Os cinco piores problemas mecânicos que podem acontecer com o seu carro

Diretamente ligados à falta de manutenção, os problemas mecânicos mais graves podem acontecer nos piores momentos possíveis, quando mais se precisa do carro.

 

Os cinco piores problemas mecânicos que podem acontecer com o seu carro
Os piores e mais temidos problemas mecânicos

Motorista relapso e que não observa os cuidados básicos com seu carro está mais propenso a ter o veículo parado por problemas mecânicos. Quando se chega a esse ponto, embora haja as exceções que confirmam a regra, é porque a manutenção, tanto a preventiva quanto a preditiva foram negligenciadas.

Os maiores problemas mecânicos que poderá encontrar em seu carro

Destacamos cinco problemas mecânicos que podem acontecer quando um carro só recebe atenção na hora de ligar o motor e abastecer. Claro que existem os acidentes, mas como poderemos perceber, a maioria dessas falhas é perfeitamente evitável quando a manutenção está em dia, assim como as revisões.

1. Problemas mecânicos nos freios

Nada pior do que um sistema de freios mal regulado ou com peças desgastadas, uma vez que torna-se potencial causador de acidentes. É justamente pela sua importância para a segurança que as falhas nos freios estão em nosso primeiro lugar. Para evitar derrapagens, confira nas revisões o estado das pastilhas, se o fluido de freio está no nível adequado ou mesmo se há vazamento.

2. Furos, rasgos ou estouro na câmara de ar ou nos pneus

Tudo bem que nesse caso, vai influir menos a atenção do motorista às revisões e manutenção do que a sorte, mas não quer dizer que não possa ser evitado. Algumas medidas simples podem minimizar os riscos de um pneu furado, tais como deixar para a frente os pneus em melhor estado, fazer as trocas dos pneus sempre nos períodos indicados pelo fabricante e calibrar na pressão estipulada no manual do carro.

3. Motor superaquecido

Motivo de pânico para muitos motoristas, o superaquecimento do motor é um grave indicador de problemas mecânicos relacionados ao sistema de arrefecimento. Geralmente, é causado por vazamento de água no sistema, que pode ser indicado pela necessidade constante de reposição do líquido no reservatório correspondente. Observar se se formam poças em locais em que o carro fica estacionado é uma forma de se detectar esse perigoso vazamento.

4. Parar por falta de combustível

A pane seca, como é conhecida a parada por falta de combustível, é algo tão reprovável que sujeita o motorista a ser penalizado por infração média pelo CTB. Tal sanção faz com que sejam perdidos quatro pontos na CNH e multa de R$ 130,16 a partir do dia 1º de novembro.

O ideal é sempre trafegar com o tanque acima da metade, para evitar não só a pane seca, mas para garantir o melhor funcionamento do motor, uma vez que tanque vazio faz com que impurezas sejam processadas pelo motor na queima de combustível.

5. Pane elétrica

A pane elétrica normalmente é indicada no painel pelo símbolo da bateria aceso em vermelho. Pode indicar qualquer tipo de problema no sistema elétrico, exigindo reparos mais complexos ou até a troca da bateria. Entre os problemas mecânicos, é um dos mais perigosos de ser resolvido sem ajuda especializada.

Verificar o estado da bateria, se há pó esbranquiçado em seus pólos causado pelo vazamento de ácido e se o indicador de carga está na cor verde pode evitar paradas repentinas por falha elétrica.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar