Como fazer um planejamento financeiro pessoal para o ano todo

Veja as dicas de como fazer um planejamento financeiro pessoal para o ano todo e avalie se está pronto para começar a realizar seus sonhos.

Como fazer um planejamento financeiro pessoal para o ano todo
Aprenda a fazer um planejamento financeiro e realize suas metas para o ano

ECONOMIZE NOS SERVIÇOS DA SUA CONTA BANCÁRIA saiba como

Planejamento financeiro pessoal. Por onde começar? Mais um ano se inicia e, com ele, promessas sobre todos os aspectos da vida, inclusive a respeito da saúde do seu bolso. Poupar para fazer uma viagem internacional, para trocar de carro, reformar a casa ou mesmo adquirir algum bem que deseje muito. Querer é importante mas, poder exige planejamento, disciplina e alguns sacrifícios. Veja as dicas de como fazer um planejamento financeiro pessoal para o ano todo e avalie se está pronto para começar a realizar seus sonhos.

Conheça as planilhas de controle de gastos para organizar as finanças

Planejamento Financeiro na ponta do lápis

O primeiro passo para quem pretende começar o ano com um planejamento financeiro eficaz é ter contabilizado todos os seus gastos e receitas, categorizados e sob acompanhamento diário (ou sempre que houver qualquer alteração em débitos ou créditos na conta).

Planilhas e apps

Para facilitar o acompanhamento, crie o hábito de adicionar todo o qualquer movimentação em uma planilha ou aplicativo para smartphone, como a planilha do Idec ou o app do GuiaBolso. Não desconsidere nem valores ínfimos gastos com um doce na padaria, por exemplo. De pouco em pouco, ao final do mês, o montante irá surpreender.

Despesas fixas a longo prazo

Em paralelo, tenha um planejamento financeiro a longo prazo, incluindo valores referentes a moradia (aluguel ou prestação), previsão média de contas fixas (água, luz, telefone e internet), gastos com academia, cursos, despesas com o carro e, principalmente, impostos e demais taxas que irá despender daqui alguns meses.

Priorize sonhos e objetivos

Não viva em função da sorte. Trace metas e siga-as à risca. 
Se pretende realizar uma grande aquisição ao longo do ano ou fazer uma viagem durante suas férias, comece a agir hoje, pois qualquer deslize cometido no presente, irá refletir também daqui alguns meses – ou anos. 

Estratégias para organizar as finanças pessoais

Estabeleça suas metas ao longo do ano

Com todas as suas despesas e previsões registradas, coloque os dois pés no chão e trace seus objetivos para o ano. Seja realista e, talvez, um pouco pessimista. Isso evita que a euforia e a autoconfiança abram demais sua carteira e coloquem os planos por água abaixo. O importante é, para quem está traçando um planejamento financeiro pela primeira vez, segmentar as metas para atingir um plano maior ao final de um longo período. Tal prática aumenta a motivação e permite lhe permite acompanhar o andamento dos planos com mais precisão.

Identifique hábitos de consumo

CONTROLE AS SUAS FINANÇAS
Com o cartão de crédito certo, você pode fazer compras programas e colocar as finanças em dia. Encontre o melhor cartão de crédito para você.

Raramente nosso orçamento é 100% direcionado a despesas estritamente necessárias. Lazer, exageros e pequenos e “insignificantes” gastos frequentes também fazem parte do dia-a-dia. Ao final do mês, do semestre ou do ano, as contas não fecham e a promessa de autocontrole volta à tona.  Sendo assim, passe a identificar seus hábitos de consumo e classifica-los como maiores ou menores que a sua meta final.

Conte com os imprevistos

Tão importante quanto os dois tópicos anteriores, é contar com os imprevistos. É difícil ter como planejamento financeiro fora do que é previsível, no entanto, é importantíssimo para que nada saia do controle. Compute ao mês os gastos possíveis com algum reparo na casa, no carro, despesas com farmácia, aumento nas contas de luz, entre outros.

10 aplicativos úteis para organizar o dia a dia

Discipline-se e controle os impulsos

Eis o grande vilão do povo brasileiro: o impulso de comprar, parcelar e pensar somente no presente. Hábito a ser construído, mas não impossível nem passível de arruinar seus planos para o novo ano. O que importa é saber avaliar: eu realmente preciso? Este gasto realmente comporta o meu padrão de vida? Ser honesto e realista consigo mesmo é o primeiro passo para aprender a controlar os impulsos de gastos desnecessários.

Pesquise e compare

Atualmente, com a facilidade das compras online isso fica ainda mais evidente e fácil de ser realizado. Sites como o Buscapé, por exemplo já fazem isso por você: comparar preço, o que pode ser um grande auxiliar do seu planejamento financeiro. Talvez por rotina ou comodidade, você esteja habituado a realizar as compras sempre no mesmo site ou loja física e, com isso, existem grandes chances de estar perdendo alguma promoção ou descontos valiosos em lojas concorrentes do ramo. 

O mesmo é válido para compras no supermercado. Muitas redes oferecem folheto ou mesmo disponibilizam compras online. Isso facilita na hora de pesquisar pela melhor oferta sem precisar sair de mercado em mercado. Outra dica valiosa são as famosas listas de compras. Não precisa nem levar papel e caneta, existem diversos aplicativos que já fazem isso, como o Bring!, que permite, inclusive, compartilhar a lista com outros membros da família.

Controle o cartão de crédito

Para ter um cartão de crédito sempre a mão é necessária sabedoria. Juros, pagamentos mínimos da fatura e um valor astronômico ao final do ano, com a somatória de tantas “pequenas” parcelas efetuadas: estes riscos que o cartão de crédito oferece podem comprometer não somente os seus objetivos a longo prazo, mas seu orçamento e até mesmo as contas básicas. Portanto, para não extrapolar o seu planejamento financeiro, use-o com consciência e somente quando este oferecer alguma vantagem, como programa de milhas ou quando o pagamento à vista não oferecer descontos.

Como traçar metas financeiras de acordo com os seus planos futuros

Pague à vista

Evite, sempre que possível, fazer dívidas. Ao invés de conseguir juros menores em parcelamentos, por exemplo, procure negociar descontos para pagamentos à vista. E se a compra não for urgente, que tal esperar um pouco mais e guardar a quantia necessária para pagar de uma só vez?

Informe-se e invista

A educação financeira é a chave para um planejamento financeiro de sucesso. Com ela, gerir suas receitas e despesas funcionarão bem a ponto de gerar um superávit ao final de determinado período permitindo, inclusive, o investimento. Seja na caderneta de poupança ou na Bolsa de Valores, o importante é começar a poupar. Quanto antes começar a praticar e a estudar sobre quais tipos de investimentos são mais favoráveis para o seu estilo de vida, mais cedo os bons resultados virão.

Encontre a conta corrente ideal para você. Saiba mais.


Veja também:

Gostou? Compartilhe!
Heloísa von Ah Heloísa von Ah

Formada em Comunicação em Computação Gráfica e Design de Games, é apaixonada pela profissão que exerce. Uma aficionada por tecnologia, gatos e cinema underground.

Receba mais informações como esta!

Receba a nossa newsletter

Ao submeter os seus dados receberá a newsletter, ofertas e publicidade enviado por e-konomista.com.br e pelos nossos Parceiros e aceita os Termos e Condições e a Política de Privacidade. Os dados submetidos serão compartilhados com os nossos Parceiros.

Enviar