Infalível: regra dos 50-15-35 para economizar dinheiro

Se você tem dificuldade para organizar a vida financeira, pode ser que a regra dos 50-15-35 te ajude a se planejar melhor. Confira como funciona e coloque em prática.

Infalível: regra dos 50-15-35 para economizar dinheiro
A regra dos 50-15-35 ajuda a organizar a vida financeira sem dor de cabeça

Dizem que quanto mais você ganha mais você gasta, mesmo que prometa para si mesmo poupar aquele valor a mais que vai receber de aumento. Não tem jeito: nosso estilo de vida é proporcional ao quanto podemos gastar com necessidades básicas, como luz, água e alimentação, e com itens como lazer, viagens, roupas, compras e beleza - e é então que entra a regra dos 50-15-35.

Quando o estilo de vida não condiz com aquele valor que cai mensalmente na conta e quando chega o dia 20 você já está desesperado pensando em como vai pagar a internet naquele mês, essa regrinha simples pode definitivamente colocar seu orçamento em ordem.

Conheça a regra dos 50-15-35

Além desta regra dos 50-15-35, já falamos diversas vezes sobre dicas de como economizar, poupar dinheiro e organizar melhor seu orçamento para não sofrer no fim do mês e ter uma vida financeira saudável. Em todas elas, a regra é se planejar e estabelecer metas de quanto pode gastar em cada área para não sair da linha – e claro, seguir à risca esse plano.

Uma dificuldade comum é saber o quanto desprender de dinheiro para cada despesa, e é aí que entra a regra dos 50-15-35, que aponta para a divisão do orçamento em três grupos para maior controle financeiro. Para mostrar como ela funciona, usaremos como referência um salário de R$ 2.500.

50% para gastos essenciais

Metade da sua renda líquida deve ser destinada aos gastos com necessidades básicas para se manter no dia a dia, em especial moradia, contas residenciais (água, luz e gás), saúde, transporte, alimentação e educação.

Nessa categoria não adianta ter dó de gastar: são prioridades essenciais para uma vida mais confortável. Assim, R$ 1.250 serão integralmente destinados para compras no mercado, passagem de ônibus, remédios, gasolina e outros itens.

Depois de organizar as finanças fica mais fácil entender onde dá para economizar, como escolher itens mais em conta no mercado, fazer compras em dia de promoção ou trocar o carro durante a semana por uma bicicleta.

15% para prioridades financeiras

quais são seus objetivos a médio e longo prazo? Pensando neles, dentro da regra dos 50-15-35 você deve reservar 15% da renda líquida - ou R$ 375 do salário de R$ 2.500.

O primeiro objetivo imediato é fazer um fundo de emergência para situações inesperadas, sejam elas desemprego ou uma doença, por cerca de seis meses até atingir o valor de três a seis salários. Você pode destinar metade desses R$ 375 para investimentos na poupança para compra de um carro ou na previdência privada e a outra metade para o fundo.

Pode parecer pouco, mas a ideia é pensar a longo prazo e criar o hábito de poupar. Em um ano esses 15% chegam a R$ 4.500, valor que pode ser usado para fazer uma viagem ou dar entrada em um carro popular. Caso esteja endividado, porém, a prioridade deve ser quitar os débitos, nem que para isso precise aumentar a porcentagem para 20% ou 25% e descontar das outras áreas.

35% para manter seu estilo de vida

Você está livre para guardar 35% do seu salário líquido, ou R$ 875, para manter seu padrão de vida e as coisas que lhe dão prazer, como bares, restaurantes, viagens, lazer, beleza, academia, TV a cabo e assinaturas.

Tendo em mente o valor limite que você pode gastar nessa área você não corre o risco de passar dos limites ao ver aquela promoção incrível de sapatos ou assinar um plano mais caro na academia. Lembre-se que em casos de aperto essa área deve sofrer os cortes dentro da regra dos 50-15-35.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar