O adeus ao PopCorn Time e o futuro da plataforma

Em outubro de 2015 o software e aplicativo PopCorn Time foi tirado do ar por autoridades devido a infração da lei de direitos autorais. Veja como vai ficar essa história.

O adeus ao PopCorn Time e o futuro da plataforma
Saiba o que aconteceu ao PopCorn Time e se ele vai voltar a funcionar

O PopCorn Time, conhecido por muitos como o “NetFlix Pirata” é uma plataforma para assistir filmes e séries de forma gratuita e com boa qualidade. O serviço ganhou imensa popularidade desde que foi lançado em 2010, mas seu caráter ilegal fez com que o serviço fosse encerrado. Entenda no artigo.

O que é/era o PopCorn Time?

O PopCorn Time foi um software e também aplicativo para smartphones multi-plataforma baseado em BitTorrent, que possuia um media player próprio. Ele foi projetado para ser uma alternativa – gratuita – ao Netflix. Ao invés de baixar os filmes em seu computador, usando o BitTorrent, o Popcorn Time descarregava os arquivos sequencialmente, os exibindo em streaming no computador ou no celular.

O software ganhou milhares de usuários no mundo todo pela sua qualidade de imagens, interface simples e fácil de usar e por colocar online filmes recém lançados, disponíveis ao alcance de um “play”. Mas era pirataria e o seu desenvolvedor, um adolescente americano de apenas 15 anos, foi notificado pelo Motion Picture Association of America exigindo o cancelamento do serviço, pois ele infringia inúmeros direitos autorais de grandes empresas.

QUER A
SUA INTERNET RÁPIDA
E BARATA?
mude já!

Tentativa de manter ativo

Logo após a notificação da MPAA, o adolescente passou o comando do software para um “amigo e programador experiente”, como ele mesmo afirmou ao milhares de fãs que faziam lamúrias pela volta do PopCorn Time. Assim, surgiu o Browser Popcorn em uma nova plataforma, que era hospedado em servidores da Bulgária com o registro de domínio feito nas Bahamas. Mas não durou muito.Em poucos dias, a tentativa de manter ativa a possibilidade de ver filmes e séries de graça a partir desse servidor também foi suspensa.

PopCorn Time em versão dentro da lei: Butter

Após diversos problemas com direitos autorais de empresas cinematográficas, os desenvolvedores do PopCorn Time tentam agora oferecer o serviço dentro da lei através do Buuter: um serviço de streaming que terá a mesma interface e sistema Bitorrent do original, mas com a promessa de funcionamento dentro da lei.

Ou seja, não irão haver filmes e séries lançamento como era de costume, somente conteúdo liberado para uso, porém sem nenhuma infração de direitos autorais ou riscos aos seus usuários. O Butter Project está em desenvolvimento e você pode acompanhar as mudanças e novidades no site, que promete que já já terá filmes e séries legais para você assistir em seu computador ou smartphone.

Os principais golpes e riscos do Netflix grátis

É crime assistir e baixar filmes em sites ilegais?

A Associação Antipirataria do Cinema e Música (AACM), instituição com sede em São Paulo e que luta contra a falsificação na indústria fonográfica e cinematográfica, afirma que sim. De acordo com o nosso Código Penal, Artigo 184, que trata da violação dos direitos do autor, baixar, sem permissão, vídeos com direitos autorais protegidos, assim como produzir ou vender DVDs piratas, são atividades classificadas como crime pela lei brasileira. A pena para o infrator pode ser uma multa ou detenção durante o período de três meses a um ano.

No entanto, o que acontece é que as ações feitas para acabar com a pirataria têm objetivo de tirar do ar sites que indexam arquivos de torrent ou que disponibilizam arquivos ilegais para download e para assistir online, como foi o caso do PopCorn Time e também do brasileiro Mega Filmes HD. Afinal, é muito mais eficaz remover sites inteiros do que processar cada um dos usuários que baixa o arquivo. No entanto, o risco de utilizar esses sites ilegais existe também para o usuário, além deles serem grandes detentores de vírus em propagandas que abrem janelas mal-intencionadas.

Encontre a solução de internet banda larga com o melhor custo benefício.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Ana Luiza Fernandes Ana Luiza Fernandes

Ana Luiza Fernandes é brasileira, natural de Minas Gerais, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e hoje cursa Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, Portugal. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural, Fotografia, Documentário e Assessoria de Imprensa e é apaixonada pela profissão desde criança.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar