Sintomas da síndrome de Burnout: a síndrome dos trabalhadores infelizes

Conheça os sintomas da Síndrome de Burnout e saiba quais são os possíveis tratamentos e as recomendações para essa doença que atinge muitos trabalhadores

Sintomas da síndrome de Burnout: a síndrome dos trabalhadores infelizes
Entenda um pouco mais da doença que afeta o lado mental e físico do profissional

Os sintomas da Síndrome de Burnout são causados em consequências do estado de tensão emocional e estresse crônico provocado por trabalhos desgastantes. A palavra “burn” vem do inglês e significa “queima” e “out” quer dizer “fora”, por isso, os sintomas da síndrome de Burnout demonstram os desgastes físicos e psicológicos que uma pessoa está sofrendo.

Veja quais são os sintomas da Síndrome de Burnout

Os sintomas da Síndrome de Burnout aparecem por causa da exaustão física, mental ou emocional por causa do acúmulo de estresse no trabalho, comum entre os profissionais que lidam com a pressão ou grandes responsabilidades.

A síndrome de Burnout é um distúrbio psíquico analisado por um médico amaricado chamado Freudenberger, em 1974. Essa síndrome pode aparecer em profissionais das segmentes áreas: educação, saúde, assistência social, recursos humanos, agentes penitenciários, bombeiros, policiais e mulheres que enfrentam dupla jornada.

Sintomas

Os sintomas da síndrome de Burnout começam com uma sensação de esgotamento físico e emocional. Depois passa para atitudes negativas, como: agressividade, ausências no trabalho, dificuldade de concentração, ansiedade, isolamento, mudanças rápidas de humor, irritabilidade, lapsos de memória, depressão, baixa autoestima e pessimismo.

Faça um empréstimo online em 3 minutos!

Depois começam os sintomas físicos que podem estar associados à Síndrome: cansaço, dor de cabeça, enxaqueca, sudorese, palpitação, pressão alta, dores musculares, insônia, distúrbios gastrintestinais e crises de asma.

Diagnóstico

O diagnóstico para entender os sintomas da Síndrome de Burnout é feito por meio de um levantamento do histórico do paciente e também pelo seu envolvimento no trabalho, tanto pessoal como profissional.

As respostas psicométricas, feitas baseadas no questionário da Escala Likert, (um tipo de escala de resposta usada normalmente em questionários, e é a escala mais usada em pesquisas de opinião) também ajudam encontrar o diagnóstico final.

Tratamento

Para tratar os sintomas da Síndrome de Burnout são usados antidepressivos e psicoterapia. Além de atividades físicas regulares e exercícios de relaxamento, os quais também ajudam a controlar os sintomas.

Recomendações

A mudança no estilo de vida pode ser uma das melhores formas de prevenir ou tratar a síndrome de Burnout. Para isso, não deixe de fazer exercícios físicos.

Evite o consumo de álcool e de outras drogas para não ter crises de ansiedade e depressão.

Analise o quanto as condições de trabalho interferem na sua qualidade de vida e prejudica sua saúde mental e física. Pense também na possibilidade de novos ares dentro da sua profissão.

Ganhe um tablet para estudar inglês online! Oferta limitada

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Elisabete Machado Elisabete Machado

Brasileira, natural de São Paulo, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-graduada em Fundamentos da Cultura e das Artes pela Universidade Estadual Paulista. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar