Andar com o carro no ponto morto: mitos e dúvidas mais frequentes

Rodar em ponto morto ou descer ladeiras sem freio motor é um risco à segurança, acelerando o desgaste do carro.

Andar com o carro no ponto morto: mitos e dúvidas mais frequentes
Tire de vez da cabeça a ideia de rodar em ponto morto

Um dos vícios de direção mais persistentes entre os motoristas é o costume de deixar o câmbio em ponto morto quando se está descendo uma ladeira. Conhecido popularmente como “banguela”, tal procedimento não apresenta nenhuma vantagem em termos de redução de consumo. Na verdade, a única coisa que vai diminuir é a vida útil das peças dos sistemas de câmbio, freio e embreagem. Veja por quê.

O que é andar com o carro no ponto morto?

Seguro Auto Caixa SeguradoraCote, personalize e contrate online

Todo veículo automotor com motores com mais de dois tempos é acionado em seus diferentes torques pelo motorista através do câmbio. Cada uma das marchas é responsável por imprimir um torque adequado à velocidade que se desenvolve. Para marchas mais lentas, mais torque, a fim de vencer a maior inércia e assim sucessivamente. Ponto morto nada mais é do que a ausência de engate de torque no motor, ou seja, é um engate apropriado para quando o veículo está parado.

Andar no ponto morto economiza gasolina?

Entre os mitos mais difundidos sobre supostos benefícios de circular na banguela, a economia de combustível é o mais aceito. Tal crença se justificava até para carros com carburador, mas em tempos de veículos equipados com injeção eletrônica, tudo não passa de uma mentira deslavada. Isso porque, quando está rodando em ponto morto, o sistema de injeção continua injetando combustível. Em total contrapartida, quando está com a marcha engatada mas sem aceleração, a injeção de combustível é igual a zero.

Como conseguir aprovação de financiamento de veículos

Ponto morto estraga o motor?

Com certeza não, muito pelo contrário. Sem o auxílio do freio motor, que funciona apenas quando o câmbio está engrenado, leva-se mais tempo para parar o carro, já que é exigida maior pressão sobre os freios. Além de ser perigoso, tal procedimento superaquece o carro, já que provoca mais injeção de combustível, gerando maior queima, e, consequentemente, mais calor.

Por que dizem que é perigoso de andar no ponto morto?

Simplesmente porque sem o freio motor, ativo apenas com o câmbio engrenado, o veículo torna-se mais difícil de parar. Numa ladeira, deixar o carro na banguela é uma verdadeira temeridade.

Andar com o carro no ponto morto dá multa?

Não bastassem os malefícios de rodar em ponto morto, deixar o veículo na banguela ainda dá multa de gravidade média, que prevê perda de 4 pontos na habilitação e multa no valor de R$ 130,16.

Youse é o Seguro Auto Online da Caixa Seguradora. Barato, rápido, sem burocracia.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar