Empresa de arquitetura foca em projetos para a classe C

As casas são econômicas e custam a partir de R$ 300

Empresa de arquitetura foca em projetos para a classe C
Para o arquiteto, todos devem ter acesso a projetos que gerem conforto e funcionalidade

Durante o curso de Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Márcio Barreto se questionava sobre o porquê de sua profissão não atingir todas as classes sociais. Foi a partir desse pensamento que ele decidiu fundar a sua própria empresa, que ganhou o nome de Arquitetura do Barreto. O escritório é especializada em projetos econômicos para a classe C, que custam a partir de R$ 300.

“Todos deveriam ter acesso ao profissional que é responsável por levar conforto, estética e funcionalidade aos ambientes”, afirmou o arquiteto em entrevista ao jornal Correio 24 horas. Para Barreto, hoje as famílias vivem um cenário sem sentido, pagando cada vez mais caro por apartamentos cada vez menores. “Acabam ocupando o tão sonhado ‘lar doce lar’ de forma equivocada, comprando móveis de dimensões erradas, fazendo obras sem o reaproveitamento de materiais, e diante de retrabalho e mais retrabalho, acabam tornando o seu sonho em pesadelo”, disse.

Após terminar a faculdade, Barreto foi trabalhar em uma multinacional. Mas percebeu que não era aquilo que gostaria de fazer. “Percebi que era a hora de reinventar, que era a hora de voltar a pensar nos meus questionamentos enquanto estudante. Então alinhei a minha formação com a experiência que adquiri de atendimento ao cliente, desenvolvimento de projeto e agilidade no uso dos programas utilizados pelos arquitetos e criei o lema: O projeto dos seus sonhos agora cabe no seu bolso”, conta ele.

Casas para todos

Para ele, o trabalho de um arquiteto é permitir que as famílias que até então não acreditavam ser possível contratar um serviço profissional, tenham a oportunidade de contar com serviços de qualidade. Barreto revela que o ambiente da casa mais procurado para consultoria é o quarto do bebê. “Por se tratar de um momento mágico na vida das famílias, elas sempre desejam um quarto lindo e aconchegante para o seu bebê”, disse.

Hoje, o profissional de arquitetura conta que conseguiu realizar o seu sonho de estudante. “Todas as famílias que tenham o sonho de ter uma casa bonita, confortável e funcional, mas que até o momento não pensavam em adquirir o serviço do arquiteto por limitações financeiras, agora conseguem isso”, afirma.

Foto: Reprodução Pexels

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Michelle Monte Mor Michelle Monte Mor

Formada em Comunicação Social e em Mídias Digitais. Escreve sobre o setor automotivo desde 2004. Não larga o smartphone e vive conectada às redes sociais. Adora viajar e dirigir.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar