Roubo de carro: quais medidas tomar e como acionar o seguro

Veja quais são os seus direitos e quais as cidades que mais sofrem com o roubo de carro no Brasil, e o passo a passo de como agir para tentar reaver o veículo.

Roubo de carro: quais medidas tomar e como acionar o seguro
Saiba quais os primeiros passos para não ficar no prejuízo no caso de roubo de carro

Economize ao acessar a internet pelo celular, faça hoje o seu plano de internet móvel.

 

Todas as pessoas que já foram vítimas de um roubo de carro sabem o tamanho do susto, do aborrecimento e também do prejuízo, caso o carro não seja recuperado. Infelizmente, esse tipo de roubo é muito comum no Brasil, então ter um seguro de carro – especialmente nas cidades onde o índice desse crime é alto – não é luxo e sim necessidade. Conheça os procedimentos recomendados após ter o carro roubado.

 

ECONOMIZE NO SEGURO AUTO
Será que o seguro auto que você tem é realmente a melhor e mais barata solução? Faça uma simulação e encontre o melhor seguro auto para você.

 

O que fazer em caso de roubo de carro

1º - Ligar para a Polícia Militar, pelo 190, e acionar o alerta de furto de veículos. Eles irão te pedir os dados do carro, do proprietário e o local em que ocorreu o roubo para que as unidades policiais iniciem o monitoramento.

 

2º - No prazo de no máximo 24h após o roubo, você deve ir a uma delegacia e fazer o Boletim de Ocorrência (B.O.). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) ainda disponibiliza via internet (www.dprf.gov.br) o Sistema de Alerta de Roubo e Furto de Veículos Nacional, pelo qual a comunicação é feita às viaturas com acesso via satélite e aos postos informatizados.

 

3º- Você deve também registrar a ocorrência junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) da sua cidade. Esse passo é muito importante pois dessa forma você terá direito à suspensão temporária de tributos (IPVA e licenciamento) pelo período em que ficar sem o veículo. O registro junto ao Detran também vai assegurar que as infrações de trânsito cometidas pelos bandidos com o carro não sejam atribuídas ao proprietário. Basta preencher o formulário no site www.detran.es.gov.br e levar documentos necessários: carteira de identidade, CPF, registro do carro, comprovante de pagamento do IPVA e cópia do boletim de ocorrência.

 

Entenda tudo sobre seguro com o Guia do Seguro Auto.

 

4º- Acionar o seguro do carro. Após fazer o B.O. recomenda-se que ligue para a seguradora ou corretor para informar sobre o roubo de carro. Normalmente, as seguradoras exigem cópias da documentação do carro, do proprietário e do B.O., já leve as cópias prontas para acelerar o processo. Atenção: Se houver débitos como multas e IPVA atrasados, será necessário quitá-los para que o seguro possa agir. O prazo máximo para que o seguro forneça a indenização pela perda é de 30 dias, mas normalmente a indenização sai com mais ou menos 10 dias se não houver nenhum problema com dívidas e com a documentação.

 

O IPVA é devolvido em caso de roubo de carro

Pouca gente sabe disso, mas se o seu carro for roubado você tem o direito de receber a restituição do valor pago pelo imposto proporcional ao tempo que não terá posse do seu carro. Para ficar mais claro: você paga o IPVA para circular com o carro durante 12 meses.Suponhamos que o seu IPVA custou 200 reais. Se o seu carro foi roubado em junho, você só fez uso do IPVA por 6 meses, então deverá receber a restituição de metade do valor pago, ou seja 100 reais. Para requerer essa restituição você deverá preencher o formulário que pode ser impressso pelo site da Receita Estadual (procure o site da Receita do seu Estado) ou retirado gratuitamente em uma das repartições do orgão. Nesse mesmo local, o formulário será prontocolado e a restituição será feita em sua conta bancária.

 

Importante:

· Para ter direito à restituição, todos os impostos devem estar em dia e não deve haver multas pendentes no nome do proprietário do carro.

 

· Se você pedir a restituição, receber o valor em conta e seu carro for encontrado e devolvido a você, você terá que pagar novamente pelos meses que voltará a conduzir com ele, e em cota única.

 

Vale a pena ter um seguro contra roubo de carro?

Como diz o ditado: ” seguro é bom ter, melhor não usar”. Se você mora em uma cidade onde o roubo de veículos é comum e/ou tem um carro que é muito visado pelos ladrões, com certeza deve ter um seguro contra roubo de carro.

 

Existem seguros com preços mais acessíveis que cobrem apenas o roubo. São seguros populares, mais baratos e não necessitam de franquia. No entanto, se você tiver qualquer problema mecânico ou acidente de trânsito com o carro, o seguro não cobre.

 

Sabia que é possível fazer seguro apenas contra roubo?

 

Comparando o seguro de proteção total (conta colisão, incêndio, roubo, furto e danos a terceiros) mais barato oferecido no mercado com um seguro popular (que só cobre o roubo ou furto) o primeiro sai cerca de R$300,00 mais caro. Se você tem condição de pagar 300 reais a mais, é recomendável que o faça, afinal é uma dor de cabeça a menos caso algo inesperado aconteça. Se fica caro para o seu orçamento, opte pelo seguro popular. Só não fique sem o seguro para não correr o risco de ficar seu seu carro.

 

São Paulo é o estado onde mais veículos são roubados

Segundo pesquisa realizada pela CNSeg (Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais), com base em informações do Denatran (Departamento Nacional do Trânsito) divulgada dia 12 de maio de 2015, metade dos furtos e roubos de veículos acontecem em São Paulo. Quase a metade (93.347) dos 191.347 roubos e furtos de veículos entre janeiro e maio deste ano no país ocorreu em território paulista. Isso porque um terço da frota do país está concentrada nesse estado. Mas o estado em que o motorista mais corre o risco de ficar sem seu veículo é o Rio de Janeiro; São Paulo vem em segundo lugar.

 

Para saber se o seu veículo corre o risco ou se sua cidade está na lista das que mais sofrem roubo de carro, confira os rankings abaixo:

 

10 veículos mais roubados/furtados no país

1- VW Gol

2- Honda CG 125 (moto)

3- Fiat Uno

4- Fiat Palio - 10.104

5- Honda CG 150 (moto)

6- GM Corsa

7- GM Celta

8- Honda CBX (moto)

9- VW Fusca

10- VW Parati

 

As 10 cidades do país com maior quantidade de veículos roubados/furtados

1- São Paulo (SP) - 23,9% do total no país

2- Rio de Janeiro (RJ) - 6,24% do total no país

3- Salvador (BA) - 2,85%

4- Brasília (DF) - 2,64%

5- Campinas (SP) - 2,33%

6- Porto Alegre (RS) - 2,30%

7- Curitiba (PR)- 2,24%

8- Belo Horizonte (MG) - 1,65%

9- Fortaleza (CE)- 1,59%

10- São Bernardo do Campo (SP) 2.830 (1,48%)

 

Os piores estados em desempenho na recuperação de veículos roubados/furtados

1- Acre - apenas 28,9% dos carros roubados voltam para seus donos

2- Maranhão - 30,1% dos carros voltam para seus donos

3- Bahia - 30,3% dos carros voltam para seus donos

4- Sergipe - 34,5% dos carros voltam para seus donos

5- Pará - 35,2% dos carros voltam para seus donos

6- Roraima - 35,37% dos carros voltam para seus donos

7- Amapá - 37,7% dos carros voltam para seus donos

8- Tocantins - 39,9% dos carros voltam para seus donos

9- Rio de Janeiro - 40% dos carros voltam para seus donos

10- São Paulo - 40,5% dos carros voltam para seus donos

 

 

Aumente a sua segurança e do seu carro, encontre uma solução de rastreador veicular sob medida para você.

 

Leia também:
Como economizar no seguro auto
O que cobre o seguro DPVAT?
Dicas para escolher o melhor seguro auto
Película automotiva: o que pode e o que não pode
Guia do seguro auto

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar