Plano de saúde individual vale a pena?

Representando apenas 20% das ofertas no mercado, o plano de saúde individual ainda é uma vantajosa opção a longo prazo. Veja as melhores opções. 

Plano de saúde individual vale a pena?
Apesar de sua raridade, entenda as vantagens do plano diante das modalidades coletivas

A busca por plano de saúde individual tem sido um problema para os brasileiros devido ao restrito número de empresas que ainda oferecem esse tipo de serviço no mercado; a maioria das seguradoras têm incluídos em suas carteiras apenas planos coletivos e empresariais. Porém, atualmente essa carência se torna um problema no cenário econômico, onde muitos estão perdendo seus empregos e como consequência são ainda desligados dos planos de saúde oferecidos pelas empresas.

Obrigadas então, na maioria dos casos, a recorrem aos planos coletivos, muitos interessados em coberturas individuais se deparam com a raridade dessa modalidade, bem como preços elevados quando estes são oferecidos. Essa situação também é resultado de um certo desinteresse por parte das empresas em comercializar um plano de saúde individual, isso porque na maioria dos casos os contratantes são indivíduos com filhos pequenos, de idades mais avançadas com acometidas por situações de saúde onde se exija um tratamento constante. De acordo com as seguradoras, tais perfis utilizam seus serviços em demasia, o que acaba por encarecer os planos e desequilibrar as contas.

Por que um plano de saúde individual vale a pena

Ainda que já tenhamos falado sobre a escassez do plano de saúde individual no mercado e as dificuldades encontradas sobre seu custo e abrangência, este ainda pode ser a melhor opção em alguns casos.

Quando comparamos os planos individuais com os coletivos - que são a opção em mais abundância -, encontramos algumas diferenças que são cruciais na hora da escolha. Muitos tendem a partir para os planos coletivos devido ao valor mais em conta mas, apesar de parecerem mais baratos a princípio, a longo prazo eles podem ser mais caros que os individuais; como não existe uma regulação de reajustes determinada pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), enquanto a média de reajustes de planos individuais é de aproximadamente 9% ao ano, nos planos coletivos fica entre 15% a 20%.

Comparativo dos melhores planos de saúde para gestante

Nos planos coletivos há ainda a questão do cancelamento de contratos, que pode ser realizado de maneira unilateral caso a empresa não considere mais o cliente como vantajoso financeiramente. Essa situação é protegida peja ANS no caso de planos individuais.

Como funciona o plano de saúde individual

Em um plano de saúde individual, também conhecido como familiar, o contratante pode ser qualquer pessoa física, onde a solicitação deve acontecer diretamente com a operadora. Além disso, a modalidade ainda requer o cumprimento de algumas regras estipuladas pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) onde, entre elas, está a fixação de um valor máximo de reajuste anual e o controle sobre a duração dos contratos, o que protege o consumidor de uma situação onde a operadora encerre de maneira unilateral o contrato do plano de saúde.

Principais seguradoras e preços

Apesar de estarem disponíveis em menor quantidade, ainda é possível encontrar algumas boas opções no mercado para planos individuais. Em uma pesquisa realizada em Maio deste ano, a modalidade pode ser encontrada junto à Unimed, Assim e Medial para a região do Rio de Janeiro. Os preços dos planos cotados com a Unimed variaram entre R$ 604 e R$ 843, já a Assim mostrou valores mais acessíveis em cerca de R$ 399,29 e a Medial saltou para R$ 1.267,86. Para a região de São Paulo, as mais conhecidas a oferecer essa modalidade de plano de saúde são a Unimed, Amil, SulAmérica e Bradesco.

Devemos acrescentar ainda que, tanto para os valores apresentados nas operadoras do Rio de Janeiro quanto para as citadas na região de São Paulo, as próprias operadoras recomendam que os valores sejam cotados de maneira personalizada junto a elas, pois o custo é muito variável de acordo com a idade do contratante e o plano de abrangências escolhido.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar