Tendinite, hérnia, depressão: quais são as principais doenças adquiridas no trabalho

Contribuir para a saúde ocupacional dos funcionários é estratégia para garantir a produtividade e ainda afasta-los das doenças adquiridas no trabalho.

Tendinite, hérnia, depressão: quais são as principais doenças adquiridas no trabalho
Má postura e desmotivação estão entre as causas para as doenças adquiridas no trabalho

TENHA UM INCENTIVO EXTRA PARA CUIDAR DA BELEZAsaiba como

Contribuir para a saúde ocupacional dos funcionários é uma excelente estratégia para garantir a produtividade, motivação, satisfação e ainda afasta-los das doenças adquiridas no trabalho, que acarretam em indenizações, afastamentos, consequentemente, prejuízos para a empresa e para o trabalhador. As doenças adquiridas no trabalho são decorrentes da exposição do trabalhador aos riscos da atividade que desenvolve, podendo causar afastamentos temporários, repetitivos e até definitivos. Conheça quais são as principais doenças e como preveni-las.

As principais doenças adquiridas no trabalho


LER/DORT

As siglas que representam Lesão por Esforço Repetitivo/Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho são responsáveis pela alteração das estruturas osteomusculares, como tendões, articulações, músculos e nervos. Entre as doenças adquiridas no trabalho e classificadas como LER/DORT, estão cerca de 30 patologias, como a tendinite (inflamação do tendão) e a tenossinovite (inflamação da membrana que recobre os tendões). As lesões são causadas pelo desempenho de atividade repetitiva e contínua, tais como digitar, dirigir caminhões, fazer crochê ou tocar piano.  Atinge homens e mulheres em plena fase produtiva, inclusive adolescentes, podendo evoluir para incapacidade parcial ou permanente, como a aposentadoria por invalidez. Os sintomas são dor crônica, sensação de formigamento, dormência e fadiga muscular, devido a alterações dos tendões, musculatura e nervos periféricos.

Dores nas costas

doencasadquiridasnotrabalho


Em um ano foram 160 mil licenças trabalhistas, sendo esta a causa recordista nacional em licenças. As queixas vão desde funcionários que desempenham suas funções carregando muito peso até às que passam horas em frente ao computador com postura inadequada. Sendo assim, independente da profissão, muitos estão suscetíveis a desenvolver dores nas costas. Um dos agravantes para esta que é uma das principais doenças adquiridas no trabalho é a predisposição genética do trabalhador, encontrada em processos degenerativos como a artrose e o bico de papagaio. Além deste fator, as horas extras, falta de musculatura no abdômen, obesidade e stress apenas intensificam as chances de uma grave lesão na coluna. Outro motivo que pode levar um trabalhador a desenvolver dores nas costas é o fator psicológico. A manifestação nas costas pode ser sintoma de um processo depressivo ou de exaustão do profissional.

Hérnia

FIQUE EM BOA FORMA
Dentro de casa ou no trabalho é preciso estar atento a saúde. Cadastre-se e receba as melhores dicas.

Acumulando cerca de 80mil afastamentos por ano, esta é uma das doenças adquiridas no trabalho mais recorrentes, comprometendo a profissão. As hérnias já seriam desencadeadas pela pressão do corpo sobre as pernas, mas as atividades físicas como agachamento e carregar peso são apontadas como principais motivos para a ocorrência do problema. O esforço físico extremo pode culminar na hérnia inguinal que se manifesta inicialmente, em geral, com um carocinho na região da virilha, podendo vir acompanhada de dor ou não. No entanto, mesmo que não apresente dores, demorar para procurar ajuda médica pode agravar o quadro, podendo haver ruptura do tecido da pele. A piora do quadro é lenta e progressiva. Por isso, os afastamentos do trabalho por mais tempo coincidem com os pacientes que demoraram mais para procurar ajuda. Além do esforço físico extremo, a obesidade, tabagismo e o consumo de álcool também são pano de fundo deste problema de saúde, pois aumentam a pressão abdominal e podem desencadear as hérnias em quem já tem predisposição à doença.

Depressão

doencasadquiridasnotrabalho


Problemas como depressão, ou de outra ordem emocional, muitas vezes estão associados a carga horária excessiva, a pressão no trabalho, ou algum desentendimento na área de trabalho. Elas podem acabar desenvolvendo no trabalhador um desânimo prolongado no convívio de trabalho, ocasionando uma tristeza profunda. Inclusive, doenças de espectro emocional como o stress, ansiedade e tensões podem escolher as costas como ponto de choque, fazendo com que o trabalhador, mesmo antes de receber qualquer diagnósticos, se queixe de dores nessa região e frequentemente sinta as costas travadas. Sendo assim, um ambiente de trabalho saudável previne não só doenças como a depressão, mas é um grande passo em direção à prevenção de uma infinidade de outras doenças relacionadas ou prejudiciais à profissão. Afinal, a empresa precisa ter responsabilidade social, pois depende das pessoas para produzir. Havendo lesão, doença ou afastamento, o faturamento é afetado. A qualidade de vida no trabalho é um dos mais eficientes mecanismos de prevenção, tanto da depressão quanto de qualquer outra patologia.

PAIR – Perda Auditiva Induzida por Ruído

A PAIR trata-se de uma diminuição auditiva decorrente da exposição contínua a níveis elevados de ruído. Esta exposição, além da perda auditiva acarreta diversas outras alterações na qualidade de vida do trabalhador como o aumento dos níveis de ansiedade, irritabilidade, pressão arterial e comportamento propício ao isolamento.  No conjunto de consequências, os fatores comprometem as relações profissionais e, principalmente, pessoais do indivíduo. 

Asma Ocupacional 

Em locais onde existe o contato do trabalhador com substâncias como poeira de algodão, linho, borracha, couro ou madeira, é comum o desenvolvimento de um quadro alérgico a partir da inalação destes itens. Os sintomas deste quadro clínico são os de asma brônquica, apresentando falta de ar, aperto e chiados no peito, tosse e espirros, acompanhados de lacrimejamento. A asma ocupacional é reversível. Os sintomas costumam aparecer no local de exposição ou dentro de algumas horas, desaparecendo, normalmente, em períodos como finais de semana, férias ou quando não há exposição ao fator causador da alergia.

Como prevenir as doenças adquiridas no trabalho?

Passamos a maior parte do nosso tempo no trabalho, por isso é importante aprendermos como prevenir doenças causadas por ele, seja por esforço repetitivo ou outros fatores, a fim de garantir mais saúde e qualidade de vida.

Terapia Ocupacional

As terapias ocupacionais podem atuar dentro do ambiente de trabalho como uma medida preventiva a essas doenças citadas (entre muitas outras). Nelas, são orientadas melhorias no ambiente e na vida dos funcionários, medidas para fazer a diferença e aumentar a produtividade, sem envolver riscos à saúde. Incluem orientações quanto ao mobiliário, iluminação, postura, dentre outras. Ao final, o trabalhador terá condição de produzir em maior quantidade e melhor produtividade, aumentando o lucro das empresas e diminuindo os gastos com indenizações. A Terapia Ocupacional através das suas atividades, tem a capacidade de prevenir, reabilitar e tratar as pessoas que poderão estar desenvolvendo algumas das doenças ocupacionais.

Faça sua parte

doencasadquiridasnotrabalho


O trabalhador também deve aprender a identificar os sinais do próprio corpo para perceber o início de qualquer desconforto. Porém, saber evitar os sintomas, doenças do trabalho e quaisquer desconfortos também é importante. Veja algumas medidas simples que podem ser adotadas a fim de melhorar o ambiente de trabalho e a saúde: 

  • Saia de sua cadeira e movimente-se regularmente
  • Beba água ao longo do dia
  • Mantenha uma postura adequada
  • Máquinas devem estar posicionadas de forma que não haja necessidade de se curvar ou torcer o tronco para pegar ou utilizar ferramentas com frequência
  • Como regra geral, temperaturas confortáveis para ambientes informatizados são entre 20 e 22ºC, no verão, e entre 25 e 26ºC no inverno
  • Sempre que possível, humanize o ambiente (plantas, quadros e, dependendo do tipo de trabalho, som ambiente)
  • Estimule a convivência social entre funcionários
Ganhe uma forcinha para ficar em forma como você sempre quis.
 

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar