Profissão no exterior: qual é a cidade ideal para sua carreira

Comunicação, TI, engenharia e outras. Veja quais são as cidades do momento para sua profissão. É fazer as malas e impulsionar a carreira.

Profissão no exterior: qual é a cidade ideal para sua carreira
Comunicação, TI, engenharia e outras. As cidades do momento para sua profissão

 

Ao pensar em construir uma carreira fora do Brasil, vale considerar a receptividade da sua profissão no exterior. É preciso pesquisar bem antes de embarcar nesse tipo de aventura com objetivos profissionais. Não adianta fugir da crise na área por aqui e encontrar um mercado totalmente defasado lá fora, com excesso de procura e escassez de oferta.

 

Há quem cometa um erro até bem simples: vê muitas oportunidades surgirem no Brasil e acredita que o mesmo acontece com a sua profissão no exterior. É preciso ter cuidado. Cada lugar tem as suas próprias tendências e particularidades. Áreas sem grande expressividade aqui ou com muita concorrência podem ser uma “mina de ouro” em outro continente.

 

Profissão no exterior

Se você anda com aquela voz interior dizendo que talvez seja a hora de arrumar as malas e tentar a vida em outro lugar, saiba que há muito a fazer antes da partida. Já parou para pensar qual a melhor cidade para a sua profissão no exterior? O E-konomista dá uma mãozinha e diz quais destinos são boas saídas para determinadas carreiras. Veja se a sua área está na lista.
 

1- Ottawa (Canadá)

profissão no exterior


Ideal para: Enfermeiros


O pessoal da Enfermagem que está descontente com os rumos da área por aqui tem uma boa opção de destino. A profissão está em alta no Canadá, especificamente em Ottawa, líder em número de vagas ofertadas nessa categoria. Além de uma carreira internacional, o profissional tem a garantia de salários bastante atrativos, cerca de R$ 4.500 por mês. Para garantir a sua vaga, além de um visto adequado, é preciso fluência em inglês e/ou francês e comprovar os seus conhecimentos na área de acordo com os critérios locais.

 

Leia mais: Como fazer uma entrevista por Skype e se dar bem
 

2- Califórnia (EUA)

profissão no exterior


Ideal para: profissionais de TI


Encontrar um bom mercado para a sua profissão no exterior pode não ser tarefa fácil, mas os profissionais de TI estão com alguma sorte nos últimos anos. Um dos locais com maior receptividade a esses especialistas é a Califórnia. Não é apenas uma cidade, mas toda uma região de oportunidade. Não por acaso é onde está localizado o Vale do Silício, base das maiores empresas de tecnologia do mundo. Um desenvolvedor de softwares, por exemplo, pode ganhar mais de R$ 20 mil por mês.


Os 7 melhores países para trabalhar e juntar dinheiro 

 

3- Sydney (Austrália)

profissão no exterior


Ideal para: Arquitetos


Enquanto muitos países têm arquitetos para dar e vender, a Austrália procura desesperadamente por esses profissionais, que constam na lista de profissões em alta demanda. No ano passado, a procura por arquitetos aumentou cerca de 30% e as previsões para os próximos anos são ainda mais animadoras. A cosmopolita Sydney é definitivamente um bom lugar para cultivar esta carreira. O salário médio de um arquiteto neste que é um dos países que mais bem paga no mundo ronda os R$ 15.500.

 

4- Hong Kong (China)

profissão no exterior


Ideal para: Engenheiros


Ser engenheiro é ter uma profissão no exterior e no Brasil constantemente em demanda. Esses profissionais são bastante valorizados e conseguem chegar a cargo extremamente especializados que rendem altos salários. Em Hong Kong essa é a 3ª carreira com maior déficit de pessoal. O ritmo acelerado de crescimento do local exige um número cada vez maior de trabalhadores na área. Além disso, a cidade reserva os maiores salários do mundo para esta categoria. Um gerente de planejamento, por exemplo, ganha em média R$ 25 mil por mês.


Está cansado do Brasil? 7 países para morar e trabalhar

 

5- Londres (Inglaterra)

profissão no exterior


Ideal para: Designers e Comunicação


Buscar reconhecimento para a sua profissão no exterior pode ser, além de tudo, uma experiência culturalmente riquíssima. Os designers precisam de ambientes propícios a isso e por isso Londres é extremamente apelativa para quem quer seguir nessa carreira. A metrópole é um celeiro de criativos e há sempre espaço para quem vem acrescentar. A quantidade de estúdios é incrível. Um designer gráfico pode ganhar, por mês, cerca de R$ 8.500. Já em termos de comunicação em geral, Londres é referência em broadcast e escolas de jornalismo. 


Mulheres no exterior: melhores países para morar e trabalhar 

    


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Na Web:

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar