escolha é através da comparação. Não deixe de solicitar o documento CET, referente ao custo efetivo total. Nele estará discriminado o valor de cada parcela, taxa de juros e sistema de amortização. Desta forma será possível comparar e escolher a melhor opção para o seu bolso.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Na Web:

Quer comprar um carro?

Faça uma cotação e receba uma oferta exclusiva por email.

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Seguinte