Por que as séries da TV americana estão batendo as novelas

As séries da TV americana estão ganhando fãs incondicionais aqui no Brasil. Veja os motivos.

Por que as séries da TV americana estão batendo as novelas
Mais modernas e menos dramáticas, as séries da TV americana ganham fãs no país

Veja séries no seu celular, faça hoje o seu plano de internet móvel

 

Você já ouviu falar que as audiências das novelas da TV Globo estão caindo? Isso já não é nenhuma novidade. Depois de 50 anos do domínio completo da telenovela no gosto da população brasileira, as audiências começaram a cair vertiginosamente. São muitos os motivos que levaram à essa queda, mas é justo apontar que o sucesso das séries da TV americana e da Netflix tem papel importante na mudança de preferência do público.

 

MELHOR PLANO DE TV A CABO?
O E-Konomista separa boas opções para o seu bolso. Veja aqui! 

Audiência em queda

A cada nova novela estreada pela Rede Globo, os índices de audiência são cada vez mais baixos. No dia seguinte, os sites e colunas especializadas já alardeam: “a trama não convenceu o público”, “há personagens demais”, “esse autor já não dá mais para novelas, cansou”. Seria muito simples culpar uma novela de pouco sucesso, como a atual do horário nobre “Babilônia”, pelos fracassos de audiência recorrentes nas novelas globais nos últimos anos.

 

Foi-se o tempo que as novelas atingiam média de 47 pontos de “Páginas da Vida”, os 43 de “Paraíso Tropical” ou 40 de “A Favorita”. A novela das 21h, “Babilônia”, que foi projetada para atingir média de 35 pontos, hoje tem média de 25 e é considerada um fiasco. Mas não há nada de muito errado com a novela - os autores Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga são reconhecido por outras tramas, os atores são os queridinhos da Rede Globo e o enredo é o mesmo que fez sucesso em muitas outras histórias.

 

Conheça um pouco mais sobre a TV a cabo online.

 

O público mudou

series da tv americana

A mudança está no público. Mais moderno, mais antenado, cansado do “mais do mesmo” das novelas globais está partindo para programações televisivas mais reais, atualizadas e menos maniqueístas. As séries da TV americana tem tido grande sucesso e vantagem sobre as nossas tão adoradas telenovelas, que começam a ter tentativas ainda falhas de se atualizar e conquistar novo público.

 

Quem ainda assiste religiosamente as novelas (que não é pouca gente, diga-se de passagem) é na maior parte as pessoas que sempre assistiram novelas. O público mais jovem não se interessa pelo estilo folhetim com os mesmos personagens de sempre, então a Rede Globo enfrenta um processo perigoso: seu público está envelhecendo e não está se renovando. O sucesso implacável das novelas deu-se nos tempos que a TV por assinatura tinha baixa penetração e a internet engatinhava no Brasil. Hoje a TV a cabo tem preços mais baixos, a Netflix ganha cada dia mais adeptos e a internet já está ao alcance de (quase) todos.

 

Como escolher a TV por assinatura com melhor custo benefício.

 

Motivos para o sucesso

Agora vamos analisar quais características das séries da TV americana estão ganhando o público brasileiro, e também quais pontos das telenovelas brasileiras estão aborrecendo as audiências e tornando-as cada dia mais escassas.

 

Leia também: Os vilões de séries mais queridinhos do público. 

 

1- A maneira como as tramas se entrelaçam

Tanto as séries como as novelas costumam ter um núcleo principal e outros núcleos menores e secundários que permeiam a trama. A diferença é que: nas novelas a trama principal se entrelaça com todas as outras e se desenvolve sem disciplina, muitas vezes delongam os assuntos – o famoso “encher linguiça” – só para que o mocinho principal se envolva com a personal trainer da academia, que é filha da empregada da amiga da mãe do mocinho que por sua vez tem um caso com o pai dele. No fim, se você perde um dia da novela, se enrola todo e já não consegue entender o nó da trama.

 

Já as séries entrelaçam os núcleos centrais e secundários sem uma dependência, os assuntos que se enrolam costumam ser esclarecidos em um ou dois episódios, ou seja, você não se perde se não assistir o último episódio. E quase sempre as séries da TV americana começam com o “Preveously in...” (resumo do capítulo anterior) que ajudam quem perdeu o último episódio ou aqueles mais esquecidos.

 

Um outro detalhe: as novelas tem de mostrar todos os núcleos no capítulo, os telespectadores já estão acostumados com isso e se em um capítulo não mostram o seu personagem favorito, costumam reclamar. As séries não têm essa necessidade, as vezes passam o episódio inteiro focado num núcleo que merece atenção central.

 

Como conectar a TV à internet.

 

2- Os personagens

series da tv americana

Os personanges talvez sejam das maiores diferenças entre os dois gêneros de programas televisivos. O que temos acompanhado nas séries atuais são personagens mais densos, que se desenvolvem durante a trama. Começam comuns e aos poucos vão demonstrando uma complexidade enorme, diversas facetas que são inerentes ao comportamento humano. No fim, o telespectador se indentifica e se envolve com personagem de tal forma a se tornar fã, tanto dele quanto do ator que o interpretou. A preparação de atores das séries da TV americana merece os nossos parabéns pois muitas vezes atores banais fazem grandes personagens se tiverem a preparação certa.

 

Os personagens das novelas são sempre os mesmos. Já esperamos lá encontrar: a mocinha ou mocinho, rico ou pobre que vai se apaixonar por alguém e sofrer muito. Os vilões não tem profundidade nem razões para fazerem as maldades que fazem, simplesmente são malvados. Os personagens são sempre muito caricatos, principalmente aqueles da periferia, os homossexuais, as minorias, são representados com um exagero anti natural.

 

E por fim o maniqueísmo: o personagem bonzinho é sempre bom, e o personagem vilão é sempre mau. Por natureza. Não existe um personagem principal que seja dúbio, tenha diferentes facetas, escorregadelas morais, características mais humanas. E é nesse ponto que as séries da TV americana ganham o público: na criação de personagens reais, com qualidades e defeitos.

 

Os piores finais de séries.

 

3- A relação da trama com aspectos atuais da sociedade

As novelas quando tentam abordar temas reais e cotidanos, acabam caindo num moralismo folclórico. Abusam do drama e não tratam aspectos da nossa vida, que vemos todos os dias, como natural. Se a mocinha rica usa drogas, é um escarcéu. Se o rapaz resolve assumir a homossexualidade, o pai quer bater. Usa exemplos xulos que ao invés de trazer naturalidade, reforça preconceitos e estereótipos, mesmo que o objetivo seja o contrário.

 

As séries da TV americana fazem algo que por cá nós ainda não ousamos: zombam da sociedade estadunidense. Aponta seus defeitos, mostra as falcatruas da política, exibe o desconhecimento e entorpecimento da sua população. Não tem essa de fazer drama em cima do que é real, eles mostram o que é real, certo ou errado, com naturalidade. Isso tem ganhado o público não só do Brasil, mas do mundo todo.

 

4- A dramaturgia e os pontos de tensão

series da tv americana

A nossa dramaturgia das telenovelas leva o drama realmente a sério. A exploração dos sentimentos humanos até a última gota é uma característica intrínseca do gênero que... cansa. Cansa pois nós já temos nossos dramas do dia a dia, chegar em casa e ver a mocinha morrendo de chorar porque brigou com o namorado, uma mãe sofrendo muito porque apanhou do marido, ou uma senhora revoltada porque perdeu a bolsa pro ladrão é realmente cansativo. É mais lágrimas que ação, mais dor do que estratégia, mais pra “esvaziar a cabeça” do que um entretenimento que te prende.

 

E prender é uma lição que as séries da TV americana podem ensinar e muito bem para as telenovelas. Há muito mais pessoas a dizer que são viciadas em tal série do que viciadas nas novelas. A novela é um hábito, e série se torna quase uma necessidade, uma urgência para que o próximo episódio ou temporada chegue logo. Os pontos de tensão das séries são surpreendentes, você mal espera de repente vem uma tragédia, um susto, um casamento e logo um desastre. Pega o público de surpresa, cativa e o coloca ansioso pelo próximo episódio.

 

Veja mais: As vantagens de ter TV a cabo na sua casa.

 

Necessidade de atualização

Por esses e outros motivos, vemos que existe a necessidade de uma reformulação da produção de telenovelas brasileras. Por mais que o público ainda seja absurdamente grande, e as demais emissoras abertas não ofereçam um concorrência preocupante, as séries da TV a cabo e da Netflix já causam incômodo à emissora e cativam um público cada dia mais fiel. A Rede Globo não deve achar normal ver as suas audiências cairem e envelhecerem como tem sido ultimamente, a necessidade de inovar já bate à porta, e faz tempo.

 

Qual a melhor TV a cabo?

 

Leia Também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar