Guia do Seguro Auto

O seguro auto facultativo é uma necessidade para os proprietários de veículos. Mas é um produto que pode sair muito caro, se o negócio não for bem avaliado. Veja um guia com as principais dúvidas sobre seguro auto e faça uma opção inteligente.

Guia do Seguro Auto
Tire todas as suas dúvidas e entenda melhor como funciona o seguro auto.

1. O que é seguro auto?

Há dois tipos de seguro auto: o seguro auto obrigatório a todos os proprietários de veículos, que se chama seguro DPVAT, cobrado anualmente junto com o IPVA e o licenciamento, e que garante uma indenização por danos causados a todas as vítimas de trânsito; e o seguro auto facultativo, um contrato feito entre o segurado e uma segurado com objetivo de garantir uma indenização em caso de danos materiais, na ocorrência de um sinistro. Saiba mais »

 

ECONOMIZE NO SEGURO AUTO
Será que o seguro auto que você tem é realmente a melhor e mais barata solução? Faça uma simulação e encontre o melhor seguro auto para você.

 

2. Que fatores influenciam no valor do seguro auto?

São vários os fatores que influenciam no valor da apólice do seguro auto. Os principais deles são: faixa etária, sexo, estado civil, cidade, histórico do condutor, marca, modelo e ano do carro, que tipo de uso é dado ao carro, itens de segurança instalados, etc. Saiba mais » 

 

 

3. Quais são os tipos de cobertura existentes?

De forma resumida, existem dois tipos de cobertura de seguro auto: a cobertura básica, que é mais limitada e cobre roubou ou furto, incêndio, explosões e quedas de raios; e a cobertura compreensiva, mais abrangente e que cobre também danos materiais causados por objetos externos, colisões, alagamento, desmoronamentos, entre outros. Além destes dois tipos de cobertura, é possível contratar coberturas adicionais. Saiba mais » 

 

 

4. O que o seguro auto não cobre?

Para não haver conflito com a seguradora, é preciso saber exatamente o que é indenizável pelo seguro auto, de acordo com a sua cobertura do seguro. Geralmente, o seguro auto não cobre desgastes, depcreciação ou falhas mecânicas do veículo, danos causados ao veículo por participação em competições, danos causados por tráfego em estradas impedidas, ou por areia movediça ou fofa, multas ou fianças relacionadas a processos criminais, entre outros. Saiba mais » 

 

 

5. O que é sinistro?

O sinistro é a ocorrência de um dos danos e prejuízos materiais cobertos pelo seguro auto. Para saber exatamente se houve, de fato, ocorrência de sinistro, o segurado precisa conhecer a cobertura de sua apólice, para que possa assim acionar o seguro e solicitar a indenização. Saiba mais »

 

 

6. O que fazer em caso de sinistro?

Depois de confirmar que o dano ou prejuízo é realmente um caso de sinistro, ou seja, que está coberto pelo seguro auto, é preciso avisar a seguradora sobre a ocorrência do sinistro. Também pode ser preciso fazer um Boletim de Ocorrência. Para fazer o pedido de indenização, informe-se junto à seguradora ou ao seu corretor de seguro auto, quais são os documentos a apresentar, que podem variar de acordo com o tipo de sinistro. Saiba mais » 

 

 

7. O que é franquia?

A franquia de um seguro auto é o valor em dinheiro que o segurado deve pagar à seguradora em caso de sinistro. Ou seja, é a participação do segurado no pagamento dos prejuízos causados, ou o valor descontado da indenização. Mas nem sempre que há sinistro é preciso pagar a franquia. Quando os custos de reparo dos danos é inferior ao valor da franquia, o seguro não deve ser acionado. E no caso de perda total do veículo, o segurado não paga franquia. Saiba mais » 

 

 

8. Que tipos de franquias existem?

O valor da franquia do seguro auto vem definido na apólice de seguro. Há, basicamente, três tipos de franquias: a franquia obrigatória, que é uma franquia padrão baseada no tipo e valor do veículo: franquia ampliada, na qual o segurado tem uma maior coparticipação em possíveis prejuízos, mas tem uma apólice mais barata; e a franquia reduzida, que custa 50% a menos que a franquia obrigatória, no entanto o valor da apólice é mais alto e o segurado diminui a sua participação nos prejuízos, caso haja sininistro. Saiba mais » 

 

 

9. O que é perda total do veículo no seguro auto?

Perda total no seguro auto, é quando há sinistro e o custo de reparo fica em mais de 75% do valor de mercado do veículo. Neste caso, o segurado recebe 100% do valor da indenização, ou do valor do carro. No caso do veículo ficar bastante danificado, mas ainda assim o reparo ficar num valor inferior aos 75% do preço venal do carro, o segurado deve pagar a franquia. Saiba mais »

 

 

10. O que é perda parcial do veículo no seguro auto?

Perda parcial do veículo no seguro auto, é quando, em caso de sinistro, o valor da indenização é inferior a 75% do valor venal do veículo. Os casos mais comuns de perda parcial é quando há colisões, por exemplo. Nestes casos, o segurado deve pagar a franquia para receber a indenização. Saiba mais » 

 

 

11. Posso cancelar ou transferir o seguro auto?

É possível transferir  o seguro auto de carro, mas não de segurado. Isso pode acontecer, caso o segurado troque de veículo, no entanto, pode precisar pagar a diferença no valor da apólice. Saiba mais » 

O segurado também tem o direito de cancelar o seguro auto. Neste caso, recebe um reembolso proporcional ao período já pago e não usufruído. Mas fique atento às cláusulas do contrato. Saiba mais » 

 

12. Como economizar com o seguro auto?

A melhor maneira de economizar ao contratar um seguro auto, é conhecendo os fatores que influenciam no valor da apólice, e sabendo quais são as suas reais necessidades. A partir deste diagnóstico, é fundamental fazer uma pesquisa de mercado, fazer cotações, simulações e comparar preços. Hoje em dia, a maneira mais prática de fazer isso é pela internet. Saiba mais »

 

Leia também:
Como economizar no seguro auto
É possível fazer seguro auto apenas para roubo?
Dicas para escolher o melhor seguro auto
Película automotiva: o que pode e o que não pode

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar