Vale a pena investir em um plano de saúde familiar?

Quer saber quais são os procedimentos de um plano de saúde familiar? Saiba quem pode aderir e o preço médio cobrado pelas principais operadoras.

Vale a pena investir em um plano de saúde familiar?
Saiba as vantagens de fazer um plano de saúde familiar

O plano de saúde familiar é perfeito para quem busca por uma melhor relação custo x benefício, pois em um só plano é possível incluir toda a família, assim todos terão acesso à rede credenciada oferecida pela operadora e aos procedimentos que um plano de saúde comum. Tudo isso pagando bem menos do que pagar um plano individual para cada pessoa.

Como funciona o plano de saúde familiar?

O plano de saúde familiar inclui toda a família em um único plano. Existe sempre um titular que é o responsável pelo plano e ele pode incluir dependentes. Normalmente as operadoras aceitam como dependentes apenas os filhos, esposa e marido. Somente em casos raros são aceitos outros tipos de parentes, mas para isso é necessário que seja feita uma comprovação de que essas pessoas sejam dependentes financeiras do titular.

Uma das vantagens do plano familiar é que seu ajuste é sempre regulado pela ANS. Esse valor costuma ser menor do que o reajuste que pode ser fixado pela operadora. Além disso, ele tem uma proteção de proibição de cancelamento de contrato pela operadora.

Existem várias categorias de planos, que cobrem desde os procedimentos básicos, os intermediários até os completos. Antes de contratar um plano de saúde familiar é preciso que o titular esteja atento as suas necessidades e as da família.

O Site Multi Planos disponibiliza algumas operadoras que oferecem os planos de saúde familiar e o valor do plano mais básico de 29 a 33 anos, com dependentes: Amil por R$ 170,87, Medial por R$ 99,95, Golden Cross por R$ 187,19, Bradesco por R$ 135,69, Omint Saúde por R$ 849,53 e Greeline por R$ 70,93.

Outros tipos de planos

O plano de saúde familiar é diferente dos demais planos, pois é fundamental que os contratantes tenham um vínculo entre si, que podem ser parentes, cônjuges ou companheiros (união estável).

Os empresariais são planos coletivos que empresa ou uma corporação oferece aos seus funcionários ou colaboradores. Eles costumam oferecer cobertura para questões médicas individuais de seus funcionários e podem ser pagos parcial ou integral pela empresa.

Já os planos de saúde individuais são voltados para quem não possui dependentes e nem um vínculo empregatício e por isso sem condições de se integrar a um plano empresarial. Os serviços oferecidos podem ser consultas, tratamentos ambulatórios, exames, internações e procedimentos odontológicos.

Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Elisabete Machado Elisabete Machado

Brasileira, natural de São Paulo, formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-graduada em Fundamentos da Cultura e das Artes pela Universidade Estadual Paulista. Possui trabalhos na área de Jornalismo Cultural e Assessoria de Imprensa.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar