Quanto ganha uma revendedora de produtos?

Veja como se tornar uma revendedora de produtos. Confira também as melhores marcas para se trabalhar. 

Quanto ganha uma revendedora de produtos?
Como ser uma revendedora e quais as melhores marcas para trabalhar

Revender cosméticos é um negócio conhecido por todos de venda direta de produtos “porta a porta”. Vender produtos de beleza de catálogo era no passado sinal de complementação de renda. Hoje, com o crescimento da preocupação com a aparência e o bem estar físico, a procura por esses produtos aumentou muito – e com ela, aumentou também o lucro da revendedora de produtos de beleza.

Como ser uma revendedora 

Para trabalhar com a revenda de cosméticos e produtos em qualquer uma dessas marcas, é preciso preencher alguns requisitos, como:

  • Ser maior de 18 anos;
  • CPF e RG com situação regular;
  • Ser alfabetizado;
  • Apresentar comprovante de residência recente;
  • Não ter restrições no SPC/SERASA.

Hoje já existem muitas pessoas que se dedicam exclusivamente ao negócio e vende produtos de mais de uma marca ao mesmo tempo, levando a  conhecidos, amigos e vizinhos o catálogo  ou instalando  uma home based (ou franquia doméstica) com a pronta entrega dos produtos. 


INFORMAÇÕES E OPORTUNIDADES
Quer receber informações sobre o mercado empreendedor no Brasil? Faça o cadastro no E-konomista e receba gratuitamente oportunidades de negócio. 

Para trabalhar nesse setor é preciso ser expansivo, ter aptidão comercial , conhecer muitas pessoas, ter boa vontade de oferecer seu produto e ser cativante para manter e crescer a clientela.  Manter poucos clientes torna o négocio pouco lucrativo já que você ganha em cima das vendas que faz, não há valor fixo nas principais marcas. 



Qual a melhor marca para revender?

Depende de uma série de fatores. Há marcas mais baratas, outras mais caras, algumas oferecem não só produtos de beleza mas também de casa. Um fator determinante é avaliar o público a quem você vai oferecer: ele pode pagar por produtos mais caros, ou prefere algo mais em conta? Prefere alguma marca em específico? Tem interesse em produtos para o lar? Além disso, o valor da comissão e o preço pago pelo Kit inicial podem te ajudar a decidir por qual marca (ou marcas) optar. 


Marcas para revendedoras

Algumas marcas são mais indicadas que outras quando falamos de revendedora de produtos. Os lucros sõa diferentes e a aceitação do cliente também. Veja abaixo as melhores marcas do setor de cosméticos.

Conheça também os brasileiros que ficaram milionários com projetos na internet.

Avon

Avon é uma empresa americana líder no mercado de cosméticos no Brasil. Foi uma das primeiras a se consolidar nesse setor e apresenta preços acessíveis a grande parte da população brasileira, um dos motivos do seu sucesso.  A marca oferece sempre dois catálogos: um de produtos cosméticos e outro com produtos de moda e casa.

  • Se você quer ser revendedora de produtos da Avon, deve se inscrever pelo site. Na inscrição serão requisitadas as seguintes nformações: nome completo, CPF, endereço, telefone para contato, profissão e a voltagem da residência (utilizada para envio de brindes). Um dos gerentes da marca irá entrar em contato com você em até 10 dias úteis após o envio da inscrição para agendar uma visita pessoal e explicar como funciona o trabalho de revender os produtos Avon. 

  • Não há rendimento fixo. Os pagamentos são baseados em comissão: recebe-se 30% de comissão sob o valor de cada pedido. Para facilitar os cálculos de quanto o revendendor dos produtos Avon vai gannhar, a marca oferece uma calculadora de ganhos para saber quanto você vai tirar de comissão sob os produtos vendidos. Para ter acesso à calculadora, clique aqui.  

  • Para entrar na empresa: você deve comprar um kit de produtos que custa por volta de R$70,00.

  • Oferece cursos: A Avon oferece cursos virtuais e presenciais de perfumaria e maquiagem. Os cursos não são obrigatórios, e ajudam os revendedores à alavancar vendas.

  • Plano Executiva de vendas: Avon oferece para a revendedora de produtos com sucesso o cago de executiva de vendas. Nessa função, a executiva deve novas revendedoras e dar palestras sobre a marca. Além disso, a executiva ganha bônus conforme a equipe dela vende os produtos. E não é necessário deixar sua profissão para se tornar uma Executiva de Vendas, pois essa é uma atividade autônoma com horário flexível.

Quanto ganha

Varia muito. Tudo depende do número de clientes que você vai conseguir fazer e da fidelização desses clientes. Avon tem produtos mais baratos, mas isso não siginifica que a cliente tenha necessariamente que gastar menos com o catálogo, pois, se um produto barato ela pode levar mais de um, e a Avon faz muitas promoções.  Se você tem uma clientela fiel, pode ter bons lucros. Só para se ter uma ideia: se você consegue vender R$1000 em produtos da Avon (que é uma média para quem está começando) você ganha R$300,00 com a marca. 

Pontos positivos: preço e variedade de produtos
Pontos negativos: algumas consultoras reclamam de pouca assistência da gestão da empresa (mas não é uma constante); algumas clientes não ficam satisfeitas com a qualidade do produto. 

Veja também: 6 cursos gratuitos sobre como abrir seu próprio negócio.

Natura

Empresa brasileira com enfoque em cosméticos com apelo natural, maior investimento na qualidade e estética dos seus produtos e é uma empresa que investe em sustentabilidade. Utiliza essências com cheirinhos de Brasil e os produtos para o corpo e perfume estão entre os mais vendidos, sendo concorrência direta com a Avon. Os preços são mais elevados do que da primeira marca, mas nada caro demais para o bolso da família brasileira. 

  • Para se tornar uma revendedora da Natura você deve se inscrever no site  e esperar o contato para visita do orientador. Se for aprovada como revendedora de produtos,  receberá pelo correio o seu código de consultora para começar a fazer pedidos pelo site.  Não há visita pessoal do orientador.

  • Para começar no negócio você deve comprar um kit de produtos. O kit mais básico custa R$167,00 e o kit mais completo fica por R$238,00. 

  • Recebe também por comissão, que é de 30% sob os produtos vendidos. Não há valor fixo.

  • Treinamento: A Natura oferece cursos de maquiagem às consultoras para que elas conheçam melhor os produtos que estão revendendo podendo indicar e tirar dúvidas das clientes.  Em épocas de grande número de vendas, como Natal e Dia das Mães, a Natura faz saldos para que as revendedoras de produtos possam abastecer seu estoque para esse período.

  • Plano de carreira: As consultoras da Natura concorrem frequentemente à bonus e prêmios de incentivo como sorteio de viagens e de produtos para revenda. Quem tem bom desempenho constante na revenda e cadastrar sempre novas consultoras tem chance de crescer na empresa. 

Quanto ganha 

Para todas as marcas, o preço varia muito. Quem tem clientes fieis que fazem uso contínuo de produtos Natura pode ter bons rendimentos pois há uma infinidade deles, e a qualidade não costuma ser contestada. Com produtos mais caros e com a mesma comissão, é mais fácil ter maiores rendimentos com a Natura do que com a Avon, se tiver boa cartela de clientes. Muitas revendedoras são também consumidoras dos produtos Natura e economizam 30% dos gastos que teriam com o produto ao pagar o preço sem a comissão de revenda. 

Pontos positivos: essências únicas e exclusivas; marca nacional; preocupação com o meio ambiente, linhas com preços variados.
Pontos negativos: não há visita do organizador para explicar o funcionamento direitinho; algumas clientes reclamam que os perfumes não costumam fixar muito tempo no corpo.

Confira feiras de empreendendorismo em 2015.

Mary Kay

A Mary Kay é uma marca americana de cosméticos que oferecem qualidade (e preço) superior.  É muito conhecida pelo ramo da maquiagem e tratamento da pele do rosto, mais do que pelos demais produtos da linha corpo e perfume que são liderados pela Natura e Boticário. 
Tem produtos de linhas superiores com preço mais caros, mas oferecem também linhas mais baratas com qualidade superior à Avon, por exemplo. 

A marca possui uma “Filosofia Cor de Rosa” e instiga as revendedoras de produtos a cadastrar sempre novas consultoras e crescer na marca em troca de benefícios atraentes, até por um carro (o famoso Astra cor de rosa). 

  • Para se tornar uma revendedora de produtos da Mary Kay, você deve se cadastrar no site e aguardar a visita de um gerente, que costuma demorar em média 15 dias.

  • Para começar você deve comprar um kit, que começa pelo valor de R$149,00. Para evitar começar o seu negócio com dívida, compre um kit com produtos que amigos e parentes próximos estejam precisando e assim irão te ajudar a começar o seu negócio.  A Mary Kay oferece no site um teste para descobrir qual o Kit de beleza mais combina com você e com o seu público.  Cuidado: esse teste pode apontar kits extremamente caros.  Há pessoas que começam investindo mil reais no negócio e acabam por ter prejuízo por não conseguir vender os produtos com a facilidade que imaginava.

  • A Comissão varia de 25% a 40% sobre os produtos vendidos.

  • Treinamento e suporte: Os treinamentos acontecem semanalmente (sim, são muitos) para orientar a consultora sobre a filosofia da empresa, o relacionamento com os clientes e as informações sobre os produtos da revenda. Os cursos, presencial e online, e ajudam a entender por onde começar e quais produtos apresentar para as clientes.

  • Benefícios extras da marca: se você tiver um bom desempenho como revendedora, conseguir conquistar outras pessoas para também revender e elas também conseguirem atingir as metas, você deve ganhar benefícios excluisivos. Se a sua equipe de venda for engajada e tiver sucesso, vocês podem conquistar os cobiçadíssimo incentivos da Mary Kay como viagens, um carro Astra cor-de-rosa, joias, bolsas e um tablet.

Quanto ganha

Se tiver bom desenvolvimento e conseguir gerir uma boa equipe de vendas é das marcas que gerao  maior lucro. Mas se você não se sair bem e não conseguir outras revendedoras pode ser um tiro no pé pois os produtos não são baratos e o investimento inicial para entrar na marca também não.

Pontos positivos: produtos com muita qualidade, benefícios exclusivos para boas revendedoras
Pontos negativos: pressão para conseguir novas revendedoras, muitas reuniões e orientações para entrar na “filosofia cor de rosa”, o que demanda tempo disponível e paciência. Preços mais caros do que as consumidoras de produtos de catálogo estão costumadas a pagar.

5 ideias de negócios lucrativos para mulheres

Boticário

Marca brasileira de cosméticos já bem sedimentada no mercado que no ano passado entrou para as marcas de venda por catálogo com intenção de atingir as classes B, C e D, cujo consumo aumenta no Brasil. A marca tem linha parecida com a da Natura, com investimento em produtos e fragrâncias nauturais que remetem ao Brasil,  no entanto ofereciam linhas mais caras com qualidades superiores. Agora, além de manter a loja física (no Brasil e no mundo), a marca quer conquistar outros públicos com os catálogos. 

  • Para se tornar uma revendedora do Boticário, você deve se inscrever pelo site e esperar a aprovação dos gerentes da empresa, que entrarão em contato para agendar uma visita pessoal em até 15 dias.
  • A empresa exige a compra de um kit para inicio mas não informa o valor desse kit, somente após o cadastro e aprovação do pedido de revenda.

  • A comissão é mais baixa do que as demais marcas, é de 15% sobre o valor dos produtos vendidos.

  • Não oferece cursos de treinamento para as consultoras. 

  • Boticário não oferece plano de carreira para as revendedoras, é uma empresa que começa agora nessa área e ainda não investiu em planos de carreira, mantendo a mesma comissão durante todo o tempo. 

Quanto ganha

A marca começou a ser vendida como catálogo no ano passado, então ainda é dificil mensurar ganhos das revendedoras da Boticário. Lembramos que os clientes Boticário já estão acostumados a frequentar a loja, e ser uma concorrente de uma loja física não é fácil. 

Confira algumas ideias de negócios lucrativos

Pontos positivos: produtos com excelente qualidade; já possui clientes fixos que usam produtos da marca a anos e têm preferência por ela; novos preços tornam os produtos mais atraentes
Pontos negativos: concorrência com a loja física, comissão baixa, não há plano de carreira nem cursos. 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar