Fui assaltado a mão armada e consegui me vingar

Confira o depoimento de um motorista que sofreu um assalto a mão armada, mas conseguiu a sua vingança, poucas horas depois:

Fui assaltado a mão armada e consegui me vingar
O meu carro foi roubado e batido durante uma perseguição policial

"A minha história só teve um final felizporque eu tinha seguro"
   

Sempre que conto o que aconteceu comigo e com o meu carro, alguém diz que é mentira. Confesso que a história parece saída de filme, mas a realidade é que aconteceu. Sempre ando de carro para cima e para baixo e me preocupava apenas com coisas básicas do tipo não estacionar em ruas desertas, escuras ou em locais suspeitos. O básico que todo mundo faz para não ter o carro roubado.
 


Em um dia comum, como outro qualquer da minha rotina de trabalho, quando voltava para casa, parei em um semáforo no centro da cidade. Por descuido, deixei o vidro aberto para apanhar um ar fresco. O resultado é meio óbvio, dois assaltantes em uma moto me abordaram e deram voz de assalto para levar o meu carro.



Para evitar qualquer problema fui logo descendo e não olhei sequer para os meus pertences no banco de trás. Assim que foram embora, a única coisa que conseguia pensar era em como me vingar diante daquela situação. Foram mil ideias que passaram pela minha cabeça, mas aproveitei que o celular estava no bolso da minha calça e liguei para a polícia. Descrevi o assaltante e informei sobre o modelo do carro, quando e onde ocorreu o roubo.

 


 

 

O que foi incrível neste dia

Recebi uma ligação do policial responsável pelo caso, avisando que o haviam localizado, em uma rodovia e que fariam a interceptação (sim, foram essas as palavras do sargento). Logo imaginei que poderia ser um cenário de filme, do tipo, perseguição em alta velocidade. E não é que eu acertei? Como se diz, "a vingança veio a cavalo" e foi bem parecido com esse vídeo. O resultado foi que o carro ficou completamente danificado por causa da batida contra o muro.
 

 

   "O seguro não salva de tudo, não livra do susto, mas ao menos não fiquei com prejuízo. Depois desse acontecimento, nunca mais pensei em ficar sem seguro, é algo que vale a pena investir."
 

 

No final, posso dizer que sou sortudo e não gastei quase nada

O ladrão foi preso e o meu carro “apreendido” até que fosse liberado para o meu uso e reparo. Porém, depois da perseguição e do acidente, era impossível sair com ele na rua. A minha sorte grande, e eu digo isso a todos que me perguntarem, foi o seguro auto. Quando acionei a seguradora, informei o sinistro e reencaminhei o boletim de ocorrência, tudo foi logo resolvido.


Não tive dores de cabeça, não precisei preocupar com o reparo e o valor final foi bem irrisório se considerar a extensão dos danos e o que seria reparado, depois da colisão. A minha dica, para quem tem carro é simples e direta: faça seguro auto que compensa. Quando comecei as minhas pesquisas pelo melhor e mais em conta do mercado, optei por me registrar neste formulário, aqui mesmo do site do E-konomista. Foi gratuito e, alguns dias depois me retornaram com várias opções de preço e tipos de cobertura.
 

 
Previna-se, não fique sem seguro auto. Faça já a sua simulação online.

Gostou? Compartilhe!
Redação E-konomista Redação E-konomista

O E-konomista é um portal on-line que busca fornecer dicas sobre economia em diversos aspectos da vida. Caso queira contactar a nossa redação, envie um e-mail para o info@e-konomista.com.br.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar