7 dicas para fazer uma boa redação do Enem

Fazer  uma boa redação do Enem é um passo decisivo para conseguir sua tão sonhada vaga na universidade. Veja dicas para obter boa nota na redação:

7 dicas para fazer uma boa redação do Enem
Saiba como se preparar para fazer uma redação nota 1000 no Enem

Se sair bem na redação do Enem é uma das chaves para a conquista de uma boa colocação no exame e, consequentemente, de uma vaga nas melhores universidades. Muitas pessoas temem essa avaliação, mas com dedicação e treino é possível se preparar e fazer uma boa redação, o que pode ser o seu diferencial. Vamos às dicas?

Como fazer uma redação perfeita

Redação do Enem – dicas para fazer um redação nota 1000

Você acha que é impossível “fechar” uma redação do Enem? Muitas estudantes já conseguiram essa façanha, e como a redação é critério de desempate nos processos seletivos, quanto maior a nota conquistada, maiores são as suas chances de entrar naquela faculdade tão concorrida. Veja as dicas sugeridas por professores de redação e comece a sua preparação:

1. Leia muito

Todos os professores da área de redação e língua portuguesa concordam que essa deve ser a primeira dica: a leitura. Pode ser a leitura de livros, de revistas, de jornais, de sites na internet ou qualquer outro texto que tenha qualidade na escrita. Ao ler, além de aumentar o repertório vocabular, o aluno consegue ganhar profundidade nos argumentos.

2. Mantenha-se informado sobre atualidades

Todo mundo sabe que os temas do Enem estão sempre relacionados com assunto em voga na atualidade. Não é possível saber com certeza qual tema será abordado na redação do enem, por isso, procure estar sempre antenado nos assuntos de destaque no Brasil e no cenário internacional. A prova costuma cobrar relações entre os fatos, portanto não é só saber o que está acontecendo, é saber entender consequências, estabelecer paralelos. Por exemplo, qual é a relação entre a atual crise financeira do Brasil e a crise que assola a Europa e os EUA  desde o início da década? Qual o paralelo pode ser estabelecido entre os crimes de racismo ocorridos no nosso país e crise imigratória dos refugiados da Síria? Use a informação dos noticiários de forma inteligente, sabendo relacioná-la com os acontecimentos dentro e fora da nossa realidade.

REALIZE O SONHO DO ENSINO SUPERIOR saiba mais

3. Escreva, revise, reescreva

A pressa é inimiga da perfeição – é uma máxima que faz sentido para quem quer tirar uma boa nota na redação do Enem. A primeira dica é: faça a redação primeiro, antes da prova, para não ter que escrever o texto correndo, sem tempo de revisar. É preciso ter calma, paciência e não estar com a cabeça cansada para conseguir articular bem as ideias. E como articular ideias e pensamentos, organizando a argumentação de forma objetiva e rápida? Treinando. Na hora da redação você não tem muito tempo, então é preciso estar afiado na construção do seu pensamento para que no momento da escrita, seu cérebro já conheça o caminho para expor de forma clara e objetiva a sua argumentação.

4. Seja objetivo e tenha bons argumentos

Ao ler o tema da redação do Enem, pare por alguns minutos e tente formular os seus argumentos em sua cabeça. Se achar que é melhor fazer um esquema no papel de como irá apontar os seus argumentos: faça-o, muita gente consegue visualizar melhor o texto após esquematizá-lo e ver tudo o que precisa apontar. Assim, o seu argumento fica claro tanto para você quanto para o corretor da sua prova. Você precisa escrever um texto com bons argumentos e em poucas linhas, com um esquema bem definido você evita dar voltas sobre o tema, escrever partes que não são tão importantes e deixar de abordar questões cruciais. Esquematize, de forma mental ou escrita, para que seus argumentos venham para o papel de forma clara e objetiva.

5. Atente-se aos direitos humanos

O foco da redação do Enem é, há muitos anos, voltado para os direitos humanos. Em 2015, abordou-se a violência contra a mulher, em 2014, colocou-se em questão a publicidade infantil, em 2013, o debate foi sobre os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil. Todos eles são assuntos da atualidade que envolvem os direitos civis, e o aluno precisa estar atento e sensível a esse tema. É preciso que o aluno esteja informado sobre o tema e saiba articula-lo de acordo com a Declaração Universal dos Direitos Humanos (disponível gratuitamente no site da ONU).O aluno receberá nas mãos um problema social e precisa apontar, atentando aos direitos do ser humano, uma solução para o impasse.

Como estudar para concurso: os métodos mais eficientes

6. Proponha uma solução

Assim como foi abordado no tema anterior, a proposta de uma solução clara e minimamente viável faz parte dos critérios de avaliação da prova. O aluno deve apontar uma proposta baseada em argumentos claros, apontar uma medida para amenizar o problema a curto prazo e para resolvê-lo a médio ou longo prazo, deixar claro o que precisa ser feito para que a solução se concretize e quem precisa estar envolvido na busca dessa solução. Proponha uma solução clara, nada de buscar alternativas mirabolantes, e tenha a certeza que ela responde à pergunta proposta pela redação do Enem

7. Cuidado com a língua portuguesa

É uma dica óbvia, mas que muita gente se esquece dela na hora da prova. É preciso ter cuidado com vocabulário, com a ortografia, com as regras gramaticais e em especial com a concordância (que é onde os alunos mais escorregam). Está na dúvida se a palavra está escrita de forma correta ou se a concordância está na norma culta? Escreva de outra maneira, reescreva, mas não escreva errado. Esse é um dos critérios de avaliação da redação do Enem, e um texto coeso e sem erros gera uma excelente impressão no corretor, o que vai influenciar e muito na sua nota.

Saiba como fazer uma faculdade de qualidade com baixas mensalidades!


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar