As profissões da geração Y que os pais mais têm dificuldade de entender

LinkedIn divulga lista com carreiras que deixam os parentes bem confusos. Veja quais são.

As profissões da geração Y que os pais mais têm dificuldade de entender
Tecnologia e comunicação são as áreas menos compreendidas por gerações mais antigas

O LinkedIn, rede social de negócios e empregos, divulgou uma lista bem curiosa. Ela mostra quais são as 10 profissões mais inusitadas e difíceis de explicar para mães e pais. Sabe aquela área de atuação que ninguém entende o que faz? Na lista estão carreiras ligadas a tecnologia e comunicação. Áreas pouco compreendidas por gerações mais antigas.

A pesquisa do LinkedIn foi feita em parceria com a Censuswide em 15 países: Brasil, Estados Unidos, Canadá, Austrália, França, Espanha, Holanda, Irlanda, Suécia, Reino Unido, Itália, Hong Kong, Índia, China e Cingapura. O estudo ouviu 16 mil pessoas entre 4 e 17 de outubro de 2016. Para os pais, a carreira mais difícil de entender é a de “designer de interface para o usuário”. De acordo com a pesquisa, a taxa de incompreensão atinge 80%. Das 10 carreiras mais difíceis de entender, quase metade é da área de Tecnologia da Informação ou TI.

De acordo com Fernanda Brunsizian, gerente de comunicação do LinkedIn para a América Latina, um grande divisor entre pais e filhos é a internet. “É natural que muitas das profissões ligadas ao mundo digital sejam difíceis de explicar para os pais, porque elas sequer existiam quando eles ingressaram no mercado de trabalho”, explica.

   

A pesquisa revela que cerca de 70% dos entrevistados não entendem o trabalho dos seus descendentes. Mesmo assim, 51% deles disseram que conseguiriam realizar as atividades dos filhos por um dia e 78% afirmaram se orgulhar da carreira deles. O estudo mostra também que 46% dos pais revelaram que se sentem confusos com as palavras usadas pelos filhos quando eles falam sobre suas profissões.

A gerente de comunicação do LinkedIn explica que isso acontece porque os profissionais de tecnologia e comunicação, os setores menos compreendidos pelos pais, usam muitas siglas, jargões e expressões em inglês para falar sobre o que fazem. A saída seria tentar “limpar” a linguagem.

“Quanto mais eles entendem o que você faz, mais chances eles têm de ajudar você profissionalmente e dar conselhos com base em sua própria experiência de vida”, diz Brunsizian. Pensando em aproximar pais e filhos, o LinkedIn promove, pelo quarto ano consecutivo, uma campanha para que seus funcionários levem seus pais para o escritório e mostrem como é seu dia a dia na empresa.

Entenda as diferenças entre geração X, Y e Z

Você diz que os seus pais não te entendem...

Em termos percentuais, estas são as profissionais que os pais daa geração Y têm mais dificuldade de entender.

Para 80% - Designer de interface para o usuário

via GIPHY

Tem a tarefa de tornar a interação do usuário o mais simples e eficiente possível em websites, aplicativos e games.

Para 73% - Atuário

via GIPHY

Especialista em matemática estatística, que age no mercado econômico-financeiro, avaliando e administrando riscos.

Para 72% - Cientista de dados

via GIPHY

São parte matemáticos, parte cientistas da computação e parte analistas de tendências. Transitam entre o mundo dos negócios e de TI. Analisam dados e solucionam problemas de negócios.

Para 67% - Gerente de mídias sociais

via GIPHY

Profissional que organiza as diversas ações de marketing e relacionamento associadas às redes sociais e diversas mídias.

Para 66% - Subeditor

via GIPHY

Auxilia nas edição de textos, vídeos, áudio em áreas da comunicação.

Para 62% - Produtor de rádio

via GIPHY

Vai atrás de temas e produz o que será falado pelos locutores no programa de rádio.

Para 60% - Sociólogo

via GIPHY

Estuda o comportamento humano e a organização dele em sociedade.

Para 59% - Corretor de investimentos

via GIPHY

Ajuda a escolher onde é melhor aplicar o dinheiro.

Para 58% - Desenvolvedor de software

via GIPHY

Desenvolve e implementa sistema computacional de acordo com a necessidade de um empresa, por exemplo.

Para 57% - Designer de moda

via GIPHY

Profissional que usa suas habilidades, imaginação e criação gráfica para a confecção de desenhos de moda nas mais diversas áreas.

Foto: Reprodução Plancess

 


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Michelle Monte Mor Michelle Monte Mor

Formada em Comunicação Social e em Mídias Digitais. Escreve sobre o setor automotivo desde 2004. Não larga o smartphone e vive conectada às redes sociais. Adora viajar e dirigir.

Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar